Destaque

Wanderlei Barbosa desmente notícia falsa e reafirma compromisso com servidores

Após ver notícia tendenciosa em um site de notícias do Estado, o deputado Wanderlei Barbosa (SD) se pronunciou afirmando que informação não passa de falácia.

O site noticiou que o parlamentar teria chamado professores, Auxiliares de Serviços Gerais (ASGs) e enfermeiros de cabos eleitorais.

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 25, Wanderlei Barbosa pontuou que o Governo precisou adotar medidas para cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) por determinação do Ministério Público (MP) e dos órgãos de controle como o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Disse ainda que as exonerações têm o objetivo de detectar quem de fato está trabalhando, e que os servidores poderão ser recontratados.

Nesta quinta-feira, 26, ao retomar o assunto, Wanderlei, que é defensor dos servidores públicos, esclareceu seu pronunciamento do dia anterior e reiterou o comprometimento e responsabilidade com os servidores públicos.

O parlamentar, ciente da sua contribuição com a classe trabalhadora, não concorda com a retirada de professores e profissionais de saúde e está lutando junto ao governo para que seja retornado aos seus postos de trabalhos o mais rápido possível. “Professor fora da sala de aula não vai melhorar a vida de nenhum político”, disse.

Na oportunidade, o deputado pediu aos secretários de Educação e Saúde, que nenhum profissional que esteja prestando serviço seja retirado de seus postos de trabalho e se foram que sejam recolocados.

O parlamentar reafirma que nunca votou contra o funcionário público e nem a favor de aumento de tributos. O parlamentar mantém sua posição e garante que nunca trabalhou pela demissão de qualquer servidor público e sim pelo preenchimento dos postos de trabalhos o mais rápido possível.

Ascom deputado Wanderlei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.