Caminhonete de prefeitura capota, cai de viaduto e vai parar em trilhos no Tocantins

Enfermeira foi socorrida com punho quebrado e levada ao Hospital Regional de Araguaína, motorista teve ferimentos leves. Veículo é da Secretaria de Saúde de Babaçulândia.

Amastha deixa a prefeitura por 40 dias e reafirma que vai disputar governo

Prefeito de Palmas vai assumir de forma interina a Frente Nacional dos Prefeitos. Durante coletiva, ele anunciou medidas para 2018 e disse que vai renunciar no dia 13 de abril.

A prefeito Carlos Amastha (PSB) anunciou nesta segunda-feira (8) um afastamento de 40 dias da Prefeitura de Palmas. Ele vai assumir de forma interina a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) até 20 de fevereiro.

O prefeito disse que vai “aproveitar os fins de semana para fazer política”. Quem assume é a vice-prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB).

Amastha também é pré-candidato a governador e avisou ainda em dezembro que deve renunciar para concorrer ao cargo nas próximas eleições. Nesta segunda-feira (8), ele reafirmou a decisão e disse que deixa o cargo no dia 13 de abril.

Durante a coletiva, a prefeita em exercício Cinthia Ribeiro informou ainda que pelo menos oito secretários devem deixar os cargos para disputar as eleições deste ano.

Durante a coletiva, a Câmara de Vereadores devolveu ao executivo mais de R$ 1,5 milhão. Conforme a prefeitura, o dinheiro vai para o Banco do Povo e deve fortalecer o empreendedorismo da cidade. Além disso, foram anunciadas medidas para o primeiro semestre de 2018:

  • A partir de abril haverá unidade do Resolve Palmas no Capim Dourado Shopping;
  • Um anexo da Fundação Cultural de Palmas está em funcionamento no mesmo shopping;
  • Criação da Agência Municipal de Tecnologia;
  • Fim do papel: A partir de agora, os processos administrativos passam a ser todos digitais;
  • Doação de área para entidades que fazem tratamento de crianças com autismo.

A prefeitura divulgou ainda a assinatura de convênio para a criação do programa Estação Juventude e lançou a campanha do Fundo da Criança e Adolescente.

“O Estação Juventude 2.0 é um programa do Governo Federal que tem por objetivo promover a inclusão e emancipação dos jovens. Palmas já conta com um Estação da Juventude no setor Santa Barbara, que atende 2000 jovens/mês. O segundo Estação Juventude de Palmas, será implantando no antigo complexo da 51, região norte da Capital”, disse o prefeito. 

Por fim, Amastha também assinou a autorização para licitar obras de pavimentação, drenagem, sinalização, calçadas e ciclovias de seis quadras do Taquari, além da 408 e 508 Norte. O valor aproximado das obras é de R$ 90 milhões.

G1 Tocantins

Prefeitura de Palmeirópolis realizou a II Conferência Municipal de Educação

A conferência foi organizada pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação.

A Prefeitura de Palmeirópolis, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Juventude, Esporte e Lazer, realizou na manhã de segunda-feira (18/12), a II Conferência Municipal de Educação, coordenada pelo Fórum Municipal de Educação.O Secretário Municipal de Educação e Presidente da UNDIME-TO, Bartolomeu Moura Junior, ao cumprimentar o público presente, ressaltou que ele enquanto secretário apenas conduz a pasta, mas quem realmente faz toda a diferença e as ações acontecerem é sua equipe.  O secretário lembrou que o Plano Municipal de Educação foi aprovado em 2015, vigência até 2025, com metas e estratégias a serem cumpridas.

 “A II Conferência Municipal tem como objetivo: monitorar, acompanhar e avaliar o (PME) Plano Municipal de Educação, estamos aqui hoje, 2 (dois) anos após a aprovação do plano para verificarmos o cumprimento de metas e estratégias estabelecidas lá em 2015”.

O secretário ressaltou que no plano há 14 metas e 148 estratégias, algumas com vigência para 2025 que já estão sendo cumpridas, entre elas: a universalização da educação infantil na pré-escola para crianças de 4 a 5 anos de idade; ampliação da oferta da educação infantil em creche de forma a atender no mínimo 50% das crianças com até 3 anos de idade; alfabetizar todas as crianças no máximo até o final do 3º ano; ofertar educação de tempo integral em no mínimo 50% das escolas municipais.

“O Prefeito Fábio Vaz sempre presente, dá todo suporte para que as metas e estratégias sejam realizadas”, informou o secretário.

O evento foi muito produtivo e aconteceu no Palácio Legislativo, José de Ribamar da Rocha Coelho e contou com a presença de professores, diretores, secretários, vice-prefeita Josemir Bastos, vereadores, representatividade do Conselho do FUNDEB, Conselho municipal de educação, Conselho de alimentação escolar, Conselho tutelar e membros da sociedade civil.

Mari Correia

 

MPE recomenda que prefeitura efetue pagamentos atrasados em Peixe Tocantins

A medida é consequência de um Inquérito Civil instaurado pela Promotoria de Peixe.

O Ministério Público Estadual (MPE) expediu, nesta segunda-feira, 20, Recomendação à prefeitura municipal de Peixe, para que adote as providências necessárias para efetuar o pagamento do salário dos servidores públicos municipais contratados referente ao mês de dezembro de 2016, que estão em atraso.

O Promotor de Justiça Mateus Reis também solicita que a prefeitura se abstenha de realizar gastos com festividades como carnaval e temporada de praias até que a folha de pagamento esteja quitada.

Segundo o Promotor, o objetivo da recomendação é evitar altos gastos com festas no ano de 2018 enquanto não for regularizada a folha de pagamento atrasada, sob pena de ajuizamento de ação para bloqueio de verbas e aplicação de sanções da Lei de Improbidade.

A medida é consequência de um Inquérito Civil instaurado pela Promotoria de Peixe que apurou que o pagamento do salário referente ao mês de dezembro de 2016 de parte dos servidores públicos contratados pela Prefeitura ainda não foi efetuado pela atual gestão

Assessoria de Comunicação do MPE-TO/Daianne Fernandes

Prefeitura de Palmeirópolis assume administração da Balsa que fica no rio Maranhão

O Rio Maranhão agora chamado Tocantins fica na divisa de Minaçu com o município de Cavalcante.

Após a união do rio das Almas, rio Maranhão e rio Paranã, entre os municípios de Paranã e São Salvador do Tocantins (ambos localizados no estado do Tocantins), o rio passa a ser chamado definitivamente de rio Tocantins.

A partir deste ano, a administração da Balsa que fica na região conhecida como Coronel Valente, que dá acesso ao povoado do Rosário no município de Paranã, passa a ser de responsabilidade da Prefeitura de Palmeirópolis.

O local era administrado pelo Estado em parceria com a empresa da barragem de São Salvador.

Segundo informações, a mudança não afeta os passageiros, muito pelo contrário vai ficar bem melhor e mais bem cuidado, tanto para os usuários, quanto a balsa.

De acordo com a administração municipal, o ministério Público Federal vem convocando o prefeito de Palmeirópolis, Paranã, o Estado e a ENGIE, para entrar em acordo sobre o plano da Balsa no Rio Maranhão, que é um braço do rio Tocantins, fica na divisa de Minaçu Goiás com o município de Cavalcante

Sabendo que os moradores estavam sendo prejudicados e ninguém assumia a responsabilidade que é do Estado, foi passado ao município de Palmeirópolis o compromisso de administrar.

Este ano de 2017, houve o entendimento que o município de Palmeirópolis por ser mais perto estará assumindo por (22) anos, até o final da concessão a administração da Balsa.

O município não vai gastar dinheiro, a Engie ficou de repassar um valor de aproximadamente 15 mil reais mensais para pagar funcionários, despesas, seguros, todos os custos que (ela) a Balsa tiver.

A prefeitura passa administrar através de uma conta pública que será veínculada, especificamente para custeio da Balsa, caso precise de manutenção.

Todo saldo que sobrar, vai permanecer na conta para ter um fundo, caso a balsa estrague, ter o dinheiro para os custeios. “Estamos assumindo um serviço que não é do município, mas pela necessidade dos moradores que tem propriedades do outro lado do rio, município de Paranã, que na maioria tem residência em Palmeirópolis. Na verdade, a gente sentiu à necessidade de atender a comunidade do município vizinho, porque na verdade eles compram, vendem e até moram aqui na cidade, estamos resolvendo um problema que se estende há dez (10) anos, desde a época da barragem.

Ainda de acordo com o prefeito, o Estado vai ficar responsável pelo patrolamento das estradas de acesso a Balsa. “Olhei pelo lado econômico e humano, as pessoas escoam, investe, adquire produtos dos mercados em Palmeirópolis e também a distância, porque do rio até Paranã fica cerca de 180km, já para Palmeirópolis 40km, então é mais fácil os moradores terem acesso para nosso município”, explicou o prefeito.

Presidente da Câmara Willian Marques, prefeito de Paranã Fabricio Viana, de Palmeirpolis Fábio Vaz. junto com a equipe da Engie Brasil e MPE.

Segundo ele, a prefeitura de Paranã vai pagar um balseiro, para ficar do outro lado do rio e a empresa Engie vai pagar mais três (3), ao invés de dois balseiros agora serão quatro (4), atendendo os moradores.

Também vai dar uma balsa nova, toda estruturada, construir uma casa para o balseiro e foi decidido que será do outro lado do rio, no município de Paranã, concordaram que a sede precisa ser de lá, pois se algum morador precisar com urgência dos serviços na cidade como médicos por exemplo, fica mais fácil atravessar, porque, quem mora no município de Palmeirópolis o acesso é mais rápido até a cidade.

Todo o processo foi um entendimento mediado pelo Ministério Público Estadual e Federal, submetido pela aprovação da Câmara Municipal de Palmeirópolis com o projeto de lei n.165/2017, onde autoriza o município de Palmeirópolis, firmar termo de cooperação entre Agencia Tocantinenses de Transportes e Obras, município de Paranã e Engie Brasil Energia S.A, com a finalidade especifica de regular a operação e manutenção da Balsa de travessia do reservatório da Usina Hidrelétrica de São Salvador.

O presidente William Marques apresentou o requerimento e os demais vereadores votaram aprovando por unanimidade.

O projeto de lei autoriza a prefeitura assumir a responsabilidade da travessia pelo rio Maranhão/Tocantins por (22) anos.

No final dos (22) anos, cabe ao novo gestor renovar ou entregar para o Estado, ou empresa responsável.

Balsa será substituida por uma nova e equipada.

Da redação

 

Prefeitura de Palmeirópolis inaugura nova Unidade Básica de Saúde na cidade

Comunidade prestigia inauguração da terceira Unidade Básica de Saúde na cidade.

O prefeito Fábio Vaz, a vice-prefeita Josemir Bastos, secretários municipais, vereadores e a população de Palmeirópolis, inauguraram nesta segunda-feira 16, a Unidade Básica de Saúde – UBS – Dr Mário José Romão, no Setor União.

Unidade Básica de Saúde toda equipada.

Em conjunto com a Câmara Municipal, ficou definido que o nome seria do médico Mario Romão, falecido há alguns anos. A viúva Dorinha Romão emocionada recebeu as homenagens acompanhada de familiares.

Foi passado um vídeo contando a história e a trajetória do Dr. Mário e também depoimentos emocionantes. Um homem que tinha zelo pela cidade de Palmeirópolis.

O prefeito disse da satisfação em estar inaugurando mais uma Unidade de Saúde para atender a população de Palmeirópolis. E ter colocado o nome do Dr. Mario na unidade. “Um prazer para nós, porque foi um médico que nunca deixou de trabalhar pelo povo da nossa região, uma honra homenageá-lo”, disse emocionado.

Presente no evento de inauguração, Irajá Abreu ressaltou a qualidade da UBS e a importância de um investimento amplo em saúde. “Entregamos uma unidade de saúde que atenderá a comunidade do maior bairro de Palmeirópolis, Setor União. É um mine-hospital, completo, moderno e completamente equipado, inclusive com uma clínica odontológica. Já destinei quase um milhão em recursos para a saúde de Palmeirópolis, porque priorizamos o atendimento mais humano para nossa gente”, reforça Irajá Abreu.A UBS foi construída com emenda individual do deputado Irajá Abreu, no valor de R$ 408 mil reais. Um ano aproximadamente até concluir a obra. Toda montada, já funcionando, com verba de 260 mil também do deputado Irajá Abreu para equipamentos tais como: Cadeiras, ar condicionados, computadores, fogão, geladeira consultório odontológico, Tvs, aparelhos de pressão, dentre outros. Todas as três UBS com dentista atendendo a comunidade.

O parlamentar falou também sobre os recursos que destinou para asfalto, trator e ônibus escolar, os quais já foram entregues, e o asfalto está em fase de conclusão. Os setores Bom Tempo e o setor Jardim das Palmeiras estão sendo pavimentados.

Irajá Abreu destacou ainda, a construção da feira do produtor, recurso de sua autoria, no valor de R$500 mil reais, concretizará a realização de um sonho.

O prefeito Fábio Vaz reconheceu a ajuda do deputado na área da saúde e outros seguimentos da sociedade. “Somente o deputado Irajá Abreu já entregou mais de R$2,5 milhões em obras na cidade de Palmeirópolis. Seja para a construção de asfalto, equipamentos hospitalares, odontológicos e maquinários. O deputado Irajá Abreu é um parceiro de primeira hora nas demandas da nossa cidade”, lembrou o prefeito.

Além do deputado Irajá Abreu, estiveram presentes no evento o presidente da Assembléia Legislativa do Tocantins, o deputado Mauro Carlesse, o deputado estadual Ricardo Aires, o prefeito de São Salvador  André Borba, ex-prefeitos Charles Evilácio e Osvaldo de Souza Lima,  ex-prefeito de Palmeirópolis Jonas Macedo, câmara de vereadores, vereadores de cidades vizinhas, secretário de saúde Nélio que falou da importância da UBS para atender o setor União e também o município.

Durante o evento teve palestras sobre câncer de mama, “outubro rosa”, apresentação da Rede do Bem, e também dos idosos.

O prefeito finalizou dizendo da satisfação de poder concluir as três unidades básicas com toda estrutura montada e em funcionamento. “Concluímos as obras em meio a crises, um sonho realizado, obras com toda estrutura, agora vamos começar a reforma no hospital, só estávamos aguardando esta inauguração para começarmos, tudo isso com o apoio da Câmara de Palmeirópolis. Vamos continuar trabalhando em prol do município”, argumentou.

Os moradores acompanharam a inauguração da UBS, e após o descerramento da placa, visitaram as dependências da Unidade, que está totalmente equipada e pronta para uso.

Da redação   

 

Após morte de bebê, prefeitura intensifica combate ao calazar em Gurupi

Equipes do CCZ vão visitar casas e aplicar inseticidas no setor Jardim dos Buritis, onde a criança morava. Ações serão realizadas durante todo o mês.

Depois de registrar casos de calazar em Gurupi, sul do Tocantins, a prefeitura vai intensificar ações de combate à doença. Nesta quinta-feira (10) começa o mutirão de conscientização. No decorrer do dia, serão realizadas palestras nas escolas. Nesta sexta-feira (11), equipes do CCZ vão até o setor Jardim dos Buritis, onde percorrerão as casas para falar sobre a importância de manter a cidade limpa. Foi nesta região que uma bebê de 10 meses adquiriu leishmaniose visceral e morreu. Outras três crianças estariam fazendo tratamento por causa da doença. 

As ações seguem no sábado (12), quando será feita a coleta de sangue em cães para diagnóstico do calazar. O local de encontro será na escola Domingos Barreira Amorim, das 8h às 13h. O resultado estará disponível a partir de segunda-feira (14), e em caso de negativo pode ser agendado a castração dos animais para as famílias de baixa renda.

Já na segunda-feira começa o trabalho de bloqueio químico vetorial com inseticida em todas as casas do setor Jardim dos Buritis. Ele deve combater o mosquito num período de 4 meses. Esse trabalho deve demorar cerca de 30 dias. Eles devem percorrer as 954 casas do setor.

G1/TO

Pensando no meio ambiente prefeitura de Palmeirópolis promove descarte de pneus

Prefeitura de Palmeirópolis realiza coleta de pneus velhos do município.

Pensando na sustentabilidade e na responsabilidade ambiental, a prefeitura de Palmeirópolis, por meio das Secretarias de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Saúde e Urbanismo, firmou convênio com o Programa Reciclanip para dar destinação correta aos pneus inservíveis que estão num deposito.

O objetivo desta ação é evitar que o armazenamento destes materiais poluam o Meio Ambiente e ameacem a saúde pública, pois servem de criadouros de mosquitos transmissores da dengue, febre-amarela e malária.

Da mesma forma, a queima dos pneus produz uma fumaça tóxica que apresenta riscos à saúde.

As 24 toneladas de pneus foram doadas para a Reciclanip de São Paulo, onde serão reciclados e reutilizados para massa asfáltica e alimentação de caldeiras nas indústrias de grande porte em cidades metropolitanas.

Palmeirópolis já é uma cidade credenciada ao Ecoponto, no entanto, devido a quantidade acumulada de pneus que havia no prédio municipal, a empresa Pneus Neto está fazendo a retirada no local.​20170803_153128

Fonte:Ascom/meioambiente

 

Prefeitura de Palmeirópolis oferece cadastro gratuito no CAR a pequenos agricultores

Prefeitura convida pequenos agricultores para realizarem inscrição no Sistema de Cadastro Ambiental Rural a partir de segunda feira, 7 de agosto.  

O Cadastro Ambiental Rural (CAR) é um instrumento fundamental para auxiliar no processo de regularização ambiental de propriedades e posses rurais.

Consiste no levantamento de informações georreferenciadas do imóvel, com delimitação das Áreas de Proteção Permanente (APP), Reserva Legal (RL), remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada, áreas de interesse social e de utilidade pública, com o objetivo de traçar um mapa digital a partir do qual são calculados os valores das áreas para diagnóstico ambiental. 

A ação será realizada pelos técnicos do Consórcio Capim Dourado, contratado pelo Governo do Estado para a realização do CAR, no prédio da Secretaria de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, localizada na Rua Cinco, nº 471 (Em frente ao Pelotão da PM).

Documento de propriedade a ser apresentado:

– Certidão de registro; Contrato de compra e venda; Escritura; Emissão de posse ou carta de anuência ou concessão real de direito de uso; Contratos; Declarações; Termo de doação, etc.

– Documentos pessoais: Identidade, CPF, Comprovante de endereço.

(Será aceito qualquer um deste documentos citados)

Para maiores informações:

Fone: 63-3386-1835

E-mail: sema.palmeiropolis@gmail.com

ATENÇÂO: Neste atendimento, o público-alvo são os pequenos proprietários rurais que possuem até 320 hectares (4 módulos fiscais ou 66 alqueires). Mais de 400 propriedades faltam fazer o CAR.

Ex-prefeito é condenado por comprar combustível da prefeitura

Adalberto Leme de Andrade foi prefeito de Sandolândia entre 2006 e 2008. Político disse em depoimento que o posto pertence ao irmão dele.

O ex-prefeito de Sandolândia, Adalberto Leme de Andrade, foi condenado a quatro anos e 15 dias de prisão por contratar o próprio posto de combustíveis para fornecer o produto para a prefeitura da cidade sem licitação. A decisão é do juiz Nelson Rodrigues da Silva, da comarca de Araguaçu. Ainda cabe recurso.

De acordo com o Ministério Público Estadual, que propôs a ação, as irregularidades aconteceram entre 2006 e 2008, quando Adalberto Leme estava no comando da cidade. O prejuízo aos cofres públicos pode ser de R$ 500 mil, pelo levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado. Em um período de apenas quatro meses, durante o ano de 2008, foi constatado que a cidade adquiriu R$ 136 mil em combustíveis no posto investigado.

Além das compras de combustíveis, outras aquisições também estão sendo investigadas. A defesa do ex-prefeito informou que vai recorrer da sentença e que ele é inocente. O advogado disse que só vai se manifestar sobre as acusações nos autos do processo.

Sandolândia fica na região sudoeste do Tocantins e em pouco mais de três mil moradores. Durante o depoimento o político negou que o posto fosse dele e disse que o posto pertence ao irmão. Além da pena de prisão, ele também foi condenado a pagar uma multa de mais de R$ 18 mil.

G1/TO