Homem é preso suspeito de matar a própria mulher com facada no pescoço

Crime aconteceu na casa onde os dois moravam, em Araguaçu. Mulher foi encontrada seminua, deitada num colchão; homem foi preso momentos depois pela polícia.

Foi preso em Araguaçu, região sul do estado, Ronair Barreto, de 27 anos, suspeito de matar a própria mulher Rosilene Pinheiro de Sousa, de 45, com uma facada no pescoço. O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (9), na casa onde os dois moravam, no setor Vale do Araguaia.

Segundo informações da polícia, durante uma briga, ele teria esfaqueado a vítima. O homem fugiu em seguida, mas foi preso pela Polícia Militar e levado para a Delegacia de Central de Flagrantes de Alvorada. Rosilene foi encontrada seminua sobre um colchão. Ela morreu no local.

Outro homicídio foi registrado na cidade no último domingo (8). Um homem foi morto com dois golpes de faca durante uma discussão. O suspeito ainda não foi preso.

G1 Tocantins.

Garota de programa é presa suspeita de matar mulher com facada no pescoço

Mônica Pereira confessou que matou Ionara Tuxa porque acreditava que ela teria furtado um celular. Sumiço do aparelho teria acontecido enquanto Ionara estava no bordel em que Mônica trabalhava.

A jovem Mônica Pereira da Silva, de 19 anos, foi presa na tarde desta terça-feira (19) suspeita de matar Ionara Tuxa, de 26 anos, com uma facada em um bar de Formoso do Araguaia, sul do Tocantins. O crime foi por volta do meio-dia. De acordo com a Polícia Civil, as duas tinham tido uma briga há alguns dias e trocado ameaças.Ionara foi morta com uma facada no pescoço (Foto: Reprodução/Facebook)

Moradores que presenciaram a confusão tentaram impedir o crime, mas não conseguiram. Mônica teria dado uma facada no pescoço da vítima que morreu na hora. Ela tentou se esconder em uma casa na região, mas foi encontrada minutos depois pela Polícia Civil.

Segundo a delegada Áurea Batista Ferreira, que cuida do caso, o crime foi motivado pelo sumiço de um celular. Durante o depoimento, a suspeita disse que é prostituta em um bordel da cidade e que Ionara era cliente do estabelecimento. Há alguns dias o celular dela teria desaparecido enquanto Ionara estava no local para fazer o programa, ela acreditava que a vítima era responsável pelo furto.

Mônica foi presa e vai aguardar a audiência de custódia que deve acontecer nos próximos dias. A polícia ainda tenta esclarecer mais detalhes do caso.

G1 Tocantins.

Filho de PM tenta correr de assalto e é baleado no pescoço no Tocantins

Jovem percebeu o assalto, saiu correndo e foi atingido de raspão. Suspeito do crime foi preso momentos depois, no setor Vila Norte.

O jovem Welton de Castro Silva de 18 anos, filho de um policial militar, foi atingido no pescoço durante um assalto, registrado em Araguaína, na noite desta quinta-feira (14). Segundo a polícia, o jovem tentou correr ao perceber o roubo e o assaltante atirou. Ele foi socorrido consciente e levado para o Hospital Regional de Araguaína.

Segundo a polícia, Welton estava em companhia de um amigo, também de 18 anos. Os dois passavam pela rua 6, no bairro São João. Ao serem abordados pelo assaltante, ele entregou o celular, mas o filho do policial reagiu, momento em que foi atingido por um tiro.

A polícia foi chamada e as vítimas repassaram as características do suspeito. Ele foi encontrado momentos depois trafegando em uma motocicleta, no setor Vila Norte. Os policiais disseram que ele tentou correr para dentro de uma casa, mas foi capturado. Com ele, foram encontrados um aparelho celular e um revólver calibre 32 com duas munições intactas e uma deflagrada. Ele foi autuado em flagrante por tentativa de latrocínio.

A PM informou ainda que Welton reconheceu o suspeito através de uma foto. O outro jovem fez o reconhecimento pessoalmente.

G1/TO