Alunos da IFTO fazem chá de fraldas para mãe da Casa de Apoio Vera Lúcia

Sonia Pugas/ Governo do Tocantins
Fotos: Carlessandro Souza

casa vera lucia 2Um grupo de alunos da IFTO organizou na noite desta quinta-feira, 31, um chá de fraldas para Ester Batista, grávida de cinco meses, na Casa de Apoio Vera Lúcia. Por já serem voluntários permanentes do local, na ocasião de entregas de alimentos no ano passado, os estudantes conheceram Ester comovendo-se com a história de vida dela.

Vinda de Barra do Ouro, Ester Batista está hospedada há dois anos na Casa de Apoio. Além de estar longe da família e amigos, a futura mamãe acompanha em Palmas, os filhos Daniel, de 14 anos, que faz tratamento para a cura de uma Leucemia e Tiago, cinco anos, acometido por problemas renais. “Apesar de tantos desafios, darei à luz a uma nova vida, e que essa criança traga esperança e alegria para nós”, disse Ester, em agradecimento ao chá de bebê.

Renan Assunção, da Atlética do curso de engenharia civil – entidade responsável por envolver os alunos em esporte e eventos festivos, uniu-se com muito outros colegas da IFTO e juntos fizeram uma mobilização nas redes sociais em prol à Ester Batista. “Todos nós nos solidarizamos com a situação dela e hoje estamos aqui nesse momento de realização e solidariedade ao próximo”, afirmou.  Por um período considerado, o futuro bebê já tem garantido fraldas, roupinhas diversas, banheira e até um berço.

Voluntários
O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas), sempre busca parceiroscasa vera l para a Casa de Apoio Vera Lúcia. A credibilidade junto à sociedade e hóspedes é a resposta ao grande número de profissionais diversos e autônomos que estão sempre aptos a ajudar a Casa.

“A Setas faz um trabalho diferenciado na humanização e suporte integral dos nossos hóspedes e essa seriedade é entendida pelos nossos voluntários que estão sempre presentes nas nossas atividades”, afirma a gerente da Casa de Apoio, Alessandra Pereira.

Casa de Apoio Vera Lúcia
A Casa de Apoio Vera Lúcia foi entregue à população tocantinense há dez anos pelo Governador Marcelo Miranda. Com capacidade para atender 102 pessoas, o local é destinado àquelas pessoas que estão em Palmas para acompanhar pacientes em hospitais públicos, bem como os próprios pacientes que recebem altas e não têm onde ficar ou como pagar por um hotel. Atualmente existem 86 pessoas no local. Além de várias atividades sociais dentro do espaço, os hóspedes têm direito ao café da manhã, almoço e jantar.

casa vera lucia 3

 

Deixe um comentário