Destaque

Taxista é feito refém e tem carro incendiado após criminosos se passarem por clientes

Homens armados ligaram para pedir uma corrida e aproveitaram para praticar o roubo. Eles abandonaram a vítima e fugiram com o carro, que foi queimado.

O taxista Wellington Neves Miranda, conhecido como Bil, de 47 anos, foi feito refém por pelo menos três criminosos em Gurupi, na noite desta quinta-feira (12). Eles se fingiram de clientes, chamaram o taxista para uma corrida e aproveitaram para praticar o crime. Largaram a vítima no meio do mato e na fuga queimaram o táxi.

A ação dos criminosos começou por volta da meia-noite. O taxista estava no ponto de táxi da rodoviária e recebeu a ligação. O destino era o setor União. Quando ele chegou ao local, foi rendido pelos homens que colocaram um capacete na vítima.

Em seguida, eles percorreram a BR-153, na zona rural de Cariri do Tocantins, onde o abandonaram em um matagal. Depois, voltaram para Gurupi.

Durante a madrugada desta sexta-feira, o motorista caminhou por quilômetros até alcançar um posto de combustível no município, onde ligou para a polícia avisando sobre o crime. Ele foi levado para a delegacia, sem ferimentos.

O veículo foi encontrado na manhã desta sexta-feira, no setor Atalaia, em Gurupi. A perícia esteve no local e a polícia agora investiga o caso. Os assaltantes levaram dinheiro do taxista.

G1 Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.