O percurso é composto por quatro rodovias: BA-460, BR-242, TO-040 e TO-280. Entre as rodovias do Tocantins, a maioria está classificada entre regular, ruim ou péssima.

O trecho rodoviário entre Natividade e Barreiras (BA) é considerado o pior do país, segundo levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT). O percurso é composto por quatro rodovias, BA-460, BR-242, TO-040 e TO-280. São cerca de 300 quilômetros e a maioria é considerada como ruim ou péssima.

Das quatro rodovias, duas ficam no Tocantins e são de responsabilidade estadual. As outras duas ficam no estado da Bahia, sendo uma federal e outra estadual.

O levantamento leva em conta as características da via, assim como a sinalização, estado da pavimentação e segurança, entre outros critérios.

O levantamento mostra também a situação das rodovias do Tocantins. Dos 3.519 km, apenas 92 km (2,6%) são considerados ótimos e 577 km (16,4%) são bons.

O estudo apontou que 1.800 km estão em situação regular (51,2%). Além disso, 524 km são ruins (14,9%) e 526 (14,9%) são péssimos.

As piores rodovias do estado são:

  • TO-335, entre Colinas do Tocantins e Palmeirante;
  • TO-020, entre Aparecida e Palmas;
  • TO-080, entre Palmas e Paraíso;
  • TO-040, entre Colinas e a divisa com a Bahia;
  • Canal foi aberto em rodovia e córrego transbordou na TO-080 — Foto: Divulgação

Outro lado

Sobre a situação das rodovias que integram o pior trecho do país, Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) informou que a TO-040 se encontra com processo licitatório para reconstrução da rodovia devido a severos defeitos na estrutura e no revestimento. Serão reconstruídos 70,20 km de Dianópolis/Novo Jardim/ Divisa TO-BA. Até a reconstrução a Ageto está fazendo a manutenção com operações tapa-buracos.

Em relação a TO-280, a Ageto informou que foram reconstruídos 99, 97 km nos trechos Natividade/São Valério/Entroncamento da BR-242. “De Natividade até Dianópolis onde termina a rodovia TO-280 a via se encontra em situação regular, mas há cerca de seis pontos com defeitos no revestimento. Entretanto, a Ageto está fazendo intervenções visando a trafegabilidade.”

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here