Em Goiás: Jovem que morreu junto com o namorado em acidente estava grávida e planejava se casar

Casal e um amigo de 17 anos tinham saído de festa e voltavam para casa quando o acidente aconteceu. Veículo saiu da pista e caiu em uma vala, em Palmeiras de Goiás.

A dona de casa Francyelle Alcântara, de 28 anos, que morreu junto com o namorado e um amigo em um acidente na GO-156, estava grávida de dois meses e planeja se casar, conforme contou a irmã dela, Claudiane Pereira, de 32 anos. Segundo a família, as vítimas voltavam de uma festa quando o acidente aconteceu, em Palmeiras de Goiás, a 90 km de Goiânia.

“A gente não está acreditando, a gente a viu ontem, ela ainda pediu ajuda para escolher roupa para ir pra a festa, e aí acontece isso. Ela estava muito feliz, feliz com a gravidez, com o namoro”, disse a irmã.

O acidente aconteceu na madrugada de domingo (10). O namorado de Francyelle, o mecânico Esron Manoel, de 30 anos, era o motorista do Volkswagen Golf. A jovem viajava no banco da frente. No banco traseiro, estava um adolescente de 17 anos, que é primo do condutor.

De acordo com a família, o velório do casal deve ocorrer nesta segunda-feira (11), em horário a definir, na Igreja Cristã de Palmeiras de Goiás.

Segundo o capitão do Corpo de Bombeiros Eduardo Monteiro, testemunhas contaram que o trio saiu de uma festa em Cezarina, por volta das 4h, com destino a Palmeiras de Goiás, onde moram. A distância entre as cidades é de cerca de 40 km.

O carro em que os amigos viajavam saiu da pista e caiu em uma vala aberta para uma obra da Ferrovia Norte-Sul, que, segundo moradores, está há cerca de um ano parada. O buraco tem cerca de 20 metros de profundidade.

Irmão de Francyelle, o lavrador Adriano Gomes acredita que a falta de iluminação da rodovia pode ter causado o acidente. Ele cobra providências.

“Aquilo não pode ficar daquele jeito, sem iluminação, com visibilidade péssima perto de um barranco de mais de 20 metros. Não é a primeira vez que tem acidente no mesmo lugar, falta sinalização, iluminação, tem que tomar providencias para não ter mais vítimas”, afirmou.

O site pediu um posicionamento, por e-mail, para a Valec, responsável pela obra da Ferrovia Norte-Sul, e para a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), responsável pela rodovia, e aguarda retorno.

Carro cai em vala às margens da GO-156, em Palmeiras de Goiás (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
G1 noticias

Gaguim luta pela liberação de R$ 430 milhões junto à Caixa Econômica Federal

O recurso será destinado às áreas de saúde, educação, segurança pública, gestão e infraestrutura, que, inclusive beneficiará diretamente os municípios tocantinenses.
O deputado Federal Carlos Henrique Gaguim (DEM/TO) levou o governador interino Mauro Carlesse (PHS) à presidência da Caixa Econômica Federal (CEF) para tratar de liberação do empréstimo de aproximadamente R$ 430 milhões ao Tocantins.
Ambos foram recebidos nesta quarta-feira, 25, pelo vice-presidente de negócios de governo da Caixa Econômica Federal, José Barreto, em Brasília.
Desde que o presidente da Casa de Leis assumiu pela primeira vez o comando do Executivo tocantinense, o parlamentar luta para dar prosseguimento ao empréstimo levando-o à instituição financeira.
O recurso será destinado às áreas de saúde, educação, segurança pública, gestão e infraestrutura, que, inclusive beneficiará diretamente os municípios tocantinenses.

Mulher invade rodovia e morre atropelada junto com homem que tentou salvá-la

Motorista de caminhão disse à PRF que mulher sentou no meio da BR-153; homem tentou retirá-la, mas os dois foram atingidos. Caso aconteceu perto de Guaraí.

Um homem e uma mulher, que ainda não foram identificados, morreram após serem atropelados por um caminhão perto de Guaraí na noite deste domingo (27). Segundo o motorista do veículo, os dois estavam sentados às margens da rodovia, ao lado de uma bicicleta. Quando o caminhão se aproximou, a mulher teria ido para o meio da pista. O homem correu para salvá-la, mas os dois foram atropelados.

O motorista ainda informou à Polícia Rodoviária Federal que tentou desviar dos dois, mas não conseguiu. O homem morreu no local do acidente. A mulher foi socorrida por populares, mas não resistiu e morreu antes de chegar ao hospital.

Até o momento as vítimas não foram identificadas. Segundo a PRF, o caminhão tinha um peso total de 48 toneladas. 

G1/Tocantins

Deputado Gaguim garantiu junto à Funasa, recursos para esgotamento sanitário em cidades do Tocantins

Atuação parlamentar do Deputado Federal Carlos Henrique Gaguim.

O Deputado Federal, Carlos Henrique Gaguim, Podemos-TO, garantiu junto à Funasa, a liberação de recursos para o atendimento de obras de esgotamento sanitário em 16 cidades do Estado do Tocantins, totalizando o montante de R$ 55.860.000,00 (cinquenta e cinco milhões, oitocentos e sessenta mil reais). 

Gaguim explicou: “Venho lutando junto ao Presidente da Funasa, para que as cidades tocantinenses alcance índices de saneamento básico aceitáveis, pois 75% da população tocantinense não tem sequer acesso à coleta de esgoto.”

A Funasa disponibilizou esta verba contemplando 16 cidades tocantinenses. Inclusive, o edital já foi publicado, nesta semana, no Diário Oficial do Estado do Tocantins e o processo de licitação para execução de obras de esgotamento sanitário acontecerá no dia 10 de novembro, às 9h, na Secretaria de Infraestrutura do Estado.

As cidades que serão contempladas com esse recursos são: Aurora do Tocantins, Pugmil, Itapiratins, Sandolândia, Abreulândia, Sucupira, Fortaleza do Tabocão, Rio dos Bois, Aragominas, Piraquê, Bandeirantes do Tocantins, Angico, Riachinho, Santa Terezinha do Tocantins, São Bento do Tocantins e  Luzinópolis.

O recurso é proveniente do Termo de Compromisso 272/2014 da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) com o governo do estado do Tocantins e os municípios, e foi agilizado depois do empenho e das articulações do Deputado Federal, Carlos Henrique Gaguim, junto ao Presidente da Funasa, Rodrigo Dias.

“Este convenio feito por meio do Governo do Estado estava parado há mais de 3 anos, mas graças a Deus, com muito trabalho, conseguimos a liberação desse importante recurso para o nosso povo tocantinense.” Finalizou o ex-governador Gaguim.  

Saneamento Básico no Brasil

Apenas, 50,3% da população brasileira têm acesso à coleta de esgoto. Mais de 100 Milhões de brasileiros não tem acesso a este serviço. Somente 42,67% dos esgotos do país são tratados. A média das 100 maiores cidades brasileiras em tratamento dos esgotos foi de, apenas, 50,26%, entre elas, somente 10 das capitais brasileiras tratam acima de 80% de seus esgotos.

Saneamento Básico no Tocantins

Somente 25,60% dos tocantinenses têm acesso à coleta de esgoto. Sendo que o tratamento desse esgoto é feito em apenas 25,29% do estado. As perdas de água estão em torno de 46,80%.

Ascom deputado Gaguim

 

Prefeito de Palmeirópolis junto com lideranças políticas visitaram pessoalmente o trecho da “curva da morte”

O caso é de urgência para impedir acidentes frequentes no trecho da rodovia TO-387, próximo a Palmeirópolis.

Também conhecida como “apertado da hora”, a famosa “curva da morte” liga a cidade de Palmeirópolis ao município goiano de Montevidiu e também a Gurupi TO.

No local há uma curva em declive, considerada muito perigosa. Os boletins dos últimos anos registram 51 acidentes no local, que já provocaram 9 mortes.

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mauro Carlesse (PHS), se comprometeu a buscar uma solução definitiva para o trecho da rodovia TO-387, a garantia foi confirmada novamente nesta segunda-feira 16, a prefeitos, vereadores, líderes políticos e moradores de Palmeirópolis, Paranã, São Salvador e Jaú do Tocantins durante visita para conhecer o local.

“Vou me reunir o quanto antes com o governador Marcelo Miranda (PMDB) e com o secretário [de Infraestrutura], Sérgio Leão, para ver o que o Estado pode fazer a fim de solucionar o problema”, explicou Carlesse.

Na semana passada, representantes dos municípios da região reuniram-se com Carlesse e o deputado Ricardo Ayres (PSB) na sala da Presidência da Casa, para entregar ofícios, relatórios e abaixo-assinados informando sobre as reais condições do local.

Entre as medidas defendidas para solucionar o problema estão o corte das curvas da serra, a duplicação da rodovia e mais sinalização.

Dessa forma, pediram a destinação de emendas parlamentares, em caráter de urgência, para esse fim.

Ao receber os líderes da região na semana passada, Carlesse garantiu que cobraria do Governo do Estado uma solução para o problema. Antes, porém, quis conhecer in loco o trecho da rodovia que tanto preocupa quem trafega pelo local.

Para o prefeito de Palmeirópolis, Fábio Vaz (PSD), a ida do presidente do Legislativo ao local já demonstra, por si só, a sensibilidade e a preocupação quanto ao problema. “Apresentamos nosso pleito ao Carlesse na terça-feira da semana passada, e hoje [segunda-feira, 16] ele já veio aqui para conhecer de perto o problema. O feed back, portanto, foi muito rápido. A visita dele para nós foi importantíssima, sobretudo pela sensibilidade com a nossa causa”, comentou.

Além dos acidentes fatais e dos riscos permanentes a que está exposto quem passa pelo local, os constantes sinistros causam também inúmeros danos ambientais, uma vez que os caminhões que tombam na “curva da morte” derramam produtos químicos, como calcário, cimento, argamassa, fertilizantes e defensivos agrícolas, em um córrego às margens da rodovia.

Para Carlesse, caso nada seja feito, poderá acontecer algum desastre ambiental ainda mais grave, a exemplo de cargas como combustíveis fósseis. “De uma forma ou de outra, tanto as pessoas que passam por aqui, quanto as que vivem na região, estão expostas”, concluiu.Visitando o trecho principal da curva

O mapa da noticia falou hoje terça-feira 17 pelo telefone, com Elmar Batista Borges, conhecido popularmente como Cenourão, secretário extraordinário de Integração Governamental sobre assunto, ele nos garantiu uma nota de esclarecimento explicando se o prazo garantido vai ser cumprido. Até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta. Tentamos falar com o secretário [de Infraestrutura], Sérgio Leão, para ver o que o Estado pode fazer a fim de solucionar o problema, não conseguimos localiza-lo. 

A comitiva percorreram todo trecho apé até o local da curva, com a cobertura da polícia militar na pessoa do comandante, tenente Rosa Neto.  Além do deputado Carlesse, participaram da caminhada o prefeito de Palmeirópolis Fábio Vaz, ex-prefeito Enoque Souza e Jonas Macedo, prefeito de São Salvador André Borba, ex-prefeito Charles Evilacio, vereadores de Palmeirópolis na pessoa do presidente William Marques, secretários, dentre eles o de educação de Palmeirópolis Bartolomeu Moura Junior, vereadores de São Salvador na pessoa do presidente da Câmara Edvan Francisco, Dr. Mércio Viana, empresários e fazendeiros.

Rubens Gonçalves e Rozineide Gonçalves/MN