Por: Clifton Morais-Freelance/Fotos: Sávio Cavalcante

As vacas Girolando  são conhecidas pela boa produtividade de leite.

Em Palmeirópolis, a Associação dos Produtores de Leite, (APLEITE), sempre realizam torneios para demonstrar o potencial desses animais.

Durante a programação da 7ª Expo não foi diferente. O torneiro leiteiro  movimentou o evento na cidade.

Segundo  o Presidente da Associação Joaquim Donizete Carvalho, esse já é o quarto ano que o torneio é realizado durante a Exposição. Ele explicou que, nessa última edição, foram sete participantes, seis de  Palmeirópolis e um de  São Salvador do Tocantins.

Foram duas pesagens no dia, acompanhadas pelos fiscais que atentos anotavam tudo.

Quem tem a maior pesagem de leite ganha o concurso. São duas pesagens, uma pela manhã e outra a tarde.  

“Cada produtor da associação leva seu animal para competir. Um dos  objetivos do torneio, também é fazer com que a comunidade conheça mais sobre o  animal  e vejam  a forma correta de fazer a ordenha”, complementou o presidente da associação. 

O evento também teve a parceria da  Prefeitura, do Sindicato Rural, Ruraltins, SEBRAE e Engie.

Vencedor do Torneio

Claudio Naves, tem vencido o torneio todos os anos em Palmeirópolis.

Claudio Rodrigues das Neves é produtor há 10 anos, ele foi o vencedor mais uma vez do torneio, sendo dois anos consecutivos.  Claudio explicou que comercializa o leite das vacas da propriedade, vendendo no laticínio local e todos os anos faz questão de participar do torneiro para mostrar o potencial que o animal tem.

“Geralmente o pessoal compra o animal para participar do torneio, nesse não, ao contrário, os  animais são de nossas propriedades, então tem um referencial muito importante. E o que mais vale também nesse torneiro é a interação uns com os outros”, finalizou.

“Todo leite que é arrecadado vai para o laticínio e depois será distribuído entre os próprios produtores”, relatou o Engenheiro Agrônomo Josimar Furlan que foi um dos coordenadores..

O Veterinário e um dos coordenadores do torneio, Lual Junqueira explicou que cada ano a genética dos animais tem melhorado, a quantidade de leite só aumentando.

Ele explicou que nessa última edição, foram sete participantes e todos receberam prêmios.

Lual disse que o Zootecnista Eurizan de Oliveira Barbosa Junior disponibilizou alguns alunos do Colégio Família Agrícola para contribuir com o torneio. 

Ainda segundo ele, a premiação o prefeito quis dar para todos. Sendo o primeiro lugar R$2000 e o último 100 reais. Os três primeiros colocados também receberam troféu patrocinado pelo SEBRAE. 

O torneio teve duração de três dias e os sete participantes receberam premiação.

Fotos abaixo: divulgação da equipe do torneio leiteiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here