O evento se trata de atividades e ações extracurriculares que o colégio desenvolve abordando vários temas.

Com permissão do diretor Lucione Souza, o pastor Kallyston Barros da igreja Videira de Palmeirópolis, ministrou aos alunos do Colégio Estadual Família Agrícola José Porfírio de Souza, no município de São Salvador do Tocantins na noite desta quarta-feira (1º). 

Semana passada a equipe de Psicólogos de São Salvador, também estiveram participando das atividades desenvolvidas pelo colégio, referente as ações extracurriculares.

Familiares e amigos lamentam com tristeza a morte de Jean Cardoso.

O tema sobre depressão foi necessário após a morte do ex-aluno Jean Cardoso Monteiro de 16 anos, no último final de semana 27. Ele morava no município de Paranã Tocantins.

Momento do louvor com Ismael Carvalho, Victor Emanuel, Kássio Negrão e pastora Eulizane Barros.

O trabalho da Igreja Evangélica Videira também visa combater a depressão e tendências suicidas nas escolas através de conselhos baseados na palavra (bíblia), falando da graça e do amor de Jesus.

Uma criança que não tem um relacionamento afetivo com os pais, especialmente com a mãe, pode desenvolver distúrbios emocionais e apresentar prejuízos no desenvolvimento físico.

O ambiente escolar é um ambiente privilegiado para a disseminação de valores e construção da cidadania, por isso a equipe do colégio viu a necessidade de cuidar do emocional dos alunos, através de varias ações.

Pastor Kallyston Barros da igreja Videira de Palmeirópolis; “Uma das maiores necessidades do ser humano é a de amar e ser amado”. 

Portanto, o objetivo das palestras que o pastor Kallyston tem desenvolvido junto com a igreja, é de informar as pessoas da importância do amor de Jesus na vida de cada uma delas.

Os estudantes impactados, ouviram atentamente a palavra ministrada pelo pastor, quando na oportunidade, foram chamados à frente aqueles em situação de risco ao suicídio. Para surpresas da equipe da escola, vários alunos chorando foram a frente receber oração.

De acordo com pesquisas, hoje a depressão é um dos problemas emocionais mais graves, a estimativa é de que teremos até 2020 a maior concentração de pessoas se afastando do trabalho e da escola devido a depressão.

Também foi observado que ao longo dos anos o número de suicídio tem crescido no mundo, a cada 45 minutos uma pessoa morre de suicídio no Brasil.

Não se pode medir a depressão como se mede glicemia, anemia ou hipertensão por se tratar de um problema silencioso em que muitos consideram uma ‘birra’ da pessoa.

O espaço escolar é um ambiente privilegiado para a disseminação de valores e construção da cidadania.

Em muitas igrejas a depressão é vista como um problema apenas da área espiritual e não como um problema de saúde, e enquanto isso acontecer continuaremos a ver notícias do suicídio de irmãos/as, líderes, pastores/as, crianças, jovens e adolescentes.

Muita emoção e prantos quando no final do evento o professor de matemática Luciano Herllan pediu um minuto de silencio em apoio a família do aluno morto, Jean Cardoso Monteiro.

Da redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here