Três morrem e caminhonete fica destruída após bater de frente com caminhão

Acidente aconteceu entre Gurupi e Aliança do Tocantins, na região sul do estado. Três pessoas morreram e duas ficaram feridas na batida.

Uma caminhonete bateu de frente com um caminhão na tarde desta quinta-feira (18) entre Aliança e Gurupi, na região sul do estado. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o acidente deixou pelo três mortos e dois feridos. A batida aconteceu por volta das 15h na BR-153.

Os mortos foram identificados como José Ferreira da Cunha, de 40 anos; Maria da Conceição Santos Cunha, 63 anos e Antônio Ferreira da Cunha, de 65 anos. José Ferreira era o motorista da caminhonete e filho de Maria da Conceição e Antônio Ferreira. Os feridos são uma mulher de 24 anos e uma menina de cinco anos.

Todos estavam na caminhonete. O motorista do caminhão não ficou ferido. Segundo informações as vitimas estavam indo para uma festa de familia que aconteceria neste final de semana em Campinorte Goias. 

De acordo com os Bombeiros dois dos mortos estavam presos às ferragens e outro estava do lado de fora do veículo. As duas feridas estavam inconscientes. As feridas foram socorridas pelo Samu e Bombeiros e levadas para Gurupi. Ainda não há informações sobre as causas do acidente.

G1/TO

Caminhonete ficou destruída na batida (Foto: Débora Ciany/TV Anhanguera)

Três pessoas morrem e duas ficam feridas após acidente na BR-153

Motorista do carro perdeu controle da direção após desviar de outro veículo que realizava uma ultrapassagem em faixa contínua, causando a batida na moto. Acidente foi em Fortaleza do Tobocão.

Três pessoas morreram e duas ficaram feridas após uma motocicleta e um carro se chocarem no km 350 da BR-153, em Fortaleza do Tobocão, região central do Tocantins. O acidente aconteceu na tarde deste domingo (7).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do carro teria perdido o controle da direção após ser surpreendido por outro veículo que realizava uma ultrapassagem em faixa contínua. Para evitar bater de frente, o condutor desviou para o acostamento e acabou batendo no meio fio.

Ao perder o controle da direção, o carro invadiu a pista contrária causando a batida com a motocicleta. Após a colisão, os veículos capotaram e pararam fora da faixa de rolamento.

Conforme a PRF, na motocicleta estavam Belton Rosa Coelho, de 35 anos e João Pedro Silva Nascimento, de 19 anos. Os dois morreram no local.

Já no carro, estava Olenise Rosane de Castro, de 47 anos, que também morreu na hora. Além do motorista, de 42 anos, e uma adolescente de 13 anos. Eles ficaram feridos e foram levados para um hospital de Guaraí. 

G1 Tocantins.

Parentes suspeitam que três das vítimas do acidente em Mara Rosa sejam do Tocantins.

Reconhecimento de motoristas mortos em engavetamento será feito por DNA.

Parentes de caminhoneiros do Tocantins estão viajando para fazer o reconhecimento dos mortos em um engavetamento em Mara Rosa, norte de Goiás. O acidente envolveu nove veículos e deixou quatro pessoas carbonizadas. Por causa disso, o reconhecimento deve ser feito com exame de DNA. Segundo parentes, três das vítimas são do Tocantins.

Dois caminhoneiros seriam de Araguaína, no norte do Tocantins, e o outro de Paraíso do Tocantins. O acidente aconteceu na noite de sábado (7) na BR-153. A suspeita é de que o engavetamento foi causado após uma ultrapassagem irregular. Oito pessoas ficaram feridas e a pista chegou a ficar interditada por 20h. 

A suspeita dos parentes é que entre os mortos estejam os caminhoneiros Rafael Macedo de Fretas, José Francisco, conhecido como JF Guerreiro, e Arione Rodrigues de Araújo, o Alemão.

Os parentes reconheceram os veículos, mas apenas os laudos vão comprovar a identidade das vítimas. As amostras para o DNA devem ser colhidas no IML de Uruaçu.

“Ele estava há quase quatro anos na transportadora. Ia duas vezes por semana buscar verduras e voltava. Os três viajavam sempre juntos. A gente sabe que é ele por causa do veículo, mas estamos indo para lá amanhã, eu e minha Pfilha, para fazer o exame de DNA”, contou Regicleia Brito, mulher do Alemão. 

Um acidente com nove veículos deixou ao menos quatro pessoas mortas na BR-153, em Mara Rosa, região norte de Goiás. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão envolveu oito veículos de carga e um carro de passeio, que pegaram fogo logo em seguida. A pista está interditada nos dois sentidos.

As múltiplas batidas aconteceram na noite de sábado (7), por volta das 20h20. São cinco caminhões, três carretas e um carro pequeno. Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas foram carbonizadas. Todas elas eram ocupantes dos veículos pesados e ainda não foram identificadas.

Outras oito pessoas foram socorridas com ferimentos leves e atendidas no local. Elas não tiveram de ser encaminhadas para o hospital.

A PRF suspeita que o acidente foi causado depois que uma das carretas fez uma ultrapassagem proibida no local. Inicialmente, duas carretas se envolveram na batida. Em seguida, os outros veículos também foram colidindo.

Amostras para exame serão retiradas no IML de Uruaçu (GO).

Veículos ficaram completamente destruídos no acidente na BR-153, em Goiás (Foto: Divulgação/PRF)
 G1/TO

Três morrem e outros dois ficam feridos em acidente de carro

Os dois veículos, após a colisão, caíram em uma ribanceira, de acordo informações preliminares do Samu.

Um acidente envolvendo dois carros deixou três pessoas mortas e outras duas feridas, na manhã desta terça-feira (1º), na BR-251, em Salinas (MG). Os veículos, após a colisão, caíram em uma ribanceira, de acordo informações preliminares do Samu. Um corpo carbonizado foi encontrado em um dos automóveis.

No outro, relatou o G1, um homem e uma mulher ficaram presos às ferragens. No carro que não pegou fogo, uma vítima foi levada para o hospital em estado grave. Uma criança também teria sido encaminhada a uma unidade de saúde.

As idades das vítimas e as causas do acidente ainda não foram divulgadas. Também não há informações se a pista foi interditada.

Noticias ao Minuto

Sobe para três o número de assassinatos registrados em Palmas neste domingo

Todas as mortes ocorreram na região sul de Palmas. As vítimas são homens, que foram mortos a tiros no setor Taquari e nas quadras 1.004 e 1.206 Sul.

Subiu para três o número de assassinatos registrados em Palmas em um único dia. Todas as mortes ocorreram neste domingo (23), na região sul da capital. As vítimas são homens, sendo dois com idade de 18 e 24 anos. O outro não teve a idade revelada.

Segundo a Polícia Militar, o último homicídio aconteceu por volta das 19h, no setor Taquari. A vítima é um jovem de 24 anos. Testemunhas informaram aos políciais que um homem com roupa preta e usando capuz chegou a uma casa, onde funcionava uma “boca de fumo”, e chamou pelo jovem.

Quando ele saiu da residência, foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada e constatou a morte. A vítima tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas.

Outros casos

O outro homicídio aconteceu por volta das 3h da madrugada, na quadra 1.206 Sul. Os policiais militares foram informados pelo Sistema Integrado de Operações (SIOP) sobre disparos de arma de fogo próximo a um estabelecimento comercial.

Segundo a PM, ao chegarem ao local, a equipe se deparou com a vítima, homem, já caída ao solo. O Samu também esteve presente e constatou a morte no local. O corpo foi levado para o IML. Conforme a polícia, não houve testemunhas que presenciaram a ocorrência para dar mais informações.

Também foi registrado um homicídio à 00h18, na avenida NS-04, na quadra 1.004 Sul. Um jovem de 18 anos caminhava juntamente com a namorada quando um veículo se aproximou do casal. Os ocupantes atiraram contra o homem e fugiram em seguida.

Conforme a PM, o Samu foi acionado e constatou a morte no local. A perícia também esteve presente e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal. O jovem era conhecido por populares como traficante na região. A namorada dele não foi atingida.

G1/TO

Três ficam feridos após acidente entre carro e moto na GO-417

Corpo de Bombeiros precisou resgatar duas pessoas que ficaram presas às ferragens. O motociclista foi socorrido por terceiros que passavam pelo local.

Três homens, que não tiveram as identidades divulgadas, ficaram feridos após um acidente, neste domingo (2), entre um VW Gol e uma moto na GO-417, em São Luís de Montes Belos, no centro goiano. O Corpo de Bombeiros precisou resgatar duas vítimas que estavam no carro que estavam presas às ferragens.

A corporação informou que os dois feridos resgatados foram levados para o Hospital Geraldo Landó de São Luís de Montes Belos. Já o motociclista foi socorrido por terceiros que passavam na rodovia no momento da batida.

G1 tenta contato com o hospital, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informou que o VW Gol bateu na traseira da motocicleta, no entanto, não há informações o que causo a colisão. A corporação disse ainda que não foi preciso interditar a rodovia, já que os veículos saíram da pista. Ambos foram retirados do local poucas horas após o acidente.

Ainda segundo a PRE, não foi possível realizar teste do bafômetro nos condutores, porque ambos foram hospitalizados.

G1/GO