Pai que ajudou no parto de gêmeos dentro de ônibus pede doações para filhos, em Aragoiânia

Família ainda precisa de berços e armários, além de roupas para os meninos. Casal tem outras quatro filhas e vivem com a renda de um salário mínimo.

Os pais do gêmeos Davi e Ravi, cuja um deles nasceu dentro de um ônibus do transporte coletivo, precisam de doações para terminar de construir e mobilhar a casa para receber os filhos, em Aragoiânia, na Região Metropolitana da capital. Eles ainda não têm berços e armários e precisam de mais roupas.

O primeiro bebê, Davi, nasceu dentro do coletivo, no Terminal da Praça A, em Goiânia. Ranier Custódio de França, pai dos meninos, ajudou no parto. Quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, socorreu a família e encaminhou ao Hospital Materno Infantil, onde nasceu Ravi.

A unidade de saúde informou que mãe e bebês passam bem, mas não há previsão de alta médica.

A casa, no Parque Paranaíba, é simples. Nela moram o vigilante noturno Ranier Custódio, a mulher, Luciene Ferreira Guedes, de 26, e quatro filhas. Agora, serão mais dois bebês para integrar a família, que sobrevive com a renda de um salário mínimo.

As filhas dividem duas camas de solteiro. Um pequeno guarda-roupas guarda os pertences de toda a família. Porém, a família é muito unida. “Fazemos bagunça todo mundo. Tem horas até que a mãe delas briga com a gente, fala até que tem cinco meninos dentro de casa, porque eu brinco de rolar no chão com elas”, contou.

Porém, com mais dois filhos, a família precisa de uma estrutura melhor para a casa. “[Não falta] Amor e carinho de pai. Eles vão ser bem vindos em casa. Mas o restante está faltando tudo”, disse Ranier.

Família precis de doações para receber gêmeos, em Aragoiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Família precis de doações para receber gêmeos, em Aragoiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Família precis de doações para receber gêmeos, em Aragoiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

G1 Tocantins.

Incêndio destrói cinco ônibus e parte de prédio de empresa no distrito industrial em Palmas

Segundo Corpo de Bombeiros, suspeita é de que acidente com máquina de solda tenha causado o fogo. Chamas foram controladas no começo da noite e ninguém ficou ferido.

 

Idoso morre após descer de ônibus e ser atropelado pelo veículo

Testemunha disse que motorista do transporte público esperou idoso descer, fechou a porta e saiu devagar com o veículo. Acidente aconteceu na Arse 23 (antiga 208 Sul), na capital.

Amaro Soares Silva, de 82 anos, morreu após descer de um ônibus do transporte público de Palmas e o veículo passar por cima dele. O acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira (6), na Arse 23 (antiga 208 Sul), na capital.

O ônibus era da Linha 91- HGP/UFT. Uma mulher que esperava o veículo, viu quando o idoso desceu. Ela conta que entrou após o homem descer. Diz que o motorista esperou para fechar a porta e saiu devagar.

“Ele [o motorista] gritou ‘corre que o senhor passou mal’. A gente correu para ver o que tinha acontecido. Quando a gente chegou, viu que o pneu do ônibus tinha passado por cima, mas o motorista não sabia. A porta do ônibus já estava fechada, ele esperou descer. Eu não sei o que aconteceu, se o senhor passou mal ou se ele se desequilibrou no meio- fio”, conta.

Ela contou ainda, que os passageiros perceberam que o ônibus passou por cima de alguma coisa, mas não imaginavam que o idoso tinha caído. “A gente sentiu o pneu passando por cima de algo e quando a gente correu para ver era o senhor”, conta.

Em nota, a Prefeitura de Palmas disse que a segurança viária é prioridade e abrirá um procedimento administrativo para apurar rigorosamente as causa do acidente. O acidente também será investigado pela Delegacia de Trânsito da Polícia Cívil que apontará os responsáveis.

G1 Tocantins.

Jornalista está em coma na UTI após acidente entre carro e ônibus no Tocantins

Pai disse que Alexandre Alves teve o pulmão perfurado e quebrou parte do crânio. Carro em que ele e a mulher estavam bateu em um ônibus do transporte público de Palmas.

O acidente aconteceu no cruzamento entre a avenida Teotônio Segurado e a LO-13, por volta de 19h30. O ônibus atingiu com maior força a parte do carro onde estava o motorista. O veículo foi arrastado por cerca de 20 metros.

O jornalista ficou preso nas ferragens e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros. Segundo o Samu, ele recebeu os primeiros socorros no local, foi levado para o Hospital Geral de Palmas e depois transferido para o hospital particular. Uma campanha nas redes sociais está pedindo doação de sangue, de qualquer tipo. A doação deve ser feita no Hemocentro da capital.

Neste domingo foi aniversário de Ribamar. “Eu estava em Pium, então não comemoramos juntos. Mais tarde, me ligaram e falaram sobre o acidente. Eu sabia que era grave porque não quiseram me passar muita informação. Você imagina a situação de um pai num momento como esse. Ele tem um bom condicionamento físico, isso vai ajudar na recuperação”.

A mulher da vítima, Cristiane Dalastra, está internada no mesmo hospital em observação. Os Bombeiros informaram que um passageiro do ônibus foi levado ao hospital com suspeita de fratura no ombro.

Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.  

Alexandre e Cristiane ficaram feridos em acidente (Foto: Reprodução/Facebook)

Polícia apreende 23 kg de maconha dentro de mala em ônibus

Apreensão foi realizada em Palmeiras do Tocantins. A droga estava distribuída em tabletes dentro de duas malas de viagem.

Polícia Rodoviária Federal apreendeu 23,87 kg de maconha, no km 7 de Palmeiras do Tocantins. A apreensão foi realizada nesta terça-feira (12), durante uma fiscalização que abordou um ônibus. A droga estava distribuída em tabletes dentro de duas malas de viagem.

O ônibus fazia o trajeto de Goiânia (GO) para São Luis (MA). Após fiscalização de todos os compartimentos do veículo foram encontradas as malas que estavam na parte inferior de bagagem que apresentavam forte cheiro de maconha.

A polícia descobriu que as duas bagagens pertenciam a uma jovem de 18 anos. Ao ser questionada sobre a droga, ela informou que pegou com uma mulher desconhecida na rodoviária de Goiânia e deixaria a droga na rodoviária de São Luis com outra pessoa também desconhecida. Ela recebeu R$ 1.000 para realizar o translado da droga.

Acidente entre ônibus escolar e carro deixa um morto no Tocantins

Motorista de carro de passeio não resistiu. Bombeiros informaram que não havia estudantes no transporte público; batida aconteceu na zona rural de Araguatins.

Um ônibus escolar e um carro de passeio se envolveram em um acidente na TO-010, na zona rural de Araguatins, na manhã desta sexta-feira (25). O Corpo de Bombeiros informou que o motorista do carro não resistiu e morreu no local. O veículo ficou completamente destruído. A batida aconteceu por volta das 6h20.

O IML informou que a vítima foi identificada como Roberto Rondinelli Rocha, de 36 anos. O site busca informações sobre o estado de saúde do motorista do ônibus.

A Polícia Militar disse que está no local e não passou outros detalhes. Os Bombeiros informaram que não havia estudantes dentro do transporte público, já que o motorista estava saindo da cidade para buscar os alunos na zona rural.

Acidente grave com ônibus escolar em Goiás deixa feridos e ao menos um morto

Segundo o Corpo de Bombeiros, veículo transportava 18 passageiros e caiu em um trecho em obras da GO-080.

Um acidente com um ônibus escolar na GO-080, em Nerópolis, deixou ao menos um morto e quatro feridos na manhã desta segunda-feira (7). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo transportava 18 passageiros e caiu em um trecho em obras no sentido que saia de Petrolina em direção ao município.

As vítimas foram socorridas pela corporação, Samu e ambulância da Prefeitura de Nerópolis e encaminhadas para hospitais da cidade.

Os bombeiros informaram que cinco pessoas foram resgatadas com ferimentos, mas uma morreu no hospital.

Ônibus escolar sai da pista e deixa ao menos um morto, em Nerópolis (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Quatro pessoas morrem e nove ficam feridas após ônibus bater de frente com caminhão

Acidente foi registrado no km 232, da BR-153, em Colinas do Tocantins. Os feridos foram levados para o Hospital Municipal da cidade.

Quatro pessoas morreram e nove ficaram feridas após um ônibus da empresa Real Sul bater de frente com um caminhão na madrugada deste sábado (5), por volta das 4h30. O acidente aconteceu no km 232, da BR-153, em Colinas do Tocantins, região norte do estado.

Entre os mortos estão o motorista do ônibus, Jonas Pereira da Silva, 44 anos; o motorista do caminhão, Lázaro Franciel Lima de Souza, 30 anos e as passageiras Ildene Marinho de Abreu, de 47 anos e Clarinda da Silva Cunha, que não teve a idade divulgada. O ônibus saiu de Picos (PI) com destino a Brasília e levava 13 passageiros.

Quatro pessoas morreram após ônibus bater de frente com caminhão

A primeira informação divulgada pela Polícia Rodoviária Federal foi de que três pessoas morreram no local. Conforme o Corpo de Bombeiros, os corpos estavam presos às ferragens e já foram levados para o Instituto Médico Legal.

Ainda de acordo com os Bombeiros, uma das passageiras que foi socorrida e levada para o hospital com vida, morreu na unidade.

Segundo o Hospital Municipal de Colinas, além da mulher que morreu na unidade, outros 9 feridos deram entrada no local. Um deles, o motorista reserva do ônibus identificado como Francisco Gama, foi socorrido com traumatismo craniano.

A Secretaria do Estado da Saúde confirmou que ele foi transferido para o Hospital Regional de Araguaína e está internado em estado estável. Três feridos tiveram alta e outros cinco seguem internados na unidade, em observação.

Parte dos feridos foi socorrida pelos Bombeiros e outra parte por populares que chegaram ao local antes da corporação.

Esse trecho da rodovia ficou completamente bloqueado por um período, mas já foi totalmente liberada.

Por telefone, a empresa de ônibus informou que vai prestar o auxílio necessário às famílias das pessoas que morreram e aos feridos.

G1 Tocantins

Ônibus escolar tomba após problema mecânico e professor fica ferido no Tocantins

Caso foi na rodovia TO-365, na zona rural de Gurupi. Prefeitura informou que 19 alunos estavam no veículo, mas que não tiveram ferimentos no acidente.

Um professor da rede municipal de educação de Gurupi ficou ferido após um acidente com um ônibus escolar na tarde desta terça-feira (27).

O acidente foi na rodovia TO-365, na zona rural da cidade. A prefeitura informou que 19 alunos estavam no veículo no momento do acidente, mas não tiveram ferimentos.

Testemunhas disseram que o ônibus teve problemas mecânicos antes de tombar, mas a prefeitura afirma que a manutenção estava em dia.

As causas serão apuradas por uma perícia. O professor que ficou ferido teve escoriações e não precisou ficar internado.

Outro ônibus foi chamado para transportar os passageiros até a escola. A maioria dos alunos mora no povoado do Trevo da Praia.

G1 Tocantins

Travesti é morta a tiros em ponto de ônibus em Goiás

Segundo a Polícia Civil, Paola Oliveira, de 35 anos, teria sido baleada após pegar o celular de um cliente que se recusou a pagar o programa.

Uma travesti de 35 anos foi morta a tiros em um ponto de ônibus, na noite desta terça-feira (20) em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.

De acordo com a Polícia Civil, um homem se aproximou e, após uma discussão, atirou contra ela. A principal suspeita da corporação é a de que a vítima, identificada como Paola Oliveira, tenha sido morta por um cliente que se recusou a pagar o programa.

Segundo o delegado Maurício Passerini, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), o homem se aproximou da travesti e atirou contra ela após ela se recusar a entregar um aparelho celular.

“O autor chegou ao local, conversou por alguns segundos. Em um dado momento ficou exigindo: ‘me dá meu celular, me dá meu celular’, e acabou atirando contra a vítima”, disse.

O caso ocorreu na noite de terça-feira, em um ponto de ônibus que fica em frente a um supermercado, em Luziânia. A travesti, que se identificava como Paola, era registrada como Paulo Sérgio Moreira da Silva.

De acordo com o delegado, o suspeito foi identificado por meio do carro usado no crime. O nome dele não foi divulgado.

“Temos o nome de um suspeito, que foi identificado após conseguirmos obter a placa do veículo em que ele teria chegado ao local onde matou a travesti. A nossa principal suspeita é a de que o homem se recusou a pagar o programa, a vítima reteve o celular dele e, no momento em que ele voltava para exigir a devolução, resolveu matá-la”, explicou.

O investigador informou que está fazendo novas diligências nesta quarta-feira, para ouvir novas testemunhas e localizar o suspeito do crime.

G1 Goiás