Jovem é preso suspeito de acessar dados de servidor pelo portal da transparência e usá-los para fazer compras

Após localizar suspeito, a vítima marcou encontro com ele. A polícia foi junto e prendeu o criminoso em flagrante.

Iury Junior Sousa, de 22 anos foi preso nesta quinta-feira em Palmas, suspeito de estelionato. Segundo a Polícia Civil, ele acessou o portal da transparência do estado e pegou os dados de um servidor. Com as informações criou um e-mail falso e se cadastrou em um site compras.

Em um só dia ele fez compras em lojas de Palmas no valor de R$ 3 mil. Aquiriu móveis, óculos, roteador e até ingressos no valor de R$ 400 cada para uma festa no sul do estado.

A vítima, um bombeiro militar, recebeu uma ligação do banco informando sobre os altos gastos feitos em algumas horas. Com a ajuda de funcionários, o servidor rastreou o suspeito e conseguiu localizá-lo.

A vítima marcou um encontro com o suspeito dizendo que queria saber o que aconteceu. A polícia foi junto e prendeu o golpista em flagrante. Sousa confessou o crime e está preso na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Corpo de servidor da Adapec é encontrado em estado de decomposição dentro de casa em Palmas

Um servidor da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) foi encontrado morto dentro de casa nesta terça-feira, 27, na quadra 1005 sul, em Palmas.

Segundo as informações do órgão, Wagner Sundfeld de 58 anos era engenheiro agrônomo e inspetor de defesa agropecuária.

A Polícia Militar informou que o corpo do servidor foi encontrado em estado avançado de decomposição.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Palmas (IML) e as causas da morte ainda serão apuradas.

Um laudo deve sair nos próximos dias apontando o que de fato aconteceu.

Em nota, a Adapec lamentou o ocorrido e informou que Sundfeld era natural de Araraquara (SP) e tinha dois filhos. e servidor do órgão desde 1999.

Contribuiu com projetos na área vegetal sendo diretor técnico entre 2004 e 2006. Depois, foi Delegado Regional da Adapec. Atualmente era inspetor de defesa agropecuária.

Servidor do Estado, esposa e filho morrem em acidente em rodovia no Maranhão

Luís Martins de Melo Junior atuava como técnico de enfermagem no Hospital Regional de Araguaína.

O técnico em enfermagem e servidor público do governo do Tocantins Luís Martins de Melo Junior, de 40 anos, faleceu ontem, 13, em um grave acidente ocorrido a 30 km da cidade de Carolina, no Maranhão, por volta das 16 horas.

O veículo Celta, com cinco ocupantes, bateu no corrimão da ponte e caiu no Ribeirão Cipó.

No acidente ainda faleceram Maria de Jesus de Sousa, de 27 anos, esposa de Luís, e o filho do casal, Mateus Sousa de Melo, de 12 anos.

Uma mulher e um bebê foram levados feridos para o Hospital Municipal de Carolina, de onde devem ser encaminhados para a atendimento especializado em Araguaína.

Conforme a Polícia de Carolina, o motorista pode ter perdido o controle da direção do veículo ao entrar na ponte. As vítimas seguiam da cidade de Loreto (MA) retornando para Araguaína, onde moravam.

Luís atuava como técnico de enfermagem no Hospital Regional de Araguaína.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) manifestou pesar pelo falecimento do servidor, que “deixa um legado de dedicação e boas práticas dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). A SES expressa seus sinceros sentimentos aos familiares a amigos neste momento de dor”.

Temer: reforma protegerá pobres e cortará regalias do servidor público

Em discurso durante o prêmio Brasileiros do Ano, presidente também disse haver informações equivocadas sobre a mudança no sistema previdenciário, mas evitou detalhar o assunto.

Opresidente Michel Temer defendeu a necessidade da aprovação da reforma da Previdência, durante o Prêmio Brasileiros do Ano 2017, da Revista Istoé

Temer disse que, em seu governo, a inflação e os juros caíram e algumas reformas foram aprovadas, mas destacou a importância da reforma da Previdência, no momento em que não teria os votos necessários para sua aprovação.

“A reforma da Previdência, na verdade, visa precisamente a combater os privilégios. Porque, na verdade, o que a reforma da Previdência faz é proteger os pobres que, na verdade, pagam pelos que ganham muito no serviço público. A ideia da igualdade é a força motriz da reforma da Previdência”, defendeu o presidente.

Segundo o portal G1, Temer também disse em seu discurso haver informações equivocadas sobre a mudança no sistema previdenciário, usando como exemplo a exigência dos 65 anos para se aposentar. “Valeria a pena, talvez, dizer que, na verdade, hoje se aposenta o homem com 55 anos e a mulher, com 53. E que ao longo de 20 anos é que se vai atingir a idade limite de 60 anos”, afirmou.

Logo em seguida, no entanto, Temer deixou de detalhar o assunto e disse que “não vale a pena tratar desses temas”, para voltar a falar da premiação.

Noticias ao Minuto

Juiz bloqueia bens de servidor suspeito de usar caminhão da prefeitura para levar cerveja para pescaria

Segundo a denúncia, fotos mostram quando ex-vereador, que dirigia o veículo, entrega bebida ao grupo, composto por controlador interno da prefeitura e amigos.

O juiz Pedro Henrique Dias determinou na sexta-feira (28) o bloqueio de bens do controlador interno de Damianópolis, Júlio Gomes Barbosa Netto, do ex-vereador e motorista Zeferino Correia Paes, e do empresário Edmar Passos Sena pela suspeita de usar um caminhão da prefeitura para transportar caixas de cerveja para uma pescaria. O valor bloqueado é de R$ 101.666,66 para cada um.

O G1 tenta contato com os acusados e com a Prefeitura de Damianópolis, mas as ligações não foram atendidas.

O magistrado defende que a indisponibilidade dos bens é necessária para garantir o ressarcimento aos cofres públicos, caso as práticas sejam comprovadas. Na decisão, ele destaca que grande parte da população de Damianópolis “não tem acesso aos serviços públicos essenciais. Razão pela qual urge que o dinheiro público seja utilizado de maneira responsável ”.

Ação

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO), a pescaria ocorreu entre 7 e 13 de maio, no Rio Araguaia. Autor da ação, o promotor de Justiça Douglas Chegury afirma que um dia antes do início da excursão, o empresário entrou em contato com o ex-vereador, que estava em Goiânia com um caminhão do município.

Na ocasião, Sena pediu a Paes que transportasse as 110 caixas de bebida que havia adquirido em Goiânia até Abadiânia, cidade do Entorno do Distrito Federal onde a comitiva o encontraria.

Conforme o combinado, Paes levou a bebida para o grupo. Segundo o MP-GO, integrantes da excursão tiraram fotos do momento da entrega da cerveja e ainda publicaram em redes sociais.

“Por isso, foi possível identificar o caminhão utilizado como sendo de propriedade do município”, explicou o promotor. 

Chegury apurou que um dos participantes indagou ao controlador interno de Damianópolis se não haveria problema por terem utilizado para o transporte o caminhão do município. Segundo o processo, Netto respondeu que “não tinha nada a ver, que não dava nada”.

O promotor ressalta que investiga o motivo de o ex-vereador estar com um veículo da prefeitura em Goiânia, pois ele não é motorista do município e apenas loca um caminhão-pipa para administração. O mandato de Paes foi entre 2009 e 2012, pelo PDT.

A promotoria pede que os acusados sejam condenados por improbidade administrativa, pois causaram “ dano ao patrimônio público municipal, enriquecimento ilícito e violação expressa a princípios constitucionais”.

“O ato deles foi altamente reprovável, totalmente ilegal, imoral. É uma demonstração de que as pessoas confundem o público com o privado. Vamos combater veementemente este tipo de postura. Não justifica usar algo do povo para atender a pescaria de empresários. Deveria estar atendendo pessoas humildes”, destacou Chegury ao G1.

Caso o magistrado acate os pedidos do MP-GO, o trio pode ter suspensos os direitos políticos, a perda do cargo público, a proibição de contratar com a administração, além de multa civil.

G1/GO