Bombeiros encontram corpo de jovem que desapareceu em rio no sul do estado

José Júnior Pereira Araújo, de 25 anos, havia desaparecido no fim de semana após mergulhar no Rio Javaés. Corpo foi encontrado boiando próximo ao local onde ele foi visto pela última vez.

Corpo de Bombeiros encontrou o corpo de José Júnior Pereira Araújo, de 25 anos, que havia desaparecido no fim de semana após mergulhar no Rio Javaés. O caso foi em Formoso do Araguaia, na região sul do estado. O jovem estava boiando próximo ao local onde ele foi visto pela última vez.

A perícia da Polícia Civil foi chamada para confirmar as causas da morte e o corpo de José Júnior deve ser levado para o Instituto Médico Legal de Gurupi. Ele estava na região do povoado do Capão do Coco.

As buscas pelo jovem começaram ainda no domingo e pararam durante a noite, sendo retomadas na manhã desta segunda-feira (9). Ele foi encontrado no começo da noite.

Também neste domingo, Ludmila Santana de Sousa, de 23 anos, teve parada cardiorrespiratória após se afogar na praia da Ponta em Araguatins, no norte do estado. Ela foi encontrada minutos depois por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Regional de Augustinópolis.

O Corpo de Bombeiros orienta os banhistas a não entrarem na água caso ingiram bebida alcoólica, pois a prática está relacionada a grande parte do número de afogamentos.

G1 Tocantins.

Homem é assassinado com tiros na cabeça no sul do Tocantins

Segundo a PM, o crime aconteceu no setor Jardim Medeiros, em Gurupi. Tiros atingiram a cabeça e a barriga da vítima que morreu no local.

Ivan Ferreira da Silva, 41 anos, foi assassinado a tiros na madrugada desta sexta-feira (18) em Gurupi, na região sul do Tocantins. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem foi atingido por três tiros por volta das 2h40, no setor Jardim Medeiros.

A polícia disse os dois suspeitos do crime estavam em uma motocicleta e usaram duas armas na execução. Dois tiros foram na cabeça e o terceiro atingiu a barriga da vítima. Ele morreu no local.

Os suspeitos fugiram e não foram presos. A perícia esteve no local e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Gurupi e depois liberado para a família.

 G1 Tocantins/

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Ponte entre São Salvador e Peixe no sul do Tocantins é destruída por incêndio

Estrutura era de madeira e ficava na TO-491. Ainda não há previsão de instalação de outra ponte no local.

Uma ponte de madeira no interior do Tocantins ficou destruída depois de ser incendiada na madrugada desta quinta-feira (3). A ponte fica na TO-491 entre os municípios de São Salvador do Tocantins e Peixe, no sul do estado. A suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso. A estrutura já estava com problemas estruturais antes do incêndio. 

A gerente de uma pousada na região, Deidiane Couto Amorim conta que ninguém tem informações de quem teria provocado o incêndio. “Ela estava em péssimas condições e nunca conseguimos solução, mas hoje fizeram isso. Tava ruim, mas agora piorou”, informou.

Ela disse ainda que agora os motoristas da região estão tendo que passar por um desvio de 90 km e que a empresa foi prejudicada, já que esse trecho era o que dava acesso às pousadas.

O site procurou a Agência Tocantinense de Transportes (Ageto) e aguarda um posicionamento.

G1 Tocantins

Ex-deputado federal Júnior Coimbra falece em acidente no Sul do Tocantins

O ex-deputado estadual e federal Júnior Coimbra faleceu no início da noite desta quinta-feira, 26, em um grave acidente ocorrido na região Sul do Tocantins. O veículo teria capotado na TO-070, entre os municípios de Sandolândia e Formoso do Araguaia, próximo ao povoado de Dorilândia.

Acompanhavam o ex-deputado, no mesmo veículo, o ex-secretário de Palmas Adir Gentil, o vereador de Palmas Tiago Andrino (PSB) e o coronel Ribamar. Todos participavam da caravana com apoiadores e correligionários da campanha do candidato ao governo do Estado pelo PSB, Carlos Amastha, iniciada na cidade de Talismã na manhã de hoje. Os eventos de campanha foram cancelados após o acidente.

Todos estavam em um veículo Pajero Dakar, do coronel Ribamar, que teria passado direto pelo trevo e em seguida capotado duas vezes. Conforme as informações apuradas pelo T1 Notícias, o ex-deputado estaria no banco do passageiro da frente e teria sido arremessado para fora do veículo.

Adir Gentil, coronel Ribamar e Tiago Andrino foram encaminhados ao Hospital de Formoso do Araguaia após o acidente. Os três não sofreram ferimentos e passam bem. Eles foram submetidos a exames apenas por precaução.

Ainda segundo apurado, o velório do ex-deputado acontece nesta sexta-feira, 27, em Palmas, na Assembleia Legislativa. A esposa do ex-deputado, a vereadora de Palmas Laudecy Coimbra recebeu a notícia do acidente em Brasília (DF), onde estava em viagem, e aguarda voo para retornar a Palmas.

O jornalista Raimundo Coimbra Júnior tinha 53 anos e era natural de Filadélfia (TO), mas cresceu em Itaporã do Tocantins. Júnior Coimbra, como é mais conhecido, formou-se em Comunicação Social, especificamente em jornalismo, pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) em 1988 e foi repórter esportivo de várias rádios naquele Estado. Sua carreira política teve início em 1989, quando voltou ao seu Estado natal.

No ano de 1992, elegeu-se prefeito de Itaporã do Tocantins e, em 1997, foi diretor-superintendente da antiga TV Palmas, a atual Redesat de Televisão.

Em 2000, Júnior Coimbra retorna à vida política como o vereador mais bem votado da Capital, Palmas, tendo, durante esse período, assumido também a Secretaria de Governo do município. Foi deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins e exerceu ainda o mandato de deputado federal na Câmara dos Deputados.

Foi secretário na gestão do ex-prefeito Amastha e se desincompatibilizou para disputar novamente nas eleições gerais deste ano.

Júnior Coimbra nasceu em 28 de março de 1965 e deixa sua esposa, Laudecy Coimbra, seus filhos Sandra, Larissa, Natália e Lucas, e um neto, Luis Alberto.

Pesar

Por meio de depoimentos nas redes sociais e notas, amigos, eleitores, conhecidos, admiradores do ex-deputado, políticos e autoridades lamentam profundamente o falecimento de Júnior Coimbra.

Deputado Jorge Frederico: “Foi com profundo pesar que recebi a notícia do falecimento do ex-deputado federal, Júnior Coimbra, ocorrida em um trágico acidente de trânsito, no começo da noite desta quinta-feira, 26. Político experiente, Júnior fez muito pelo estado do Tocantins, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal. Rogo a Deus para que seus familiares possam encontrar a paz necessária num momento de tanta tristeza”.

Marcelo Lelis: “Meus sentimentos à família, a Laudecy e aos filhos do amigo Junior Coimbra, independente de posições políticas nesse momento, convivemos juntos 8 anos na Assembleia e tínhamos uma relação de amizade. Que Deus o tenha”.

T1noticias

Pré-candidato a deputado estadual Wellington Lapeiro, intensifica visitas no sul e sudeste do Tocantins

O pré-candidato começou sua caminhada dia 14 de abril, em Conceição, percorreu por Gurupi, Jaú do Tocantins, Novo Horizonte, Palmeirópolis, Paranã, Povoado do Retiro e finaliza neste final de semana 21 em São Salvador.

No sentido de conseguir mais adesões a sua pré-candidatura rumo Assembleia Legislativa do Estado, durante esta semana o pré-candidato a deputado estadual, Wellington Lapeiro (Leto), esteve viajando em visitas a cidades do sul e sudeste do Tocantins aonde se reuniu com várias lideranças políticas, amigos de infância e conterrâneos, afim de conseguir apoio e mostrar algumas das suas inúmeras propostas de trabalhos que serão apresentadas no plenário da Assembleia Legislativa do Estado em prol do povo.

Em Palmeirópolis foi recebido pelo vereador Fábio Gonçalves, (a esquerda) e o educador físico Edilson Gonçalves.

Wellington Lapeiro é sangue novo na política tocantinense, mas autor de grandes ideias e projetos que irão ser apresentados para votação, onde a sua maioria, beneficiarão todas as classes do estado, mas principalmente, a classe mais humilde. Por onde esteve, suas propostas de trabalhos foram muitíssimas bem aceitas. 

Encontro emocionante com o Poeta José Milton de Morais Pessoa, grande amigo.

Ele disse a nossa equipe de reportagem que a idéia de entrar no meio politico partiu do Marlon Reis pelas redes sociais e pessoalmente. “O pré-candidato ao governo me fez o convite, eu nunca tinha pensado nisso antes, entrar na política, apesar de estar na veia da minha família. Meu compromisso não é o partido, mas a pessoas, quero poder fazer o melhor”, afirmou.   

Com amigos e lideranças políticas, dentre eles (da direira para esquerda), ex-vereador de Palmeirópolis Zé Adão, vereador Jamilton Guedes, Raimundo Maranhense e Machado a direita.

Conheça o perfil do pré-candidato a deputado estadual Wellington Lapeiro (Leto).

Um jovém de 45 anos, filho do primeiro prefeito do município de Palmeirópolis, Osvaldo de Souza Lima (Osvaldo Lapeiro) e professora Laudelice Milhomem, (família tradicional na região).

Seu Pai Osvaldo também foi prefeito de São Salvador do Tocantins onde reside até hoje. Com uma família de (4) irmãos, (Leto) é filiado ao partido REDE/SUSTENTABILIDADE e apoia o pré-candidato ao governo Márlon Reis.

Com Márlon Reis (REDE), pré-candidato ao governo do Tocantins

Hoje é funcionário Público estadual, concursado desde 1994. Trabalhou na Infraestrutura, ATR e AGETO. É graduado em educação física e pós-graduado em Gestão e segurança no trânsito.

Da redação

Mauro Carlesse antecipa mais de R$ 1,7 mi do Fundeb para municípios da região sul do TO

Os recursos estarão disponíveis nesta quinta-feira, 5.

Por determinação do governador em exercício do Tocantins, Mauro Carlesse, a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), encaminhou para o banco nesta quarta-feira, 4, ordem de pagamento no valor de R$ 1.763.210,02 para os municípios da região sul do Tocantins. 

A verba, que vinha sendo transferido pelo governo anterior somente no dia 10 de cada mês, é cota do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), parte que cabe ao Estado. Aos 139 municípios será pago ordem no valor de R$ 36.948.039,08.

A antecipação faz parte do plano determinado pelo governador em exercício Mauro Carlesse para colocar em dia todos os compromissos financeiros do Estado e está sendo possível graças aos esforços para aumentar a arrecadação e manter o equilíbrio das contas públicas.

“A nossa gestão é municipalista e não mediremos esforços para ajudar as prefeituras a honrarem as suas obrigações, porque para nós é prioridade seguir a Lei de Responsabilidade Fiscal [LRF]”, garantiu o governador em exercício Mauro Carlesse.

O valor repassado aos municípios resulta do montante arrecadado com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD).

Municípios Contemplados e Valores

Foram contemplados os seguintes municípios: Alvorada (R$ 114.475,34), Araguaçu (R$ 114.745,64), Cariri do Tocantins (R$ 63.206,48), Figueirópolis (R$ 57.233,24), Formoso do Araguaia (R$ 225.875,43), Gurupi: (R$ 707.332,99), Jaú do Tocantins (R$ 74.049,60), Palmeirópolis (R$ 101.447,64),  Peixe (R$ 156.013,31), Sandolândia (R$ 34.771,54), São Salvador do Tocantins (R$ 38.289,91), Sucupira (R$ 21.624,20), Talismã (R$ 54.144,70).

Jesuino Santana Jr/Governo do Tocantins

Caminhões bateram de frente na região sul do Tocantins

O acidente teria acontecido no fim da tarde deste sábado, 24, na BR 153 entre Oliveira de Fátima e Nova Rosalândia, na região sul do Estado.

Dois caminhões que seguiam em sentido contrário bateram de frente, na tarde deste sábado. Os dois veículos ficaram destruídos e foram parar do lado da pista. O caminhão carregado de abacaxi, ficou meio atravessado e a carga espalhada pelo acostamento e parte da pista teve que ser interditada. 

Até agora não se sabe quantidade de vítimas e a gravidade dos ferimentos. Equipes do Corpo de Bombeiro e Polícia Rodoviária Federal de Paraíso prestam atendimento.

Estamos acompanhando o caso.

Da redação/Foto Divulgação

Tocantins passa a bater de frente com ‘os grandes do Sul’

Produtores superam efeito “panela de pressão” do Cerrado e se aproximam de produtividade do Sul do País.

O Sul do país que se cuide. Com variedades mais adaptadas ao bioma de muito calor e umidade, a agricultura do Cerrado começa a tirar de alguns talhões de terra a mesma quantidade de sacas de soja das tradicionais áreas produtivas do Paraná e do Rio Grande do Sul.

“O solo aqui, apesar de ser arenoso, não deixa a desejar. Tem gente colhendo de algumas áreas até 78 sacas por hectare. Caprichou, produz mesmo”, diz o paulista de Votuporanga Claudevino Marques Pinheiro, de 69 anos, que há duas décadas se adapta às condições peculiares para a agricultura no Cerrado do norte do Tocantins. 

Produtividade do Tocantins está alcançando os níveis do Sul do Brasil.

Nesta safra, a chegada de mais variedades de soja de longo ciclo de crescimento coincidiu com períodos de chuvas regulares na região de Guaraí, onde foram cultivados 250 mil hectares da leguminosa.

Isso evitou o temido efeito “panela de pressão”, desconhecido em regiões de clima frio ou temperado, mas frequente visitante no verão do Tocantins. “Se tem umidade alta, mas não chove, o calor cozinha e mata as plantas. É o que a gente chama de escaldadura”, observa o agrônomo e produtor Rodrigo Marques Ferrari, de 28 anos, filho de gaúchos do município de Horizontina.

Ferrari acredita que a região vai ganhar muito com o “desembarque” de variedades de ciclo indeterminado. “Com essas sementes, o ciclo de crescimento pode se estender por até 80 dias, em vez de apenas 45 dias. Tive variedades precoces que pegaram quatro veranicos, ou seja, 46 dias sem chuva num ciclo de 105 dias. Se os talhões estivessem com material indeterminado, daria tempo de a soja se recuperar tranquilamente”. No entanto, para azar da família Ferrari, os talhões fustigados pelo clima tinham variedades comuns e a produtividade caiu para apenas 40 sacas por hectare.

Construção do solo

Para esse torcedor do Grêmio Porto-Alegrense que divide a lida no campo com o pai tricolor, mas tio e primos colorados, o jogo do agricultor no Cerrado é entender a dinâmica diferenciada do bioma e preparar a terra para resistir aos inevitáveis veranicos escaldantes.

“O pessoal está investindo bastante no perfil do solo. O Paraná há décadas vem enriquecendo a terra com fertilizantes, calcário e palhada do plantio direto, por isso alcança produtividades tão altas. Aqui estamos aprendendo a fazer o mesmo, cultivando milheto na segunda safra para ciclar os nutrientes e formar palhada, além de adicionar adubo, gesso e calcário. A cada ano melhora”, assegura Ferrari.

Quando a reportagem do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo chegou à propriedade do seu Claudevino Pinheiro, ele estava escarificando o solo da soja recém-colhida e semeando milheto.

Os produtores vêm descobrindo que a escarificação é fundamental para diminuir a presença de nematoides e quebrar a compactação do solo cascalhado provocada pelo próprio calor. E isso se traduz em números. “Se escarificar e fizer palhada, dá em média 5 sacas a mais de produtividade por hectare”, conta Pinheiro. Mesma conta faz Rodrigo Ferrari.

A exemplo do que a Expedição Safra constatou no sul do Tocantins, no norte do estado a previsão também é de uma safra excepcional. No ciclo 2016/2017 a produtividade média na macrorregião de Guaraí foi de 45 sacas por hectare. Nesta temporada devem ser agregadas mais 10 sacas por hectare, chegando a uma média de 55 sacas.

Filho e pai, os produtores Rodrigo e Vanderlei Ferrari.

Rodrigo Ferrari e o pai, Vanderlei, já colheram 70% da área de 840 hectares de soja e vão aguardar ainda mais dois meses para ceifar 140 hectares do milho plantado em dezembro. O clima, tão favorável na região, pregou uma peça nos gaúchos. “Dava para ver as mangueiras de chuva passar a dois quilômetros da propriedade, mas elas não caíam sobre a nossa lavoura. Fomos premiados. Isso derrubou nossa produtividade, que deve fechar em 50 sacas de soja por hectare”, lamenta-se Rodrigo.

O vizinho que recebeu a chuva que passou ao largo dos Ferrari foi justamente seu Claudevino, que calcula que vai alcançar média de mais de 60 sacas por hectare.

Consultor de produtores da região, o agrônomo Luiz Antonio Menezes Gonzaga tem certeza que a produtividade vai aumentar, mas ainda não arrisca um palpite. O que ele sabe é que a agricultura seguirá abrindo novas áreas. Segundo Gonzaga, no entorno de Guaraí (Pedro Afonso, Itapirama, Santa Maria, Bom Jesus, Palmeirante, Darcinópolis, Barrado Ouro, Vanderlândia, Santa Fé do Araguaia e Goiatins, entre outros municípios) existem ainda 300 mil hectares para serem integrados à produção – 200 mil de cerrado nativo e 100 mil de pastagens degradadas.

Contramarchas

À exceção dos dois últimos anos – “quando deu uma travada” – a expansão da agricultura no Norte do Tocantins se dá a um ritmo de 5% a 8% ao ano. Mas há marchas e contramarchas. “Tem muita gente das terras mais arenosas migrando para a pecuária e alguns estão experimentando fazer integração lavoura-pecuária”, aponta Gonzaga.

Não resta dúvidas de que o Cerrado é uma terra de oportunidades para a agricultura. O operador da colheitadeira dos Ferrari, por exemplo, é um paranaense de Fênix, perto de Maringá, que está há 14 anos no Tocantins. Juliano Marangoni já comprou, junto com o pai, 553 hectares na região. “Vamos começar com pecuária, cultivar o pasto e melhorar o solo. Talvez depois a gente vá para a soja. Ir direto para a agricultura exige um capital muito alto”, diz Marangoni.

Como se vê, os grãos desafiam os bois como melhor atividade econômica nesta região em que 35% das terras têm de ser preservadas como Reserva Legal, por lei, além das áreas de preservação permanente. O que não se discute são as vantagens logísticas do Cerrado do norte do Tocantins.

A soja viaja no máximo 450 km de caminhão. Os outros 800 km são percorridos em trilhos de Ferrovia Norte-Sul até o porto de São Luiz, no Maranhão.

Nesta sexta-feira a Expedição Safra da Gazeta do Povo segue subindo o mapa do país, na etapa Matopiba, desta vez rumo a Balsas, no Maranhão, e Serra do Quilombo, no Piauí.

Daniel Caron/Gazeta do Povo

Jovem colombiano é assassinado a tiros em bar no sul do Tocantins

Testemunhas disseram que o rapaz seria agiota e estaria entregando dinheiro a um cliente, mas a versão ainda é investigada pela polícia. Jhowin Holguin Rodrigues, de 20 anos, morreu no local.

O jovem Jhowin Holguin Rodrigues, de 20 anos, foi assassinado a tiros em um bar no setor Vila Nova, em Gurupi.

O rapaz é da Colômbia e começou a frequentar o local há cerca de um mês, de acordo com o proprietário. O crime foi no final da tarde desta quarta-feira (21).

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz chegou ao bar em uma motocicleta e pediu um refrigerante enquanto esperava outra pessoa.

Não há informações sobre como o atirador chegou ao local ou se ele chegou a conversar com a vítima. Os tiros atingiram a barriga e as costas de Rodrigues. Ele morreu no local.

Testemunhas disseram à Polícia Militar que o rapaz estaria entregando dinheiro para um cliente no local e que agia como agiota na cidade.

A história ainda não foi confirmada, mas o caso será investigado pela Polícia Civil. Ainda não há suspeitos para o crime.

G1 Tocantins

Ministro dos Transportes virá ao Tocantins inaugurar obras nas regiões Sul e Sudeste do Estado

Inauguração de obras no Tocantins.
 
Após gestão do Senador Vicentinho Alves (PR/TO) e do Deputado Federal Vicentinho Júnior (PR/TO) junto ao Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes e do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (DNIT), será inaugurada no dia 16 de março, com a presença do ministro Maurício Quintella:
– A Travessia Urbana na BR-242 em Formoso do Araguaia-TO, com 4,5km de extensão, no valor de R$ 11.429.573,60;
– Início das Obras de Pavimentação do Lote 5 da BR-242 – Trecho: Rio Palma – Taguatinga, com extensão de 59,7km, no valor total de R$ 78.567.389,87;
Já foram executados serviços no valor de R$ 27.867.978, 21 e serão executados em 2018 o valor de R$ 40.112.352,00;
 
”É com satisfação que vemos o nosso trabalho em Brasília virar uma realidade no Tocantins e gerar benefícios para a população. As obras da BR – 242 estavam paralisadas há 10 anos e com o nosso empenho e compromisso firmado com o Ministério dos Transportes foram retomadas há 2 anos e meio e agora finalizadas”, comemoram o senador Vicentinho Alves e o Deputado Federal Vicentinho Júnior.
SERVIÇO:
DATA: 16/03/2018
HORÁRIO: 09:00
LOCAL: Câmara de Vereadores de Formoso do Araguaia-TO
ASSUNTO: Inauguração da Travessia Urbana na BR-242.
HORÁRIO: 14:00
LOCAL: Colégio Estadual Professor Aureliano / Taguatinga-TO
ASSUNTOS: Início das Obras de Pavimentação do Lote 5 da BR-242 – Trecho: Rio Palma – Taguatinga.
Rachel Dourado/Ascom