Com saída de Dimas, senador Vicentinho anuncia candidatura para eleições diretas

O senador declarou candidatura ao pleito após o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, do mesmo partido, confirmar que não concorrerá.

Após a desistência do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (PR), que até então era o pré-candidato do PR às eleições deste ano, de disputar as eleições diretas e as gerais, o senador Vicentinho Alves (PR) anunciou, na manhã desta quarta-feira, 4, que concorrerá ao pleito pela vaga de governador do Tocantins.

O lançamento da pré-candidatura de Vicentinho ao governo acontece na próxima segunda-feira, 9, às 19h, no Centro de Convenções Comandante Vicentão, no município de Porto Nacional.

De acordo com a assessoria do senador, desde ontem Vicentinho participa de reuniões internas com o partido, parlamentares e aliados políticos para definir detalhes referentes à candidatura e por esta razão ainda não pôde se pronunciar diretamente sobre o assunto.

Entenda

Em nota enviada à imprensa na noite de ontem, 3, Dimas confirmou que não vai renunciar ao cargo de prefeito e, portanto, não vai disputar as eleições este ano, nem as diretas e nem as gerais. Dimas também lamentou o que ele apontou como “falta de respaldo partidário”, se referindo ao seu partido. “Infelizmente, aquilo que se colocou para nós mudou radicalmente por interesses que não foram os mais nobres”, frisou o gestor.

Senador Vicentinho Alves Emite Nota devido a matéria veiculada na imprensa

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em resposta à veiculação de matéria pelo portal “AF Notícias” e pelo blog do “Luiz Armando Costa” acerca de investigação da Procuradoria-Geral da República sobre decisões adotadas pelo Primeiro Secretário do Senado Federal, Senador Vicentinho Alves, durante a gestão 2015/2016 da Mesa Diretora do Senado Federal, cumpre prestar os seguintes esclarecimentos:

Em primeiro lugar, causa estranheza, conforme a própria matéria aborda, que a apresentação de denúncia de suposta irregularidade tenha partido do Procurador Federal Mário Lúcio Avelar, lotado em Goiás e que, sabidamente, possui pretensões políticas no Estado do Tocantins, estado onde já teve filiação partidária e onde já manifestou publicamente o desejo de concorrer a cargos eletivos. Causa, igualmente, estranheza que, embora a denúncia tenha sido encaminhada pelo Procurador em 23 de junho de 2016, os pedidos de esclarecimentos só tenham sido encaminhados ao Senado Federal pelo ex-Procurador-Geral da República Rodrigo Janot em 12 de setembro de 2017, ou seja, após o término da gestão do Senador Vicentinho Alves frente à Primeira Secretaria do Senado Federal.

Em respeito à Procuradoria-Geral da República, que solicitou esclarecimentos por intermédio dos procedimentos extrajudiciais nºs 1.00.000.010105/2016-97 e 100.000.010537/2016-06 no prazo de 20 dias, a Advocacia-Geral do Senado Federal apresentou, dentro do exíguo prazo concedido, todos os esclarecimentos solicitados pela PGR, comprovando que as decisões do Primeiro Secretário foram baseadas em “robusta argumentação jurídica”.

Após análise dos esclarecimentos enviados pela Advocacia-Geral do Senado Federal, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, determinou o arquivamento dos autos pela “ausência de justa causa a ensejar medidas investigativas”, conforme Decisão nº 172/2018, de 15 de fevereiro de 2018 (cópia anexa).

É importante ressaltar que a gestão da Mesa Diretora do Senado Federal 2015/2016 obteve reconhecimento dos órgãos de controle externo, CGU e TCU, quanto à transparência e às boas práticas administrativas adotadas, especialmente no que diz respeito aos contratos, tendo sido o Senado Federal inclusive dispensado pelo Tribunal de Contas da União de apresentar, relativamente ao ano de 2016, documentos complementares ao relatório de auditoria.

Brasília, 02 de abril de 2018

Senador Vicentinho Alves recebe Mérito Sindepol na comemoração dos 74 anos da Polícia Federal

O parlamentar Vicentinho Alves foi o único Senador condecorado com o Mérito Sindepol conferida às personalidades e instituições que contribuem para a realização da missão da PF.

O senador Vicentinho Alves (PR/TO) foi homenageado na comemoração dos 74 anos da Polícia Federal, celebrados nesta quarta-feira (28/03), em evento realizado pelo Sindicato dos Delegados da Polícia Federal (Sindepol), no Espaço da Corte.

“Divido essa homenagem com Deus e com o povo tocantinense, que me fizeram chegar até aqui na condição de Senador da República, onde tenho procurado servir ao Tocantins e ao Brasil”, agradeceu.

Ascom Vicentinho Alves

Senador Vicentinho Alves anuncia o pagamento de R$ 2,4 mi para a Saúde do Tocantins

O Senador Vicentinho Alves (PR/TO) anunciou o pagamento de emendas impositivas, por meio do Ministério da Saúde, para 19 municípios do Estado do Tocantins, na aquisição de equipamentos e custeio nos postos de saúde, no valor total de R$ 2.432.547,00. 

Confira:

Ananás 2017NE458821405 2018OB816599 Equipamento 150.000,00
Aurora do Tocantins 2017NE488805405 2018OB815401 Equipamento 91.200,00
Babaçulândia 2017NE472466405 2018OB816311 Equipamento 54.350,00
Babaçulândia 2017NE476954405 2018OB815281 Equipamento 45.510,00
Barrolândia 2017NE489164405 2018OB814168 Custeio 80.000,00
Brejinho de Nazaré 2017NE476958405 2018OB815281 Equipamento 149.890,00
Caseara 2017NE458853405 2018OB816543 Equipamento 200.000,00
Chapada Natividade 2017NE458886405 2018OB816168 Equipamento 9.840,00
Chapada Natividade 2017NE463675405 2018OB816377 Equipamento 190.000,00
Fátima 2017NE458877405 2018NE816311 Equipamento 84.000,00
Fátima 2017NE469777405 2018OB816544 Equipamento 116.000,00
Miranorte 2017NE488802405 2018OB815401 Equipamento 150.000,00
Oliveira de Fátima 2017NE463657405 2018OB814967 Equipamento 187.990,00
Paranã 2017NE458880405 2018OB816295 Equipamento 33.415,00
Ponte Alta Bom Jesus 2017NE458818405 2018OB816544 Equipamento 149.680,00
Rio Sono 2017NE488811405 2018OB815401 Equipamento 116.000,00
Sampaio 2017NE484211405 2018OB815401 Equipamento 118.200,00
Sampaio 2017NE463648405 2018OB814967 Equipamento 46.472,00
Santa Tereza 2017NE469779405 2018OB816599 Equipamento 150.000,00
São Salvador 2017NE463668405 2018OB815534 Equipamento 150.000,00
Sítio Novo 2017NE458893405 2018OB816599 Equipamento 150.000,00
Xambioá 2017NE490400405 2018OB815401 Equipamento 10.000,00
TOTAL 2.432.547,00

“A verba de R$ 2,4 mi dará mais agilidade nos exames realizados pela rede pública de saúde. Com a aquisição dos equipamentos e custeios para os postos de atendimento dos municípios, teremos mais qualidade de vida, uma das nossas prioridades do mandato”, afirma Vicentinho Alves.

Ascom senador Vicentinho

 

 

Senador Ataídes visitou Palmeirópolis e o Sudeste em pré-campanha ao governo do estado

O pré-candidato ao governo do Tocantins e senador da República Ataídes Oliveira (PSDB) visitou cidades do interior do estado.

Esta foi a quinta etapa de visitas pelo Estado levando a proposta do “Pacto pelo Tocantins”.

Senador Ataídes visitou a região sudeste durante a semana.

Novo Jardim, Ponte Alta do Bom Jesus, Taguatinga, Arraias, Natividade, Paranã e Palmeirópolis foram a cidades visitadas na região sudeste.

Na sexta-feira à tarde ele visitou obras em Palmeirópolis, acompanhado pelo prefeito Fábio Vaz e os vereadores Fábio Gonçalves, Hildene Tokio, Divino Hisidoro, Nilson Rodrigues, o ex-prefeito de Almas Leonardo Cintra e o empresario educador físico Richart Jr. Barbosa.

Vereador Nilson Rodrigues, faz parte da base do partido (PSDB) e representante do senador no município de Palmeirópolis.

Nilson Rodrigues acompanhou de perto o andamento das obras do hospital de Palmeirópolis, com o recurso de R$ 500 mil reais que ajudou a conquistar, junto à Ataídes.

O senador tucano conseguiu a liberação de R$ 500 mil para reforma do Hospital Municipal Francisco Macedo, R$ 500 mil para obras de pavimentação asfáltica do setor Domingos Parião e R$ 100 mil para custeio de materiais hospitalares. 

Em breve esta unidade vai atender as demandas de saúde dos moradores de Palmeirópolis e região.

O prefeito Fábio Vaz, agradeceu as emendas destinadas ao município de Palmeirópolis.

Durante a noite marcou presença no auditório da Câmara Municipal de Palmeirópolis.

“A receptividade tem sido muito boa por onde passamos. Conversamos com líderes políticos e ouvimos as dificuldades de seus municípios”, avaliou Ataídes.

“Agradeço a recepção calorosa do povo de Palmeirópolis! É sempre gratificante ouvir as pessoas e discutir de maneira conjunta possíveis soluções para os problemas do Estado”, ressaltou.

O evento foi marcado pela presença de lideranças políticas como: Prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz, primeira dama Ana Paula Vaz, vice-prefeita Josemir Bastos, ex-prefeito de Almas Leonardo Cintra, vereadores, secretários e servidores em geral.

Da redação/MN

Senador Vicentinho Alves solicita ao Ministro das Cidades a construção de casas nas aldeias indígenas do Tocantins

Essa triste realidade atinge, sobretudo, os indígenas idosos e crianças, que não tem como se abrigar com segurança. 
O Senador Vicentinho Alves (PR/TO) solicitou em audiência nesta quarta, 21, com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a destinação de recursos para a construção de casas nas aldeias indígenas, localizadas nos municípios do Tocantins.  
A reunião contou com a presença do prefeito em exercício de Tocantínia, Nilo Cavalcante, da prefeita de Sandolândia, Silvinha e do secretário – executivo da Associação Tocantinense de Municípios  (ATM), Jailton Bezerra. 
As características da vegetação predominante no Estado do Tocantins, que é o cerrado, favorecem a propagação de incêndios na época da seca, que se espalham com grande facilidade uma vez q as coberturas de palha das residências indígenas são de fácil combustão. 
Essa triste realidade atinge, sobretudo, os indígenas idosos e crianças, que não tem como se abrigar com segurança. 
“A construção de habitações com cobertura de telha, mas que preservem a tradição e a cultura indígenas, reduzirá significativamente essas ocorrências, garantindo maior conforto e segurança para essas comunidades”, afirmou o Senador Vicentinho Alves.
Ascom Senador Vicentinho Alves

Padrasto é preso suspeito de estuprar e engravidar enteada de 12 anos em Goiás

Segundo a PM, crime foi descoberto pela mãe da vítima devido às mudanças no corpo da menina.

Um homem de 30 anos foi preso suspeito de estuprar a enteada, de 12 anos, em Senador Canedo. Segundo a polícia, a adolescente está grávida dele. A hipótese é que os abusos aconteciam há mais de um ano.

A Polícia Militar informou que o homem morava com a mãe da vítima na Região Metropolitana de Goiânia. O crime só foi descoberto após a mãe perceber as mudanças no corpo da menina devido à gestação.

Pressionada, ela relatou os abusos que aconteciam dentro da casa. “Ela contou que foi seduzida por ele e ficou mantendo esse relacionamento durante esse período, mas como é criança, não tem como se posicionar”, disse o tenente Daniel Resende.

De acordo com a PM, quando a mãe da vítima descobriu o crime, expulsou o suspeito de casa. Porém, o homem ainda a ameaçava. A polícia, então, foi acionada. O suspeito foi encontrado próximo à residência da adolescente e disse que estava tentando uma reconciliação com a mãe.

A corporação disse que o suspeito confessou o crime. “Ele disse que morava com a mãe, mas que com o tempo, começou a se envolver com a filha, se sentir atraído por ela. Ele fala com uma certa naturalidade, como se fosse algo normal”, disse o tenente da PM.

Ele foi levado para a Delegacia da Mulher de Goiânia e autuado por estupro de vulnerável.

 G1 Goiás

Mãe é presa suspeita de torturar o filho em Goiás

Segundo Rotam, mulher, de 31 anos, espancou garoto, de 8, com corda pelo fato dele ser ‘levado e teimoso’. Criança foi entregue ao Conselho Tutelar.

Uma mulher de 31 anos foi presa suspeita de torturar o próprio filho, de 8, em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia. Segundo a equipe das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana (Rotam) que fez a detenção, a mãe alegou que espancou a criança com uma corda porque ele estava muito “teimoso e levado”.

O crime foi cometido na manhã de domingo (11). De acordo com o tenente João Rosa Soares Júnior, a corporação chegou até a mulher depois que um vídeo do menino agredido, feito pela própria mulher e enviado ao pai do garoto, começou a repercutir nas redes sociais.

“Nós conseguimos encontrar a residência a noite [de domingo] e, em entrevista, ela confessou o crime, alegando que o menino estava teimoso e que queria dar um corretivo nele”, disse o policial.

O menino apresentava hematomas e marcas na costas, peito, braços e pescoço. De acordo com João Júnior, o pai da criança mora em Tocantins. O garoto vive com a mãe, o padrasto e mais cinco irmãos.

A vítima está aos cuidados do Conselho Tutelar de Senador Canedo. Já a mulher está detida na delegacia de Senador Canedo.

G1/GO

Irmã de Aécio joga ‘culpa’ para o senador e pede para ser solta

A defesa de Andrea quer que a prisão preventiva seja convertida em medidas alternativas.

Andrea Neves, irmã do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) foi presa preventivamente em razão da delação de executivos do frigorífico JBS e agora pede para o Supremo Tribunal Federal (STF) revogar a sua prisão. A defesa de Andrea quer que a prisão preventiva seja convertida em medidas alternativas. Marcelo Leonardo, advogado de Andrea Neves, alega que a cliente não tem participação nos supostos crimes e atribui a responsabilidade ao irmão dela, Aécio.

“O pedido do PGR (procruador-geral da República, Rodrigo Janot), e a decisão agravada (do ministro do STF, Edson Fachin), em verdade, apontam razões que, se existentes, poderiam ser aplicadas para a pessoa física do senador Aécio Neves, nunca para sua irmã Andrea, residente na região de Belo Horizonte e sem qualquer ação política pessoal”, argumentou o advogado.

Em outro trecho do documento apresentado pela defesa de Andrea, o advogado cita que “a jurisprudência dos Tribunais Superiores rejeita a tentativa de justificar prisão preventiva de uma pessoa com fundamentos aplicáveis a outra, por violação do princípio pessoalidade da responsabilidade penal, do qual decorre a imperiosa necessidade de individualização da fundamentação da prisão preventiva”.

Como destaca o jornal O Globo, o ministro do STF Edson Fachin autorizou na última quinta-feira, uma operação deflagrada pela Polícia Federal que prendeu várias pessoas, entre elas Andreia.

Aécio Neves não foi preso mas também é um dos citados na delação de Joesley Batista. Em uma gravação feita pelo empresário da JBS, Aécio aparece pedindo R$ 2 milhões ao dono da empresa, sob a justificativa de que precisava da quantia para pagar despesas com sua defesa na Lava Jato.

A investigação indica que Andrea teria sido a responsável pela primeira abordagem ao empresário Joesley Batista, por telefone e via WhatsApp. No entanto, a defesa da irmã de Aécio afirma que ela nunca participou de questões financeiras das campanhas de Aécio, como arrecadação de recursos.

“O único e isolado episódio que teve participação de Andrea Neves foi a sua conversa com o delator premiadíssimo Joesley, pessoa que até então ela não conhecia, como reconhecido pelo mesmo, quando lhe fez a solicitação de ajuda para custeio de despesas lícitas, mediante a oferta do imóvel de sua mãe, que foi recusada pelo delator premiadíssimo Joesley, que preferiu conversar, diretamente, com o senador Aécio Neves, cujo encontro foi marcado, com conhecimento de Andrea, a qual não teve mais nenhuma participação nos fatos, tendo cessado sua intervenção neste ponto”, diz trecho do pedido da defesa de Andrea.

Noticias ao Minuto