Em Goiás: Jovem que morreu junto com o namorado em acidente estava grávida e planejava se casar

Casal e um amigo de 17 anos tinham saído de festa e voltavam para casa quando o acidente aconteceu. Veículo saiu da pista e caiu em uma vala, em Palmeiras de Goiás.

A dona de casa Francyelle Alcântara, de 28 anos, que morreu junto com o namorado e um amigo em um acidente na GO-156, estava grávida de dois meses e planeja se casar, conforme contou a irmã dela, Claudiane Pereira, de 32 anos. Segundo a família, as vítimas voltavam de uma festa quando o acidente aconteceu, em Palmeiras de Goiás, a 90 km de Goiânia.

“A gente não está acreditando, a gente a viu ontem, ela ainda pediu ajuda para escolher roupa para ir pra a festa, e aí acontece isso. Ela estava muito feliz, feliz com a gravidez, com o namoro”, disse a irmã.

O acidente aconteceu na madrugada de domingo (10). O namorado de Francyelle, o mecânico Esron Manoel, de 30 anos, era o motorista do Volkswagen Golf. A jovem viajava no banco da frente. No banco traseiro, estava um adolescente de 17 anos, que é primo do condutor.

De acordo com a família, o velório do casal deve ocorrer nesta segunda-feira (11), em horário a definir, na Igreja Cristã de Palmeiras de Goiás.

Segundo o capitão do Corpo de Bombeiros Eduardo Monteiro, testemunhas contaram que o trio saiu de uma festa em Cezarina, por volta das 4h, com destino a Palmeiras de Goiás, onde moram. A distância entre as cidades é de cerca de 40 km.

O carro em que os amigos viajavam saiu da pista e caiu em uma vala aberta para uma obra da Ferrovia Norte-Sul, que, segundo moradores, está há cerca de um ano parada. O buraco tem cerca de 20 metros de profundidade.

Irmão de Francyelle, o lavrador Adriano Gomes acredita que a falta de iluminação da rodovia pode ter causado o acidente. Ele cobra providências.

“Aquilo não pode ficar daquele jeito, sem iluminação, com visibilidade péssima perto de um barranco de mais de 20 metros. Não é a primeira vez que tem acidente no mesmo lugar, falta sinalização, iluminação, tem que tomar providencias para não ter mais vítimas”, afirmou.

O site pediu um posicionamento, por e-mail, para a Valec, responsável pela obra da Ferrovia Norte-Sul, e para a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), responsável pela rodovia, e aguarda retorno.

Carro cai em vala às margens da GO-156, em Palmeiras de Goiás (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)
G1 noticias

Motorista da dupla Henrique e Juliano foi preso por matar esposa grávida em GO

Denise da Silva, de 34 anos, foi morta com um tiro na cabeça, no condomínio onde morava, em Goiânia.

O crime foi cometido numa rua próxima da casa da vítima, em um condomínio do Setor Orienteville, na capital, na madrugada desta segunda-feira. Conforme as investigações, como o casal estava separado, o motorista arrombou a porta da casa e começou a discutir com a esposa. Após ser agredida, ela tentou fugir, mas acabou baleada na cabeça.

O preso foi levado para a Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), em Goiânia. Ele chegou ao local por volta de 16h50 e respondeu à reportagem que “não sabe” o que o levou a cometer o crime.

O suspeito trabalha como motorista do ônibus da dupla sertaneja Henrique e Juliano. A assessoria dos artistas informou que o funcionário estava de folga quando o crime ocorreu e que o contato dele com os músicos é “estritamente profissional”.

O delegado responsável pela investigação, Danilo Proto, havia dito que, apesar de casados formalmente, Denise tinha interesse em se divorciar. Os dois, inclusive, já não estavam morando juntos havia alguns meses.

Grávida é morta após ser baleada em Goiânia (Foto: Facebook/Reprodução)

Natural de São Paulo, Denise se mudou para Goiânia há cerca de 5 anos, quando começou a namorar com Aginaldo. No ano passado, eles se casaram. Tia da vítima, a advogada Idivonete Ferreira Martins afirmou que o casal tinha um relacionamento bastante conturbado e que Aginaldo era violento.

“Para nós, era uma tragédia anunciada. Ele já esteve em minha casa algumas vezes e a postura dele transparecia isso, de um cara violento. Eu já tinha falado para ela vender tudo e voltar para São Paulo. Ela falou que iria resolver tudo, mas a notícia da gravidez os reaproximou”, afirma.

A advogada relatou que há alguns meses, quando a relação estava muito desgastada, Aginaldo ameaçou a mulher durante um episódio.

“Há algum tempo atrás, ela me ligou para se orientar juridicamente. Ela disse que ele chegou na casa dela, que ela comprou, pôs vários móveis em um caminhão e levou embora. Nessa ocasião, ele disse que queria a casa e que, se ela não a cedesse, ‘iria se ver com ele'”.

No entanto, algum tempo depois, segundo Idivonete, ele voltou, pediu perdão, prometeu que ia ser diferente e ela o aceitou de volta.

Grávida é morta após ser baleada; marido é preso suspeito do crime (Foto: Arquivo pessoal)

Grávida morre após ambulância capotar ao desviar de ave em rodovia

Rosilene Dias dos Santos, de 27 anos, morreu no local. Namorado da jovem também ficou ferido no acidente e foi levado ao Hospital Regional de Paraíso.

Uma grávida morreu e o namorado dela ficou ferido após uma ambulância capotar na TO-342, próximo a cidade de Dois Irmãos do Tocantins. Eles estavam no veículo indo de Araguacema, no oeste do estado, para Palmas. O motorista da ambulância informou a Polícia Militar que perdeu o controle do veículo ao tentar desviar de uma seriema que estava na pista.

A jovem Rosilene Dias dos Santos, de 27 anos, morreu no local. O bebê também não resistiu ao acidente. Não há informações sobre o estado de saúde do namorado dela, o motorista teve ferimentos leves. O caso foi no começo da tarde desta quinta-feira (10).

Nas imagens é possível ver que a parte de cima da ambulância foi completamente arrancada, o veículo foi para em um matagal nas margens da pista. A PM informou que outros motoristas ajudaram no socorro às vítimas. Os dois homens foram levados ao Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.

Motorista informou que tentou desviar de um pássaro (Foto: Divulgação)
Motorista informou que tentou desviar de um pássaro (Foto: Divulgação)
Acidente foi no começo da tarde desta quinta-feira (Foto: Divulgação)
Acidente foi no começo da tarde desta quinta-feira (Foto: Divulgação)
G1/TO

Grávida é morta com tiro dentro de carro após abordagem de criminosos em Goiás

Marido e filho do casal, de 2 anos, também estavam no veículo, mas não se feriram. Segundo esposo, vítima foi baleada após discutir com um dos suspeitos, que havia assumido a direção do automóvel.

Uma mulher de 28 anos foi morta após ser baleada dentro do carro onde viajava, em Ivolândia, região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, a representante comercial Vanessa Camargo, grávida de 3 meses, estava acompanhada do marido e do filho do casal, de 2 anos, quando eles foram abordados por dois homens em uma moto. O esposo, que dirigia o veículo, parou e um dos suspeitos assumiu a direção. Ele disse em depoimento que a vítima discutiu com o rapaz e levou um tiro na cabeça. Até o momento, ninguém foi preso.

O crime aconteceu na segunda-feira (7) em uma estrada vicinal da cidade. O marido e a criança não se feriram. De acordo com o delegado Ramon Queiroz, responsável pelo caso, a família mora em Iporá, também na região central, e seguia para Goiânia por motivo de trabalho.

“O marido dela disse ontem [terça-feira, 1º] que eles foram abordados na GO-060, cerca de 15 km depois de Iporá. Depois que um dos homens assumiu a direção, o outro continuou na moto e seguiu o carro. O condutor pegou o caminho inverso, entrou em uma estrada de terra e fugiu com o comparsa na moto depois de cometer o crime”, disse o delegado.

Ainda conforme Queiroz, o marido de Vanessa, que é empresário, afirmou que a esposa discutiu com o criminoso porque queria descer do veículo. Ele disse também que como seu celular estava sem sinal, pegou o filho e foi até a estrada para pedir ajuda. Porém, a mulher não resistiu.

O responsável pelo caso disse que nenhum pertence foi levado. O esposo da vítima afirmou que ficou com medo e parou o veículo após ver a arma do motociclista.

“Não descartamos nenhuma possibilidade. Temos que checar tudo. Estou tentando marcar a reconstituição do crime ainda para esta semana para que o marido possa mostrar como se deram os fatos”, afirmou Queiroz.

G1/TO

Dentista é preso acusado de matar a ex-namorada, grávida de três meses

Corpo dela foi encontrado carbonizado em Vassouras, no centro-sul fluminense.

Um dentista de 33 anos foi preso neste domingo, 25, pela Polícia Civil do Rio sob suspeita de matar a ex-namorada, que estaria grávida dele e estava desaparecida desde a última quinta-feira, 22. O corpo dela foi encontrado carbonizado em Vassouras, no centro-sul fluminense. O suspeito foi detido em casa, em Botafogo.

Segundo a polícia, Thiago Medeiros conheceu a farmacêutica Nathalie Rios Motta Salles em 2008 e começaram a namorar. Depois romperam o relacionamento, mas continuaram se encontrando. Nathalie, de 37 anos, engravidou há três meses e Thiago seria o pai.

Atualmente noivo de uma médica, o dentista teria tentado, sem sucesso, convencê-la de abortar. Na última quinta-feira, Nathalie saiu de uma de suas farmácias, na Tijuca, por volta de 16h30, e foi de metrô da estação Saens Peña até o Flamengo onde encontrou o ex-namorado.

Segundo o depoimento de Thiago, que durou mais de 10 horas, a farmacêutica entrou no carro dele e começaram a trafegar pelo Rio. Então, Nathalie teria pedido para desembarcar no Aterro do Flamengo e que ele a teria deixado no local pedido. A partir daí, Nathalie não foi mais vista.

Até o momento a polícia não encontrou provas de que Thiago deixou de fato a ex-namorada no Aterro do Flamengo, como imagens gravadas por câmeras de segurança da região.

O dentista alega que, após ter deixado a ex-namorada, viajou para Vassouras, onde a família dele mora e onde mantém um consultório odontológico.

Na sexta-feira, 23, policiais encontraram um corpo carbonizado dentro de uma pilha de pneus, em um lugar ermo a cerca de dez quilômetros do centro de Vassouras. Embora o cadáver tenha ficado irreconhecível e os dentes sido arrancados, os brincos e partes da roupa estavam intactos e foram reconhecidos por familiares da farmacêutica como sendo dela.

Com base nos indícios, a Polícia Civil pediu neste domingo a prisão temporária de Medeiros, autorizada pela Justiça. Ele foi detido em casa. A reportagem não conseguiu localizar representantes do dentista, que pudessem emitir sua versão sobre o caso. Com informações do Estadão Conteúdo. 

Noticias ao Minuto

Grávida não consegue fazer pré-natal por constar como morta no SUS

No cadastro do sistema, aparece que jovem morreu no mesmo dia de seu nascimento. Com dez semanas de gestação, ela não consegue fazer o acompanhamento necessário em Goiânia.

 A jovem Tayrine de Souza Nunes, de 26 anos, grávida de dez semanas, tomou um susto ao procurar uma unidade de saúde de Goiânia para começar a fazer o pré-natal. Para seu espanto, ela descobrir que consta como “morta” no cadastro do Sistema Único de Saúde (SUS). Desde então, ela começou uma verdadeira peregrinação para resolver o problema e poder cuidar de sua gestação da forma correta.

Em nota enviada ao G1, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que Tayrine já procurou o setor responsável pela atualização cadastral e que o caso “já segue em tramitação”.

Moradora de Goianira, Região Metropolitana da capital, ela nasceu no dia 15 de janeiro de 1991, mesmo dia em que teria morrido segundo o SUS. Ela é estudante de direito, ela teve que deixar o curso por causa de dinheiro e ainda está desempregada. A jovem contou que no dia 16 de maio passou mal, foi ao hospital e descobriu que estava grávida.

No dia seguinte, Tayrine foi até a Maternidade Nascer Cidadão, em Goiânia, onde foi informada que estaria “morta”. Desde então, ela não consegue atendimento. “Não consigo. Não adianta. Você vai lá eles falam ‘você está como morta, você precisa resolver no sistema’. E quando você vai resolver no sistema, sempre está bloqueado”, afirma à TV Anhanguera.

No hospital, ela foi informada que teria de procurar o posto de saúde do Jardim Primavera, onde fez o cartão do SUS, para resolver o problema. Porém, lá ela foi encaminhada para o distrito sanitário, para arrumar as questões cadastrais. Novamente, o problema não foi resolvido. Foi solicitada então que ela fosse até o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), onde a situação permaneceu inalterada.

Curiosamente, a jovem diz que já conseguiu atendimento na rede pública outras vezes e que o problema nunca foi constatado. “Eu fiz esse cartão em 2013 e de lá para cá, já precisei e fui atendida algumas vezes. Agora é que descobrimos essa situação”, pontua.

Nota da Secretaria Municipal de Saúde (SMS):

A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia informa que a paciente Tayrine de Souza Nunes já procurou o departamento que cuida do Cartão SUS na Capital para solicitar a atualização dos dados junto ao Cadastro Nacional de Saúde e que o caso já segue em tramitação.

As providências necessárias já foram tomadas para solicitar ao Ministério da Saúde a reativação do Cartão SUS da paciente. O procedimento inclui o envio de um documento pela Secretaria junto a um comprovante de que a paciente está viva, como cópia do cadastro ativo da Receita Federal, por exemplo.

Informamos que o sistema de registro no cadastro do Sistema Único de Saúde, o CAD SUS, é complexo e conta com grande número de pessoas que podem acessá-lo, portanto, é possível a ocorrência de erro no lançamento de dados.

Reiteramos ainda que a SMS de Goiânia assumiu a atualização do caso, pois, apesar de residir no interior, a paciente procurou uma unidade de saúde municipal da Capital. A Secretaria de Saúde de Goianira tem condições de solucionar a situação. O recomendado é que as pacientes do interior realizem o acompanhamento pré-natal em seus municípios de origem.

 

Grávida morre após carro que dirigia bater em retroescavadeira

Segundo bombeiros, gestante de 27 anos foi encontrada já sem vida fora do carro, em Formosa. Motorista do outro veículo teve dores no peito foi levado para hospital.

A motorista grávida Aline Acordi, de 27 anos, morreu após o carro que ela dirigia bater em uma retroescavadeira e capotar na GO-430, na saída do município de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, nesta terça-feira (20). O Corpo de Bombeiros informou que a vítima foi encontrada já sem vida e fora do carro e pode ter sido arremessada durante o acidente.

O major dos bombeiros Bráulio Flores relatou que o Chevrolet Ônix que a vítima dirigia bateu no outro veículo e capotou. “Segundo testemunhas que estavam no local, a retroescavadeira estava no acostamento da pista e, por algum motivo, o carro dela bateu e capotou. Ela estava sozinha no carro na saída em direção a Planaltina de Goiás”, contou.

Ainda conforme Flores, o motorista da retroescavadeira, de 35 anos, relatou que estava sentindo dores no peito e que tinha problemas no coração. O homem foi encaminhado para o Hospital Municipal de Formosa.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informou que não foi preciso interditar a pista para o atendimento e o trânsito flui normalmente.

G1/GO

Grávida capota carro após colisão em cruzamento

Acidente aconteceu na quadra 108 Sul de Palmas, região central da cidade. Moradores reclamam que local não tem sinalização e há acidentes constantemente.

Um carro de passeio conduzido por uma grávida capotou dentro da quadra 108 Sul, no centro de Palmas, após colidir com outro veículo em um cruzamento. O carro em que a mulher estava parou em cima da calçada de uma casa.

Testemunhas contaram que o acidente aconteceu por volta das 18h desta quinta-feira (27). Segundo moradores disseram à reportagem da TV Anhanguera, além da grávida também havia uma criança no carro. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros.

As três pessoas que estavam no outro veículo não se feriam. Moradores reclamaram que não tem sinalização indicando de quem é a preferência no cruzamento e por isso há muitos acidentes no local.

Agentes de trânsito da Prefeitura de Palmas e peritos da Polícia Civil estiveram no local.

G1/TO

Família procura grávida de 8 meses que desapareceu em Goiás

Silvânia Araújo, de 31 anos, não é vista há 5 dias, em Aparecida de Goiânia.
Família é do TO e encontrou a casa dela trancada, com o enxoval dentro.

A diarista Silvânia Maurício Araújo, de 31 anos, que está grávida de 8 meses, está desaparecida há cinco dias, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. De acordo com familiares, a mulher está com o parto marcado para o próximo mês e deixou a casa trancada, com todas as roupas dela e o enxoval do bebê. O caso é investigado pela Polícia Civil.

De acordo com a irmã dela, Maria do Carmo Araújo, a família mora no Tocantins e viajou para Goiânia depois que um amigo de Silviânia avisou que a mulher havia sumido. “Quando eu cheguei aqui, a casa estava trancada. Uma situação desesperadora porque cheguei aqui e não vi a minha irmã. É muita dor, é muita agonia”, disse.

Silvânia mora no Jardim Dom Bosco 2, em Aparecida de Goiânia, e está desaparecida desde a noite de sábado (18).

O aposentado Damiel Feitosa, que comunicou o desaparecimento à família, disse que a mulher fez faxina na casa dele na sexta-feira (17) e foi vista no dia seguinte por moradores do bairro.

Ele suspeitou do sumiço depois que foi até a casa dela na última segunda-feira (20) e não encontrou ninguém. “Ela foi vista no sábado, meia-noite, na distribuidora de bebidas. Ela foi lá em casa na sexta-feira, fez faxina, almoçou lá. Eu era um pai pra ela, é uma tristeza grande”, desabafou o aposentado.

A família chegou a Aparecida de Goiânia na noite de quarta-feira e registrou uma ocorrência no 4º Distrito Policial da cidade. O caso é apurado pelo delegado Carlos Leveger. Ele informou à TV Anhanguera que equipes estão no bairro da mulher para ouvir testemunhas, mas até então não existe pistas da grávida.(Fonte:G1/Go)