Kátia Abreu diz “ não farei campanha nojenta que possa me envergonhar”, durante reunião com lideranças política do Tocantins

Após a convenção do PDT, que referendou a candidatura da senadora Kátia Abreu ao governo, ela reuniu, em sua residência, mais de 400 lideranças políticas de todas as regiões do estado que vieram declarar apoio a sua candidatura.

O encontro ocorrido na noite de domingo, 22, também contou com a presença dos principais líderes dos partidos que apoiam sua candidatura, a exemplo do PEN, Avante, PSD, PDT e PSL. Na ocasião, Kátia Abreu anunciou o candidato a vice da chapa: o empresário Marco Antônio Costa.  

No discurso, Kátia Abreu fez um panorama de sua vida pública, falou sobre os desafios que enfrentou na vida, desde sua eleição para presidir o sindicato rural de Gurupi até ser eleita senadora. “Foram muitos os desafios para chegar aonde cheguei, somente Deus e minha família sabem o que enfrentei, mas não fugirei, a minha carreira não acabou, a minha luta não acabou. Podem vir com um caminhão de dinheiro que vou com minha força de trabalho e vamos vencer às eleições”, falou confiante.

Ela reforçou que quer debater projeto e não sua história de vida. “Nossa luta só está começando, quero enfrentá-los nos debates das universidades, nas televisões. Não sou melhor do que eles, mais sou, obstinada, aplicada e humilde para aprender e entender o meu estado. Nenhum dos candidatos conhecem o estado como eu conheço”.

Sem citar nomes, a candidata frisou não ser melhor que seus adversários, mas disse “ser diferente deles” e disparou “Eu não compro pessoas, não compro apoio, porque sou leal aos meus princípios, e ao povo do Tocantins. Não farei uma campanha nojenta que eu possa me envergonhar”, afirmou.  

Participação

Dentre as lideranças estavam presentes: os pré-candidatos a deputados estaduais nas eleições de outubro, Sargento Aragão, Manoel Queiroz, Júnior Luiz e José Augusto Pugliesi. Além dos pré-candidatos a deputados federais: Oswaldo Reis e Tom Lira.

Foto: Divulgação

Assessoria de comunicação – Kátia Abreu

Vicentinho Alves é recepcionado por lideranças em Palmeirópolis

O senador participou de uma reunião política no auditório da Câmara Municipal.

O senador Vicentinho Alves (PR/TO) está percorrendo a região Sul do Tocantins e participando de reuniões com prefeitos, lideranças e moradores a fim de tratar sobre a liberação de mais recursos na saúde, educação e infraestrutura, além de visitar obras em andamento nas localidades.

Recebido na Câmara Municipal de Palmeiroplis pelos vereadores

Na sexta-feira (2), o parlamentar visitou as cidades de Peixe, Sucupira, Jaú do Tocantins, São Salvador e Palmeirópolis.

Em Palmeirópolis a reunião aconteceu a partir das 20:horas e foi recebido pelas autoridades e moradores.

O prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz, agradeceu o parlamentar pelas emendas enviadas ao município através da ex-vereadora Marcia Araújo e disse que Palmeirópolis se identifica com o senador que tem olhado para os mais necessitados. 

“O senador Vicentinho sempre nos recebeu em Brasília, ele é extremamente acessível e se preocupa com o estado, fizemos diversas requisições para saúde, verba dele que está sempre preocupado com as questões sociais, como nós. Pensando nas pessoas vulneráveis, sofridas que precisam de ajuda. Vários equipamentos hospitalares, como um aparelho de raio X, eletrocardiograma e de ultrassom. logo estará em uso, emenda do senador. Temos um respeito gigantesco por ele”, disse o prefeito.

O senador Vicentinho Alves ao usar a tribuna agradeceu o prefeito e todos os presentes, falou do carinho que ele e sua esposa, e o deputado federal Vicentinho Junior, têm com a ex-vereadora Marcia Araújo. “A Márcia é de dentro da nossa casa”, disse sorrindo.

Lembrou que chegou em Palmeirópolis na época do seu Juju, José do Anjo, Euclides Barbosa (Gaúcho), ambos já falecidos.

“Hoje resolvi fazer uma agenda no sul do estado, mas tem aquela cidade que me acolheram ainda muito jovem, Palmeirópolis é uma delas. Me apresentei como deputado estadual muito novo e este município me acolheu de braços abraços, uma admiração de longas datas”, disse.

A ex-vereadora Márcia Araújo também expressou sua gratidão ao senador Vicentinho, agradeceu pelo cuidado e atenção para com ela e Palmeirópolis.  

Estiveram no evento os vereadores Nilson Rodrigues, Fábio Gonçalves, Divino da (patrol), Hildene Tóquio, secretários, servidores, o prefeito Fábio Vaz e a primeira dama Ana Paula, vice-prefeita Josemir Bastos, ex-vereadora Márcia Araújo, ex-prefeito de São Salvador Charles Evilacio, ex-prefeito de Palmeirópolis e pai do prefeito Fábio Vaz, Dorival Vaz, a comunidade, além da equipe de políticos e assessores que acompanham o senador.

No sábado (3), as visitas acontecem nas cidades de Araguaçu, Alvorada, Talismã, Cariri e Gurupi. No domingo, 4, Vicentinho visita Dueré, Aliança, Crixás, Santa Rita e Brejinho.

Da redação

Kátia Abreu se reúne com lideranças políticas em Palmas e anuncia viagem ao exterior

Na Alemanha, Kátia ministrará três palestras na Conferência do Clima, sobre aquecimento global. Nos EUA, participar de um evento sobre gestão pública e no Qatar palestra sobre o MATOPIBA.

A senadora Kátia Abreu (PMDB) tem realizado reuniões políticas pelo Tocantins com o objetivo de fazer um diagnóstico de como está sendo feito o trabalho político pelos coordenadores regionais do estado e, discutir estratégicas para cada região. Desta vez, a senadora Kátia Abreu reuniu o grupo na manhã desta segunda-feira, 6, em seu gabinete em Palmas.

O grupo, formado por representantes de todo o estado pontuou as principais dificuldades da população e debateu possíveis ações que podem ser adotadas para que o trabalho alcance o êxito planejado.

A senadora agradeceu a presença de todos e elogiou o trabalho da equipe, destacando a importância das ações que subsidiam sua atuação parlamentar.

“Temos feito encontros regiões, reuniões com líderes sindicais, profissionais da saúde, educação, enfim com vários segmentos da sociedade. Ouvindo as pessoas, que têm relatado, principalmente demandas relacionadas a saúde e a segurança pública. E eu tenho também visitado outros lugares fora do Tocantins para ver as ações que estão funcionando e poder copiar. Precisamos discutir, traçar estratégias e propor ações eficientes.”

Viagem internacional

Na ocasião a senadora disse que este mês vai à Alemanha, aos Estados Unidos e ao Qatar. Na Alemanha, Kátia Abreu ministrará três palestras na Conferência do Clima, sobre aquecimento global. Nos Estados Unidos, a convite do empresário George Paulo Lemann, a senadora participará de um evento sobre gestão pública e no Qatar ministrará palestra sobre o Matobipa, e também negociará a vinda de um grupo de empreendedores interessados em investir no Tocantins. “Eles querem investir na agricultura aqui no Tocantins e as fazendas já estão selecionadas na região dos municípios de Dueré e Araguaína. Vamos lá bater o martelo se Deus quiser”, confia Kátia Abreu.

Retorno

No retorno, a senadora disse que fará a última reunião com lideranças políticas esse ano, dia 27 de novembro, na cidade de Guaraí com a participação das cidades circunvizinhas. A parlamentar já promoveu encontro com lideranças políticas na região Sudeste, Sul, Norte e Central. 

T1noticias

Prefeito de Palmeirópolis junto com lideranças políticas visitaram pessoalmente o trecho da “curva da morte”

O caso é de urgência para impedir acidentes frequentes no trecho da rodovia TO-387, próximo a Palmeirópolis.

Também conhecida como “apertado da hora”, a famosa “curva da morte” liga a cidade de Palmeirópolis ao município goiano de Montevidiu e também a Gurupi TO.

No local há uma curva em declive, considerada muito perigosa. Os boletins dos últimos anos registram 51 acidentes no local, que já provocaram 9 mortes.

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mauro Carlesse (PHS), se comprometeu a buscar uma solução definitiva para o trecho da rodovia TO-387, a garantia foi confirmada novamente nesta segunda-feira 16, a prefeitos, vereadores, líderes políticos e moradores de Palmeirópolis, Paranã, São Salvador e Jaú do Tocantins durante visita para conhecer o local.

“Vou me reunir o quanto antes com o governador Marcelo Miranda (PMDB) e com o secretário [de Infraestrutura], Sérgio Leão, para ver o que o Estado pode fazer a fim de solucionar o problema”, explicou Carlesse.

Na semana passada, representantes dos municípios da região reuniram-se com Carlesse e o deputado Ricardo Ayres (PSB) na sala da Presidência da Casa, para entregar ofícios, relatórios e abaixo-assinados informando sobre as reais condições do local.

Entre as medidas defendidas para solucionar o problema estão o corte das curvas da serra, a duplicação da rodovia e mais sinalização.

Dessa forma, pediram a destinação de emendas parlamentares, em caráter de urgência, para esse fim.

Ao receber os líderes da região na semana passada, Carlesse garantiu que cobraria do Governo do Estado uma solução para o problema. Antes, porém, quis conhecer in loco o trecho da rodovia que tanto preocupa quem trafega pelo local.

Para o prefeito de Palmeirópolis, Fábio Vaz (PSD), a ida do presidente do Legislativo ao local já demonstra, por si só, a sensibilidade e a preocupação quanto ao problema. “Apresentamos nosso pleito ao Carlesse na terça-feira da semana passada, e hoje [segunda-feira, 16] ele já veio aqui para conhecer de perto o problema. O feed back, portanto, foi muito rápido. A visita dele para nós foi importantíssima, sobretudo pela sensibilidade com a nossa causa”, comentou.

Além dos acidentes fatais e dos riscos permanentes a que está exposto quem passa pelo local, os constantes sinistros causam também inúmeros danos ambientais, uma vez que os caminhões que tombam na “curva da morte” derramam produtos químicos, como calcário, cimento, argamassa, fertilizantes e defensivos agrícolas, em um córrego às margens da rodovia.

Para Carlesse, caso nada seja feito, poderá acontecer algum desastre ambiental ainda mais grave, a exemplo de cargas como combustíveis fósseis. “De uma forma ou de outra, tanto as pessoas que passam por aqui, quanto as que vivem na região, estão expostas”, concluiu.Visitando o trecho principal da curva

O mapa da noticia falou hoje terça-feira 17 pelo telefone, com Elmar Batista Borges, conhecido popularmente como Cenourão, secretário extraordinário de Integração Governamental sobre assunto, ele nos garantiu uma nota de esclarecimento explicando se o prazo garantido vai ser cumprido. Até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta. Tentamos falar com o secretário [de Infraestrutura], Sérgio Leão, para ver o que o Estado pode fazer a fim de solucionar o problema, não conseguimos localiza-lo. 

A comitiva percorreram todo trecho apé até o local da curva, com a cobertura da polícia militar na pessoa do comandante, tenente Rosa Neto.  Além do deputado Carlesse, participaram da caminhada o prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz, ex-prefeito Enoque Souza e Jonas Macedo, prefeito de São Salvador André Borba, ex-prefeito Charles Evilacio, vereadores de Palmeirópolis na pessoa do presidente William Marques, secretários, dentre eles o de educação de Palmeirópolis Bartolomeu Moura Junior, vereadores de São Salvador na pessoa do presidente da Câmara Edvan Francisco, Dr. Mércio Viana, empresários e fazendeiros.

Rubens Gonçalves e Rozineide Gonçalves/MN

Vereadores e prefeitos do sul e sudeste do Tocantins se reúnem em Palmas para tratar da “curva da morte”

A curva fica no pé de uma serra com ribanceira e tem sido alvo de reclamações de moradores devido o perigo e os constantes acidentes.

Os vereadores e prefeitos da região sul e sudeste do estado, estiveram em Palmas ontem 10, em uma reunião com o presidente da Assembleia Legislativa Mauro Carlesse (PHS).

O encontro foi pedindo urgência e soluções para impedir acidentes frequentes na chamada “curva da morte”, no trecho da rodovia TO-387, próximo a Palmeirópolis.

Foi uma reivindicação de 35 lideranças políticas e comunitárias, entre prefeitos, vereadores de quatro cidades da região (Palmeirópolis, Paranã, São Salvador e Jaú do Tocantins), ex-prefeitos Jonas Macedo e Enoque Souza e o fazendeiro José de Reginaldo que ao usar a tribuna se emocionou.

A audiência aconteceu ontem 10, na sala de reuniões da Casa, e contou com a presença do deputado Ricardo Ayres (PSB).

Numa ação conjunta, representantes daqueles municípios encaminharam ofícios, relatórios e abaixo-assinados informando ao deputado Carlesse as condições perigosas do trecho que liga a cidade de Palmeirópolis ao Estado de Goiás e também Gurupi. 

O grupo alertou já ter procurado várias lideranças para relatar a situação e pedir providências, mas ninguém nunca apresentou uma solução definitiva.

Eles relataram que a passagem na curva é temerosa pelo alto risco de morte, pois a mão única não comporta dois caminhões em sentidos contrários, além de ser a via muito usada por ônibus escolares e carros transportadores de produtos agropecuários.

Entre as medidas defendidas para solucionar o problema estão o corte das curvas da serra, a duplicação da rodovia e mais sinalização. Dessa forma, pediram a destinação de emendas parlamentares, em caráter de urgência, para esse fim.

O deputado Ricardo Ayres disse que já percorreu todo o Tocantins e que o trecho do Apertado da Hora é o mais perigoso por onde passou.  Os boletins dos últimos anos registram, no local, 51 acidentes com 9 mortes.

Todos os prefeitos falaram e também os vereadores pedindo “clemencia”, uma solução urgente.

Foi através do deputado Gaguim que esta reunião foi marcada com Carlesse. Quando os vereadores foram a Brasília, Carlos Henrique Gaguim, ligou imediatamente pedindo ao presidente que recebesse a comitiva em Palmas.   

Após ouvir as reivindicações, o deputado Mauro Carlesse considerou a situação preocupante e emergencial. “Posso ver a agonia pelo qual todos estão passando. Por isso, faço questão de despachar essas demandas, para nós muito justas, diretamente com o governador”, explicou.

O presidente acrescentou que, se dentro de um prazo de 60 dias o Executivo não fizer as intervenções emergenciais, a Assembleia vai tomar as providências conforme a lei.

Ao concluir, prometeu a inclusão de verbas no orçamento do ano que vem (PPA) para fazer o traçado original e definitivo da rodovia, como defendem há muitos anos os moradores da região sul do Estado.

Nossa equipe de reportagem esteve com Elmar Batista Borges, conhecido popularmente como Cenourão, secretário extraordinário de Integração Governamental atrás de uma resposta. Perguntamos se neste prazo de 60 dias estipulado pela Assembléia o governo vai atender, vai ter condições de começar a obra.

O secretário disse que o governador está empenhado em fazer de tudo para atender a região e que num prazo de 15 dias vai mandar uma equipe técnica ao local para fazer todo levantamento. Lembramos ao secretário que apenas sinalizações não resolvem, isso já foi feito, ele acrescentou que desta vez o governo vai fazer diferente e prometeu dar uma resposta breve e em seguida uma solução.

Da redação   

Kátia Abreu reunirá com lideranças políticas da região sul

A reunião com a senadora Kátia Abreu (PMDB) em Gurupi será hoje segunda-feira, 18 e vai acontecer na casa da ex-primeira-dama Goiaciara Cruz (PSD) com líderes da região sul do Tocantins.

Conforme a assessoria da senadora, a reunião está prevista para inicar às 19h e a intenção da senadora é ouvir as necessidades de cada município, ocasião em que irá apresentar seus projetos para a região com a intenção de afinar as propostas entre as lideranças políticas.

O encontro acontecerá na Rua 01, entre as Avenidas Mato Grosso e Amazonas em Gurupi.

Assessoria da senadora