Cidades, Destaque

Travesti é presa suspeita de espancar e matar colega em Araguaína

Tyfanni Sandes Dutra é suspeita de envolvimento na morte de outra travesti em Araguaína, norte do Tocantins. Crime aconteceu em 2017 e uma terceira travesti também está presa pelo crime.

A Polícia Civil prendeu uma travesti suspeita de envolvimento em um assassinato em Araguaína, norte do Tocantins. Tyfanni Sandes Dutra foi detida na noite desta quinta-feira (12) em cumprimento a um mandado de prisão temporária. Ela é suspeita de ser uma das executoras das agressões contra a travesti Vitória Castro, de 36 anos, que morreu no hospital em 2017.

Tyfanni Sandes foi presa em Imperatriz (MA) por agentes da Delegacia de Homicídios e Delegacia Regional de Araguaína. O crime contra Vitória Castro aconteceu em abril do ano passado em uma esquina da cidade. Ela teria sido morta porque não aceitou fazer parte de um esquema de aliciamento.

Após ser presa no Maranhão, Tyfanni Sandes foi levada para uma delegacia de Imperatriz e colocada em uma cela. Ela deve ser transferida para o Tocantins nos próximos dias.

Uma terceira travesti, Kellyta Rodrigues de Sousa, foi presa em junho deste ano acusada de ser a mandante das agressões. Ela foi transferida para um presídio feminino após uma decisão da Justiça.

G1 Tocantins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.