Centro de Convivência do Idoso de Palmeirópolis passa por reestruturação; espaço de festa será inaugurado dia 13

Um espaço moderno, aberto e amplo para eventos.

A Prefeitura Municipal de Palmeirópolis, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) vai inaugurar as novas ampliações e o barracão de eventos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) dos Idosos. Na oportunidade, será realizado uma festa acompanhada de um delicioso jantar.

Prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz e primeira dama Ana Paula

O prefeito Fábio Vaz informou que, desde quando assumiu como gestor, viu a necessidade de adequar uma nova estrutura para o Centro dos Idosos e oferecer melhor qualidade e maior conforto a eles. A inauguração será realizada na quinta feira dia (13) de setembro às 07h00min da noite. O prefeito falou da satisfação em inaugurar o barracão de eventos, “vamos estar com espaço maravilhoso, um local a mais para a sociedade se encontrar e fazer reuniões e festas. Vaz relembrou, que hoje Palmeirópolis é referência em todo o Estado em atendimento à terceira idade. “Contamos com ala para atendimento médico, psicológico, fisioterapia, piscina para hidroginástica, e agora vamos ter um salão de eventos mais amplo e mais confortável”, destacou.

A secretária de Assistência Social Ana Paula Vaz, disse que tudo é um momento relevante para o município, “este Centro de Convivência do Idoso e a Rede do Bem, são “meninas dos nossos olhos”, emociono ao dizer, que neste local poderemos oferecer um aconchego a estas pessoas. Vamos iniciar com várias atividades e ir ofertando outras na medida do possível”, explicou a primeira dama. 

A obra estar sendo realizada com verbas da Engie Energia e de recursos estimulados (através do imposto de renda), e também da Prefeitura, com recurso próprio.

Por Edilson Gonçalves/da redação

Presídio em Palmas passa por vistoria, após fuga de 18 detentos no interior do Tocantins

Secretaria de Cidadania e Justiça informou que as celas da unidade estão sendo vasculhadas. No último domingo, 18 detentos fugiram da cadeia de Miranorte.

A Casa de Prisão Provisória de Palmas está passando por uma vistoria na manhã desta terça-feira (31). A Secretaria de Cidadania e Justiça confirmou que as celas da unidade estão sendo vasculhadas. A ação é realizada após uma fuga em massa registrada no último domingo (29) no presídio de Miranorte. Ao todo, 18 presos conseguiram escapar. Cinco deles foram recapturados e 13 estão sendo procurados.

A Secretaria da Cidadania e Justiça disse que a ação faz parte de um procedimento padrão de rotina das unidades prisionais e penitenciárias do Tocantins. Informou ainda que o procedimento está em andamento. O G1 segue acompanhando para saver o resultado da vistoria.

Em novembro do ano passado, um grupo de detentos usou dinamite para explodir o muro da Casa de Prisão Provisória de Palmas e fugir. Na época, mais de 20 homens conseguiram sair do presidio e sete deles ainda não foram recapturados.

A unidade tem 750 detentos no espaço pensado para 260. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, a situação se repete em 40 das 51 unidades prisionais do estado. Na Cadeia Pública de Paraíso, a capacidade é de 50 presos, mas atualmente há cerca de 300. Na cadeia de Miranorte, onde foi registrada a fuga em massa, a capacidade era para 12 detentos, mas abrigava 38.

O Governo do Tocantins informou que estão previstas 1,4 mil novas vagas com as obras de ampliação do sistema prisional, mas não disse qual o prazo.

Presos pularam o muro e fugiram da cadeia de Miranorte (Foto: Reproducao/TV Anhanguera)Presos pularam o muro e fugiram da cadeia de Miranorte (Foto: Reproducao/TV Anhanguera)

Presos pularam o muro e fugiram da cadeia de Miranorte (Foto: Reproducao/TV Anhanguera)

Fuga em massa

Para fugir, os presos da cadeia pública de Miranorte fizeram uma rebelião e atacaram os agentes penitenciários que estavam no local.O superintendente do sistema prisional Orleanes de Souza informou ao G1 que a fuga ocorreu após o banho de sol, por volta das 15h30 do último domingo (29).

“Eles estavam sendo levados paras celas em um procedimento de rotina e entraram em luta corporal com os agentes que estavam na unidade. Infelizmente, conseguiram escapar”, informou Orleanes de Souza Alves.

Um dos agentes sofreu escoriações no pescoço e uma mordida nas costas e foi levado para o hospital da cidade, mas recebeu alta durante a tarde.

Moradores da cidade contaram que viram alguns presos fugindo a pé. Já outros escaparam em uma viatura do sistema prisional. Eles também levaram uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e um uniforme de agente penitenciário. Uma das armas era do presídio e a outra, de uso pessoal de um servidor.

A unidade tem câmeras de circuito interno, mas segundo a superintendência das penitenciárias, os detentos danificaram o computador que armazenava as imagens.

Essa é a segunda fuga registrada na cadeia em menos de um ano. Em novembro do ano passado, três presidiários conseguiram fugir da cadeia. Os homens arrancaram um vaso sanitário e cavaram um buraco até o pátio do presidio, depois eles pularam o muro.

G1 Tocantins.

UTI pediátrica interditada passa por inspeção e tem novo prazo para funcionar

Fechada há mais de um mês, UTI já deveria estar operando, mas irregularidades ainda não foram sanadas. Até dia 20 de julho, pelo menos cinco dos 10 leitos devem entrar em funcionamento.

 

Jovem passa mal ao nadar e morre afogado na praia da Graciosa em Palmas

Bombeiros disseram que vítima, de 15 anos, estava com amigos da igreja, quando se afogou. Ele foi levado para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu.

Um jovem morreu afogado no momento em que nadava na praia da Graciosa, em Palmas, neste domingo (15). Ele estava no local com amigos de uma igreja. Segundo os Bombeiros, a vítima foi identificada como Dhefferson Crystian Vieira Alves, de 15 anos.

Os Bombeiros informaram que Alves foi nadar depois de comer e passou mal. Ele afundou e não foi mais visto. Pessoas que estavam no local tentaram localizá-lo, mas não conseguiram.

Os militares foram chamados e encontraram o jovem perto do local onde ele estava nadando. Juntamente com os profissionais do Samu, eles fizeram os primeiros socorros e tentaram reanimar a vítima por cerca de 40 minutos.

Dhefferson Crystian Alves chegou a ser levado para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu. Ele era natural de Araguaína.

G1 Tocantins

Foto/Divulgação/ilustrativa

Miranda passa a manhã reunido com secretários e falará sobre a transição em breve

Secretaria de Comunicação emitiu nota do governador comentando a decisão do TJ, que determinou que Miranda se abstenha de realizar a promoção PMs e que não dê continuidade ao concurso da corporação.

Em encontro a portas fechadas com primeiro e segundo escalões de seu governo, Marcelo Miranda (MDB) reuniu sua equipe no Palácio Araguaia na manhã desta segunda-feira, 26, pela primeira vez após o Tribunal Superior Eleitoral determinar a cassação de seu mandato e de sua vice Cláudia Lelis (PV).

Durante a reunião, que também contou com a presença do procurador Geral do Estado, Sérgio do Vale, os secretários apresentaram relatórios de suas pastas deixando o governador a par da situação em que o governo estadual será entregue ao governador interino, deputado estadual Mauro Carlesse (PHS), nos próximos dias.

Marcelo Miranda ainda realizará uma coletiva à imprensa para prestar mais esclarecimentos sobre a transição de governo. Conforme apurado, o governador estaria aguardando a publicação do acórdão do TSE para se manifestar.

Decisão do Tribunal de Justiça

Em nota enviada nesta manhã, a Secretaria de Comunicação do Estado informou que ao mesmo tempo em que respeita a decisão do Tribunal de Justiça (TJ) – que determinou ontem, 25, que o governador se abstenha de realizar a promoção de policiais militares, de dar continuidade ao concurso da PM e de promover gastos não prioritários, entre outras ações, no período de transição de governo – Marcelo Miranda lamenta a ação, “tendo em vista que não há nada que sustente a necessidade da mesma”, informou a Secom.

De acordo com a nota, “ao contrário do que sugere a liminar, citando inclusive atos de gestores anteriores, declara que, em nenhum momento da sua vida pública, o governador teve a intenção de praticar atos ilegais e temerários ao interesse público e/ou ao erário estadual. Em respeito ao seu nome, ao da sua família e, principalmente, aos cidadãos tocantinenses, não seria agora, nesse momento delicado pelo qual passa o Estado, que o governador Marcelo Miranda tomaria qualquer atitude que prejudicasse a ordem ou comprometesse a estabilidade que vem plantando desde o início da sua gestão”, diz.

A Secom ainda informou que o governador está reunido com seu secretariado com um único intuito: “manter a ordem e prezar pelo zelo à coisa pública; e que o governador Marcelo Miranda vem conduzindo sua equipe a deixar o Estado com um verdadeiro saldo positivo”.

Finalizando, a nota ressalta que “o governador, independentemente do atual momento, reitera seu respeito aos poderes constituídos e se dirige, mais uma vez e, respeitosamente, a toda a população tocantinense, para agradecer o apoio e a confiança no seu trabalho. É com o compromisso com a população que Marcelo Miranda sempre governou o Tocantins. E é esse compromisso que o deixa de consciência tranquila e cabeça erguida diante de todos os tocantinenses que o elegeram para os cargos que ocupou em sua vida pública”.

Tocantins passa a bater de frente com ‘os grandes do Sul’

Produtores superam efeito “panela de pressão” do Cerrado e se aproximam de produtividade do Sul do País.

O Sul do país que se cuide. Com variedades mais adaptadas ao bioma de muito calor e umidade, a agricultura do Cerrado começa a tirar de alguns talhões de terra a mesma quantidade de sacas de soja das tradicionais áreas produtivas do Paraná e do Rio Grande do Sul.

“O solo aqui, apesar de ser arenoso, não deixa a desejar. Tem gente colhendo de algumas áreas até 78 sacas por hectare. Caprichou, produz mesmo”, diz o paulista de Votuporanga Claudevino Marques Pinheiro, de 69 anos, que há duas décadas se adapta às condições peculiares para a agricultura no Cerrado do norte do Tocantins. 

Produtividade do Tocantins está alcançando os níveis do Sul do Brasil.

Nesta safra, a chegada de mais variedades de soja de longo ciclo de crescimento coincidiu com períodos de chuvas regulares na região de Guaraí, onde foram cultivados 250 mil hectares da leguminosa.

Isso evitou o temido efeito “panela de pressão”, desconhecido em regiões de clima frio ou temperado, mas frequente visitante no verão do Tocantins. “Se tem umidade alta, mas não chove, o calor cozinha e mata as plantas. É o que a gente chama de escaldadura”, observa o agrônomo e produtor Rodrigo Marques Ferrari, de 28 anos, filho de gaúchos do município de Horizontina.

Ferrari acredita que a região vai ganhar muito com o “desembarque” de variedades de ciclo indeterminado. “Com essas sementes, o ciclo de crescimento pode se estender por até 80 dias, em vez de apenas 45 dias. Tive variedades precoces que pegaram quatro veranicos, ou seja, 46 dias sem chuva num ciclo de 105 dias. Se os talhões estivessem com material indeterminado, daria tempo de a soja se recuperar tranquilamente”. No entanto, para azar da família Ferrari, os talhões fustigados pelo clima tinham variedades comuns e a produtividade caiu para apenas 40 sacas por hectare.

Construção do solo

Para esse torcedor do Grêmio Porto-Alegrense que divide a lida no campo com o pai tricolor, mas tio e primos colorados, o jogo do agricultor no Cerrado é entender a dinâmica diferenciada do bioma e preparar a terra para resistir aos inevitáveis veranicos escaldantes.

“O pessoal está investindo bastante no perfil do solo. O Paraná há décadas vem enriquecendo a terra com fertilizantes, calcário e palhada do plantio direto, por isso alcança produtividades tão altas. Aqui estamos aprendendo a fazer o mesmo, cultivando milheto na segunda safra para ciclar os nutrientes e formar palhada, além de adicionar adubo, gesso e calcário. A cada ano melhora”, assegura Ferrari.

Quando a reportagem do Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo chegou à propriedade do seu Claudevino Pinheiro, ele estava escarificando o solo da soja recém-colhida e semeando milheto.

Os produtores vêm descobrindo que a escarificação é fundamental para diminuir a presença de nematoides e quebrar a compactação do solo cascalhado provocada pelo próprio calor. E isso se traduz em números. “Se escarificar e fizer palhada, dá em média 5 sacas a mais de produtividade por hectare”, conta Pinheiro. Mesma conta faz Rodrigo Ferrari.

A exemplo do que a Expedição Safra constatou no sul do Tocantins, no norte do estado a previsão também é de uma safra excepcional. No ciclo 2016/2017 a produtividade média na macrorregião de Guaraí foi de 45 sacas por hectare. Nesta temporada devem ser agregadas mais 10 sacas por hectare, chegando a uma média de 55 sacas.

Filho e pai, os produtores Rodrigo e Vanderlei Ferrari.

Rodrigo Ferrari e o pai, Vanderlei, já colheram 70% da área de 840 hectares de soja e vão aguardar ainda mais dois meses para ceifar 140 hectares do milho plantado em dezembro. O clima, tão favorável na região, pregou uma peça nos gaúchos. “Dava para ver as mangueiras de chuva passar a dois quilômetros da propriedade, mas elas não caíam sobre a nossa lavoura. Fomos premiados. Isso derrubou nossa produtividade, que deve fechar em 50 sacas de soja por hectare”, lamenta-se Rodrigo.

O vizinho que recebeu a chuva que passou ao largo dos Ferrari foi justamente seu Claudevino, que calcula que vai alcançar média de mais de 60 sacas por hectare.

Consultor de produtores da região, o agrônomo Luiz Antonio Menezes Gonzaga tem certeza que a produtividade vai aumentar, mas ainda não arrisca um palpite. O que ele sabe é que a agricultura seguirá abrindo novas áreas. Segundo Gonzaga, no entorno de Guaraí (Pedro Afonso, Itapirama, Santa Maria, Bom Jesus, Palmeirante, Darcinópolis, Barrado Ouro, Vanderlândia, Santa Fé do Araguaia e Goiatins, entre outros municípios) existem ainda 300 mil hectares para serem integrados à produção – 200 mil de cerrado nativo e 100 mil de pastagens degradadas.

Contramarchas

À exceção dos dois últimos anos – “quando deu uma travada” – a expansão da agricultura no Norte do Tocantins se dá a um ritmo de 5% a 8% ao ano. Mas há marchas e contramarchas. “Tem muita gente das terras mais arenosas migrando para a pecuária e alguns estão experimentando fazer integração lavoura-pecuária”, aponta Gonzaga.

Não resta dúvidas de que o Cerrado é uma terra de oportunidades para a agricultura. O operador da colheitadeira dos Ferrari, por exemplo, é um paranaense de Fênix, perto de Maringá, que está há 14 anos no Tocantins. Juliano Marangoni já comprou, junto com o pai, 553 hectares na região. “Vamos começar com pecuária, cultivar o pasto e melhorar o solo. Talvez depois a gente vá para a soja. Ir direto para a agricultura exige um capital muito alto”, diz Marangoni.

Como se vê, os grãos desafiam os bois como melhor atividade econômica nesta região em que 35% das terras têm de ser preservadas como Reserva Legal, por lei, além das áreas de preservação permanente. O que não se discute são as vantagens logísticas do Cerrado do norte do Tocantins.

A soja viaja no máximo 450 km de caminhão. Os outros 800 km são percorridos em trilhos de Ferrovia Norte-Sul até o porto de São Luiz, no Maranhão.

Nesta sexta-feira a Expedição Safra da Gazeta do Povo segue subindo o mapa do país, na etapa Matopiba, desta vez rumo a Balsas, no Maranhão, e Serra do Quilombo, no Piauí.

Daniel Caron/Gazeta do Povo

Homem invade casa após quebrar janela, passa mal e morre debaixo de cama

Polícia acredita que homem tenha sofrido overdose ou um mal súbito. Caso foi registrado em uma casa na região central de Gurupi, sul do estado.

Uma moradora da região central de Gurupi, no sul do estado, tomou um susto após ter a casa invadida por um homem na tarde desta terça-feira (20).

Conforme a Polícia Militar, depois de quebrar uma janela de vidro da casa, o invasor se escondeu debaixo de uma cama e começou a passar mal. Alex Miranda Ribeiro, de 35 anos, acabou morrendo no local.

A polícia informou que ao chegar na casa encontrou o homem ensanguentado e com a respiração ofegante. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas somente constatou a morte. Nenhum tipo de arma foi encontrada com Ribeiro.

Para a PM, a principal suspeita é de que ele tenha sofrido algum tipo de overdose ou mal súbito e não é possível afirmar que tenha entrado no local para praticar algum crime. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal e o caso repassado para a Polícia Civil.

Moradores se aglomeraram na porta de casa onde homem morreu (Foto: Divulgação)

G1 Tocantins

Homem passa mal ao volante e morre após bater em poste no Tocantins

A suspeita é que o representante comercial Antônio Alves teve um infarto. Ele chegou a ser socorrido por parentes e levado para o hospital, mas não resistiu.

Antônio Alves da Cruz morreu enquanto dirigia uma caminhonete perto de centro de Aragominas, no norte do Tocantins.

Moradores da cidade disseram que ele passou mal nesta segunda-feira (19), perdeu o controle da direção e bateu em um poste. A suspeita é que ele teve um infarto.

A vítima morava numa chácara no assentamento Rio Preto e tinha ido à cidade visitar parentes. Nesta manhã, ele saiu da garagem, deu a volta em uma quadra para buscar a esposa e voltar ao assentamento, onde morava, mas passou mal em frente à mercearia do sogro.

Vizinhos disseram que ele saiu do veículo e caiu. Parentes perceberam quando o homem passou mal, o socorreram e levaram para o hospital, mas ele não resistiu.

O IML de Araguaína informou que o corpo já foi liberado. O velório deve ser realizado na Igreja Assembleia de Deus, em Aragominas.

O site busca informações oficiais sobre a causa da morte de Cruz. Ele trabalhava como representante comercial de uma marca de feijão.

G1 Tocantins

Deputada estadual Amália Santana está passando pela segunda cirurgia após derrame

Assessoria informou que a equipe médica identificou um sangramento no lado direito do cérebro dela. A deputada está internada em um hospital particular de Araguaína.

A deputada estadual Amália Santana (PT), de 55 anos, está passando pela segunda cirurgia após ter sofrido um derrame, na última quinta-feira (15).

Segundo a assessoria da parlamentar, a decisão do procedimento foi tomada após a equipe médica analisar os exames e identificar um sangramento no lado direito do cérebro dela.

A cirurgia teve início por volta das 15h30 e pode durar até as 19h.

O irmão da deputada, José Santana Neto, disse que a primeira cirurgia, nesta sexta-feira (16) foi para corrigir um rompimento na artéria cerebral. A assessoria informou que a deputada deve continuar na UTI por tempo indeterminado.

A deputada foi internada em coma após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), conhecido também como derrame cerebral, na noite desta quinta-feira (15), quando estava em casa, em Colinas do Tocantins.

O irmão da deputada, José Santana Neto, informou que a deputada foi socorrida pelo marido, por volta das 23h e levada para o Hospital Municipal de Colinas do Tocantins.

Momentos depois ela foi transferida, pelo Corpo de Bombeiros, para um hospital particular de Araguaína.

Perfil

Amália Maria Santana da Silva mora em Colinas desde 1972. Ela é técnica de enfermagem e servidora pública estadual. Foi vereadora em Colinas do Tocantins por dois mandatos. Na eleição de 2006, ficou como primeira-suplente de deputada. Em 2010, foi eleita deputada estadual sendo reeleita em 2014.

G1 Tocantins

Deputada Amália Santana sofre aneurisma, passa por cirurgia e se recupera na UTI

No final da manhã desta sexta, o ex-prefeito de Colinas e irmão da deputada, José Santana, informou que a cirurgia foi concluída e que a parlamentar está reagindo bem.

A deputada estadual Amália Maria Santana da Silva (PT), 55 anos, sofreu um aneurisma cerebral hemorrágico do lado direito nesta quinta-feira, 15, em Colinas do Tocantins.

Conforme a assessoria da parlamentar, a deputada foi submetida na manhã desta sexta-feira, 16, a um procedimento cirúrgico no Hospital Dom Orione, em Araguaína, e encaminhada em seguida para a UTI, onde será monitorada pelas próximas 72 horas.

No final da manhã desta sexta, o ex-prefeito de Colinas e irmão da deputada, José Santana, informou que a cirurgia foi concluída com sucesso e que a parlamentar está reagindo bem. “O quadro crítico está terminando. Ela sai de situação gravíssima para estável. Será levada a UTI para recuperação. Muito agradecido pelo apoio e as orações. Deus atendeu nossos pedidos. Agradecemos a Ele”, disse.

A parlamentar passou mal por volta das 23 horas de ontem quando estava em sua casa na cidade de Colinas. Ela foi socorrida por familiares e levada para o Hospital Municipal de Colinas, onde já chegou sem falar e recebeu os primeiros cuidados.

Devido à gravidade da situação e por orientação médica, a deputada foi encaminhada para Araguaína em ambulância especial, dando entrada no Hospital Dom Orione por volta das 3 horas.

Após exames,  a equipe da unidade hospitalar constatou o aneurisma cerebral do lado direito, estabilizou o quadro e realizou a indicação cirúrgica. “A família agradece as correntes de oração formadas entre os amigos e correligionários”, informou a assessoria.

Em 2010 Amália foi eleita deputada estadual, sendo reeleita em 2014.

Nota de solidariedade

O governador Marcelo Miranda e a primeira-dama e deputada estadual Dulce Miranda emitiram nota em solidariedade à deputada e sua família nesta sexta.

“Triste a notícia de que a deputada estadual Amália Santana sofreu um aneurisma cerebral hemorrágico, nesta quinta-feira, 15. Uma companheira próxima, com qual eu e minha esposa Dulce Miranda nos solidarizamos. À família, todo o nosso apoio e orações para que a saúde dela se restabeleça o mais rápido possível. Aproveito para desejar força aos familiares, que a exemplo de todos os amigos, estão angustiados com esse momento. Tenhamos fé e confiança na recuperação de Amália, para que ela retome sua missão de defender os interesses dos tocantinenses”, disse o governador.

T1noticias