No Tocantins, quatro pessoas da mesma família morrem e duas ficam feridas após carro capotar

Veículo saiu da pista, caiu em uma ribanceira e bateu em rochas às margens da rodovia. A informação é que vítimas iriam para Dianópolis, onde participariam de uma festa de família.

Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas em um acidente de trânsito, na noite desta quinta-feira (17), na TO-040, perto de Novo Jardim, região sul do Tocantins. Segundo o Corpo de Bombeiros, as vítimas são parentes e saíram de Formosa (GO) com destino a Dianópolis, onde participariam de uma festa de família.

Conforme os Bombeiros, as vítimas que morreram no local foram: Leonardo Pereira Brito, de 19 anos, Natalina Moreira de Melo, de 45, e dois adolescentes, um de 14 anos e o outro de aproximadamente 15 anos. Os nomes dos menores não foram informados. Divulgação/Bombeiros)

O motorista Arthur Mendonça da Silva, de 48 anos, e a jovem Natalia Moreira Melo, de 19, ficaram feridos e foram socorridos pela ambulância do município de Novo Jardim. Eles foram levados para o Hospital Regional de Dianópolis.

Os Bombeiros informaram também que o motorista pode ter perdido o controle da direção e capotado, por volta das 22h50. O veículo saiu da pista, caiu numa ribanceira e bateu em rochas de cerca de 5 metros. Três das vítimas que morreram ficaram presas nas ferragens. A outra foi encontrada fora do automóvel.

O trecho, segundo os militares, é perigoso. Há uma lombada e uma curva fechada, que requer mais cuidado por parte dos motoristas.

Com recorde de visitação, mais de 17 mil pessoas já passaram pelas dunas do Jalapão em 2018

Local ganhou visibilidade após ser cenário da novela ‘O Outro Lado do Paraíso’. No mesmo período do ano passado cerca de 11 mil pessoas tinham passado pelas dunas.

As dunas do Jalapão bateram recorde de visitação esse ano. Segundo o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), 17.405 visitantes passaram pelo local até o dia 14 de julho. No mesmo período do ano passado foram 11.384 turistas. Ao longo de todo o ano, o atrativo recebeu 20.212 pessoas.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (19), em um relatório da Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins. O instituto é responsável pela administração do parque.

Segundo o gerente de Parques e do Monumento Natural de Árvores Fossilizadas do Estado, Marcelo Henrique Rodrigues, o crescimento se deve devido as gravações da novela O Outro Lado do Paraíso, programas de televisão e reality shows.

“Estes foram motivos pelos quais, o Naturatins adotou desde o mês de fevereiro, o novo horário de visitação, que compreende das 14h às 18h30min. A medida visa equilibrar o fluxo de visitantes por equipes que realizam as atividades de orientação e fiscalização ambiental”, diz.

“As dunas recebem visitantes de outros países e todos estados do Brasil. É por isso que orientamos os visitantes sobre a grande importância da preservação dos atrativos turísticos da região. É fundamental que os visitantes entendam que o Parque é uma unidade de conservação integral”, explica o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Gilberto Iris de Oliveira.

Oliveira enfatiza que o Parque Estadual do Jalapão é um patrimônio ambiental que requer atenção especial e por esse motivo, os visitantes devem ficar atentos às normas de visitação. No começo do ano, o horário de visitação de alguns atrativos foi reduzido. A intenção é justamente controlar o fluxo crescente de turistas.

Três pessoas morrem e uma fica ferida após serem atingidas por tiros na mesma noite em Gurupi

Segundo a polícia, os crimes aconteceram em regiões diferentes. Uma das vítimas é a travesti Daniela Cicarelli, de 24 anos.

Três pessoas morreram e uma ficou ferida após serem atingidas por tiros em Gurupi na noite desta terça-feira (17). Segundo a Polícia Civil, os crimes aconteceram em regiões diferentes. A suspeita é que homens em uma motocicleta tenham efetuado os disparos.

As vítimas são: Manoel Pereira da Silva, de 51 anos, Rogaciano da Rocha Santos, de 34 anos e a travesti Daniela Cicarelli, de 24 anos. O nome da pessoa que ficou ferida não foi informado. Ela está no Hospital Regional de Gurupi.

A travesti foi assassinada por volta das 22h30, na rua Santana, no setor União II. O local, segundo os moradores, é usado como ponto de prostituição.

A Polícia Civil informou que ela estava sozinha no local, quando foi surpreendida. O corpo ainda está no IML, aguardando exames e a liberação. Segundo a polícia, o ponto também era frequentado pela travesti conhecida como Natália, assassinada a tiros em outubro do ano passado.

Na época, um vídeo registrado pelas câmeras de segurança de uma empresa foi divulgado e mostra Josildo Costa dos Santos, de 27 anos, correndo. Ele cai momentos depois, após ser atingido por quatro disparos.

Os outros crimes registrados em Gurupi nesta terça-feira não foram detalhados.

Três pessoas ficam feridas após batida entre carros no Tocantins

Segundo testemunhas, uma mulher foi arremessada para fora do veículo e ficou em estado grave. O acidente aconteceu entre Palmas e Lajeado.

Três pessoas ficaram feridas após uma batida entre dois carros. O acidente aconteceu na manhã deste sábado (14), no km 26, da TO-010, entre Palmas e Lajeado. Uma das vítimas foi socorrida em estado grave pelo Samu.

Segundo testemunhas, os carros seguiam em direções opostas. Um dos veículos, que trafegava sentido Lajeado, invadiu a pista contrária e foi atingindo na lateral pelo carro que seguia no sentido Palmas.

Os dois ocupantes do carro que trafegava no sentido Palmas não se machucaram. Já as três pessoas que estavam no outro veículo, ficaram feridas. Uma mulher teria sido arremessada para fora e ficou em estado grave. As vítimas foram levadas para o Hospital Geral de Palmas.

Duas pessoas ficam feridas após caminhonete bater em meio-fio e capotar

Acidente aconteceu na BR-153 entre Araguaína e Nova Olinda, norte do Tocantins. Segundo a PRF, acidente pode ter ocorrido porque carga estava mal acondicionada.

Uma caminhonete capotou na tarde deste sábado (14) na BR-153, entre Araguaína e Nova Olinda, na região norte do estado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro estava carregado com sacos de ração e a suspeita é de que a carga estava mal acondicionada. Além disso, um dos pneus da caminhonete estourou.

O acidente aconteceu por volta das 13h30. O motorista perdeu o controle do veículo, atravessou a pista, bateu no meio-fio e capotou. Um rapaz de 20 anos e uma mulher de 40 estavam no veículo.

As vítimas foram socorridas por uma ambulância do Samu e levadas para o Hospital Regional de Araguaína. Eles tiveram ferimentos leves.

O motorista do veículo afirmou que o acidente aconteceu porque o pneu estourou. Porém, segundo a PRF, apenas a perícia poderá confirmar o que ocorreu.

Seis pessoas morrem e 20 ficam feridas em rodovias na primeira semana de férias

Foram pelo menos nove acidentes registados em rodovias federais e estaduais no Tocantins. Levantamento feito pelo G1 levou em conta acidentes noticiados entre 1º e a manhã de 7 de julho.

Apenas nos sete primeiros dias da temporada de férias, pelo menos nove acidentes graves foram registrados em rodovias no Tocantins. Até o momento foram seis mortes e 20 feridos, alguns com gravidade. Os dois últimos acidentes foram registrados neste sábado (7) e envolveram motociclistas.

No primeiro acidente, durante a madrugada, Valdison Rodrigues de Paiva, de 41 anos, perdeu o controle da motocicleta e saiu da pista. O acidente ocorreu na TO-070, que liga Dueré a Formoso do Araguaia, na região sul do estado.

Conforme apurado pela TV Anhanguera, testemunhas disseram que ele teria consumido bebida alcóolica antes de pegar a estrada. Porém, apenas os laudos da perícia poderão confirmar as causas do acidente. O homem morreu no local e o corpo foi levado para o IML de Gurupi.

O outro acidente foi na região norte do estado, por volta das 6h30 da manhã. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF) um motociclista morreu após bater de frente com um caminhão bitrem na BR-153 próximo de Wanderlândia, na região norte do estado.

Rudisney Amorim Costa, de 28 anos, morreu no local. Ainda conforme a PRF, ele teria invadido a contramão. Porém, ainda não se sabe o que pode ter acontecido.

Acidentes registrados até a manhã de sábado (7):

  • Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas em ultrapassagem.
  • Cinco ficaram feridas em capotamento.
  • Dois se feriram e carro foi partido ao meio.
  • Quatro feridos após invasão e pista.
  • Bebê morre e dois ficam feridos em capotamento.
  • Uma morte e três feridos em batida com caminhão.
  • Uma morte e dois feridos em colisão frontal.

G1 Tocantins.

Duas pessoas ficam feridas e carro é partido ao meio em colisão na BR-153

Parte do carro parou a 22 metros de distância do local da batida. Acidente aconteceu durante a manhã, próximo de Colinas do Tocantins, na região norte do estado.

Duas pessoas ficaram feridas após uma colisão na BR-153, próximo de Colinas do Tocantins, na manhã desta quinta-feira (5). Um dos carros foi partido ao meio pela força da colisão. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o eixo traseiro do veículo foi arrancado e lançado 22 metros para fora da pista.

No veículo partido ao meio estava uma mulher de 44 anos. No outro carro havia um homem de 57 anos. Os dois foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros com escoriações e dores abdominais. Porém, há suspeita de hemorragia interna em ambos os casos.

Segundo informações preliminares da PRF, testemunhas contaram que a mulher invadiu a contramão da pista após derrapar e perder o controle do veículo. O motorista do outro carro ainda teria tentado desviar, mas a colisão acabou acontecendo no acostamento da rodovia.

A perícia foi acionada e apenas o laudo poderá apontar as causas do acidente. As vítimas foram levadas para o Hospital de Colinas do Tocantins, mas seriam transferidas para Araguaína.

G1 Tocantins.

Trio é preso suspeito de matar três pessoas durante festa junina em Goiás

Alvo era jovem que teria envolvimento com tráfico de drogas na região do Jardim Florença. Ele foi atingido por 50 tiros.

Três jovens foram presos suspeitos de matar três pessoas e deixar outros cinco feridas durante uma festa junina no Jardim Florença, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), o alvo do grupo era Vinicius Athos Dias, de 26 anos, que foi atingido por 50 tiros. Também morreram a namorada dele, Emili Daniela Veloso da Silva, de 19 anos, e o segurança dele, Wilian Barreto da Silva, de 18. O motivo seria o tráfico de drogas. Os detidos negam o crime.

“O alvo principal seria Vinicius porque ele era um traficante da região e certamente houve a disputa pelo tráfico de drogas. Já a Emili e o Wilian, não sabemos se foi intencional ou não. As outras pessoas baleadas eram transeuntes, estavam na festa e, a princípio, não eram alvos”, disse o delegado responsável pelo caso, Klayter Camilo.

O crime aconteceu por volta das 22h do dia 15 junho, durante uma festa organizada pela própria comunidade, chamada “Arraiá dos Cachaceiros”. Havia cerca de 600 pessoas no local. A investigação apontou que os autores dispararam 61 tiros.

As prisões ocorreram na sexta-feira (29), durante a Operação São João, em Aparecida de Goiânia. Yan Lesley Macedo Silva, de 22 anos, foi preso na casa dele, no Setor Conde dos Arcos, onde os policiais localizaram munição, uma pistola iraraense calibre 9 milímetros e uma mira a laser, que são de uso restrito. Por isto, ele também foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

Reildo Caetano da Silva Júnior, de 24 anos, foi detido na residência dele, no Setor Colina Azul. Alexsander Sousa Oliveira, de 18, também foi preso em casa, no Jardim Tiradentes.

Todos negaram à polícia a participação no caso. Ao serem apresentados à imprensa nesta terça-feira(3), Reildo e Alexander voltaram a dizer que não cometeram o crime e que não conheciam Vinicius. Yan não foi apresentado porque já foi transferido para o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

Os policiais cumpriram, além dos três mandados de prisão temporária, três de busca e apreensão nas casas dos suspeitos. Segundo o delegado, os agentes encontraram diversos objetos que podem ajudar nas investigações.

Investigação

Apesar de os detidos negarem envolvimento no caso, o delegado afirmou que há provas suficientes da participação deles. “Há elementos que vamos manter em sigilo, mas o depoimento das vítimas e levantamento dos setores de inteligência permitem a comprovação da participação deles, independente da confissão”, disse Klayter.

O investigador explicou que mais pessoas estão envolvidas no crime. A apuração ainda continua para esclarecer a participação de cada um. “Estamos individualizando a conduta no local do crime, temos mais dois envolvidos com mandado de prisão expedidos e trabalhamos na localização deles”, afirmou.

De acordo com a investigação, Vinicius já tinha sofrido duas tentativas de homicídio neste ano, sendo uma dois meses e outra uma semana antes de ser executado. “A hipótese é que as tentativas tenham sido praticadas pelo mesmo grupo. Acreditamos que eles sejam ligados a uma facção criminosa”, disse o delegado.

Os três jovens devem ser indiciados por homicídio qualificado por impossibilitarem a defesa das vítimas, além das tentativas de homicídio. Se condenados, podem pegar de 12 a 30 anos de prisão por cada morte.

Crime

O material de divulgação do “Arraiá dos Cachaceiros”, avisava que era “proibido arma de fogo e arma branca” e informou que quem brigasse seria “retirado do local”.

No dia do crime, uma testemunha contou à TV Anhanguera que, ao ouvir o primeiro tiro, pensou que se tratava de bomba. Segundo ela, quando as pessoas perceberam que eram disparos de arma de fogo, houve correria e confusão.

“Começou o primeiro tiro, ‘pá’. Aí o povo já assustou, pensou que era bomba, né. Aí começou ‘tá, tá, tá’, descarregar, e foi na hora que o povo começou a correr”, lembra.

De acordo com a polícia, Vinícius morreu na hora. Wilian correu por alguns metros, mas também morreu no local. A mulher do Vinícius chegou a ser socorrida e levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Buriti Sereno, mas também não resistiu aos ferimentos.

Duas pessoas que participaram de saque a carga de caminhão que tombou na TO-222 são denunciadas pelo MPE

Segundo a denúncia, o caminhão transportava carga de arroz industrializado. Wesley Romuel Arruda da Silva Xavier, subtraiu 12 fardos do produto, enquanto Osnaldo Rodrigues Lima, subtraiu três fardos.

O Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu, no último dia 26, denúncia criminal contra dois homens que participaram do saque à carga de um caminhão que tombou na rodovia TO-222, próximo à cidade de Filadélfia do Tocantins, na manhã do dia 5 de dezembro de 2017.

Segundo a denúncia, o caminhão transportava carga de arroz industrializado. Wesley Romuel Arruda da Silva Xavier, subtraiu 12 fardos do produto, enquanto Osnaldo Rodrigues Lima, subtraiu três fardos. Na época, foi realizada busca e apreensão na residência dos denunciados, confirmando-se a prática do crime.

Wesley Romuel e Osnaldo Rodrigues foram denunciados pelo crime previsto no artigo 155 do Código Penal (subtrair coisa alheia móvel), tendo como agravante a previsão do artigo 61 (ter cometido o crime em ocasião de desgraça particular do ofendido).

Além da pena de reclusão e multa, o Ministério Público requer que seja imposta indenização mínima à vítima do crime, o proprietário da carga em questão.

A denúncia foi proposta pelo Promotor de Justiça Leonardo Gouveia Olhe Blank, da Promotoria de Justiça de Filadélfia do Tocantins. Para o representante do MPE, o saque de cargas é crime recorrente no Brasil e a imposição de pena possui caráter didático.

Assessoria de Comunicação do MPE-TO.

Três pessoas da mesma família são assassinadas em tiroteio na capital do Tocantins

Polícia suspeita de conflito entre grupos de ciganos e investiga relação do crime com tiroteio registrado minutos mais tarde. Moradores da região relataram pânico nas redes sociais.

Três pessoas de uma mesma família foram assassinadas no começo da noite desta terça-feira (26) em Palmas. O crime foi na quadra Arse 71 (antiga 704 Sul). Segundo testemunhas, as vítimas conversavam na porta de casa quando um carro passou e um dos ocupantes abriu fogo. Os três morreram no local.

A Polícia Militar não passou detalhes sobre o caso, mas vizinhos informaram que eles eram moradores da quadra e seriam uma família de ciganos da Bahia. Carros que estavam na casa tinham placas de Vitória da Conquista.

Minutos depois das mortes na Arse 71, um tiroteiro foi registrado na Arse 91 (904 Sul). As duas quadras estão a um quilômetro uma da outra. Os moradores da região relataram o pânico nas redes sociais e disseram que o barulho parecia com disparos de fuzil. A polícia investiga se há relação entre as duas ocorrências.

Na Arse 91, moradores de uma casa foram feitos reféns pelos criminosos. A polícia conduziu uma negociação. Por volta de 21h30 várias pessoas saíram algemadas da casa e foram levadas para a viatura.