Idoso é preso suspeito de abusar sexualmente da sogra de 82 anos

Após ser flagrado pelo cunhado, o agressor fugiu mas foi localizado pela polícia e preso em flagrante; o suspeito já teria passagem pela polícia por estupro

Um idoso de 71 anos é suspeito de abusar sexualmente da sogra de 82 anos portadora da doença de Alzheimer. O caso aconteceu em Potirendaba (SP) e divulgado pela polícia na última terça-feira (16).

De acordo com o G1, o filho da vítima, que a visitava, teria visto o idoso pegando a mão dela e colocando sobre seu pênis, dentro do quarto dela. A idosa mora com a filha, que é mulher do agressor.

Após ser flagrado pelo cunhado, o agressor fugiu de carro, mas foi localizado pela polícia. Ele foi preso em flagrante. O suspeito já teria passagem pela polícia por estupro. O caso corre sob segredo de Justiça. (fonte:noticias ao minuto)

Pai é preso suspeito de estuprar filha com ajuda do filho em MS, diz polícia

Adolescente diz que era abusada desde a morte da mãe, há seis anos
Eles prestaram depoimento nesta segunda-feira (15) e negaram o crime

Um homem de 43 anos e um jovem de 20 anos foram presos no domingo (14), em Campo Grande, suspeitos de estuprar uma adolescente de 16 anos, que é filha e irmã deles, respectivamente. Eles prestaram depoimento na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depac) nesta segunda-feira (15) e negaram o crime.

O caso começou a ser investigado depois que a menina foi internada em um hospital de Coxim, a 257 km de Campo Grande, com sangramento e dores, segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, responsável pelo caso. No hospital, foi constatado que ela tinha objetos estranhos no útero.

Delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Depca (Foto: Dyego Queiroz/ TV Morena)
Delegado Paulo Sérgio Lauretto, titular da Depca (Foto: Dyego Queiroz/ TV Morena)

“Ela tinha hemorragia e dores abdominais. Ela disse que passou por um processo de aborto. Os médicos que a atenderam viram que ela tinha corpos estranhos no interior do útero”, disse Paulo Sérgio Lauretto.

A menina foi transferida para a Santa Casa de Campo Grande, onde passou por um procedimento para retirar objetos do útero, que teriam sido introduzidos pelo pai e irmão dela, segundo a polícia. A garota disse em depoimento que os materiais seriam restos de um tudo de lubrificante, que foi colocado pelo irmão com ajuda do pai, quando ela tinha 10 anos.

“Ela disse que os abusos propriamente ditos seriam nessa época. Ela disse que não chegou à conjugação carnal, mas o pai passava a mão pelo corpo e nas partes íntimas. E diz que ele continuou com essa prática até pouco tempo. Com relação ao irmão, também”, explicou o delegado.

Atualmente a menina mora com a tia. A polícia quer saber se a mulher tinha conhecimento do caso e não denunciou. A adolescente contou que os abusos começaram por parte do irmão, segundo o delegado.

“Ela disse que perdeu a mãe quando tinha 10 anos. Como o pai morava com outra mulher, ela ficou morando sozinha com o irmão. Então, esse irmão começou os abusos. A menina disse que depois de um certo tempo o pai pediu a guarda dela. Aí ele teria começado a abusar também.”

Paulo Sérgio Lauretto diz que a menina está internada na Santa Casa de Campo Grande. O material retirado pelos médicos vai ser encaminhado para perícia. A garota deve ser ouvida, assim como familiares que convivem com ela.(fonte:g1/ms)

Mãe é presa por omissão em estupro da filha de 13 anos pelo padrasto

Vítima foi abusada pelo suspeito durante oito meses; caso aconteceu em Vila Velha, no Espirito Santo

Uma mãe de 51 anos foi presa por suspeita de omissão no estupro da filha dela, de apenas 13 anos, pelo padrasto. A menina, que sofre distúrbios psicológicos, teria sido abusada por oito meses e a mulher não teria feito nada para impedir, disse a polícia.

Segundo o R7, o caso aconteceu na cidade de Vila Velha, no Espirito Santo. A mãe, por sua vez, negou. “Eu nunca vi nada”, disse.

De acordo com o depoimento prestado pela menina, a mãe chegou a presenciar os abusos, mas não fez nada. Já o delegado responsável pelo caso, Lorenzo Pazolini, contou que os vizinhos sabiam das aressões.

“A partir da prisão do padrasto nós continuamos as investigações, realizamos diligências na casa dos envolvidos e entrevistamos pessoas que narraram que na verdade a comunidade tinha um conhecimento prévio de que aquela criança era vítima de abuso sexual praticado pelo próprio padrasto”, comentou.

O homem está preso desde o dia 24 de junho. Já a mãe da menina foi presa na última quarta-feira (6). O curioso é que o suspeito já havia sido condenado pelo mesmo crime, só que contra a própria filha, de apenas 10 anos. Ele estava no semiaberto.

A vítima está sob os cuidados do conselho tutelar.(fonte:noticias ao minuto)

Mãe flagra estupro da filha de 8 anos por idoso no interior de SP

O acusado é o pintor Jair de Oliveira, de 63 anos, que foi preso em flagrante. Segundo a PM, ele também abusava de outra filha da diarista, uma menina de apenas dois anos

Depois de flagrar a filha de oito anos sendo estuprada por um homem na tarde desta quinta-feira, 30, em Bastos, no interior de São Paulo, a diarista Maria Rita da Silva de Araújo, de 46 anos, chamou a Polícia Militar.

O acusado é o pintor Jair de Oliveira, de 63 anos, que foi preso em flagrante. Segundo a PM, ele também abusava de outra filha da diarista, uma menina de apenas dois anos.

As irmãs foram examinadas por uma médica no Pronto-Socorro Municipal. Foi constatado que “elas tinham marcas de violência na região íntima”, de acordo com um porta-voz da PM ouvido pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Depois, as meninas passaram por exames no Instituto Médico Legal(IML) de Tupã, que confirmaram o estupro. O pintor, que é pai de uma conselheira tutelar, morava na casa da diarista, que também tem um filho.

“Ele dava dinheiro para o menino comprar doce e, enquanto o menor estava fora, abusava das irmãs”, segundo o porta-voz.

‘Cadeia dos estupradores’

Depois de ser ouvido na Delegacia de Bastos, o pintor Jair de Oliveira foi transferido para a cadeia de Barra Bonita. O local é conhecido como a cadeia dos estupradores.(fonte:notícias ao minuto)

Jogador é preso no Tocantins por estuprar 4 meninas no Pará

O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira acusado de estuprar quatro adolescentes em Conceição do Araguaia, no Pará. A Polícia Civil efetuou a detenção em cumprimento à prisão preventiva determinada pela Justiça. Uma jovem tem 12 anos, uma tem 13 anos e outras duas têm 14 anos de idade.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, Jobson não ofereceu resistência à detenção, ocorrida em sua chácara na cidade de Couto Magalhães, no oeste de Tocantins. O jogador de 28 anos (que está suspenso do futebol até 2019) é investigado por ter estuprado uma quinta jovem.

De acordo com a Polícia Civil, as quatro jovens foram submetidas a exames periciais, cujos resultados apresentaram que nas duas menores, de 12 e 13 anos, houve conjunção carnal (penetração).

As outras duas adolescentes alegaram, em depoimento, que consentiram as relações sexuais. No entanto, afirmaram que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida.

O inquérito policial foi instaurado há uma semana após uma das supostas vítimas, uma garota de 13 anos, denunciar que fotos suas em situações pornográficas estavam circulando em grupos de rede social por meio do aplicativo de mensagens por telefone celular WhatsApp.

Segundo relatou a suposta vítima, o jogador teria a aliciado em Conceição do Araguaia para levá-la até sua chácara, junto com outras três adolescentes, e ali as vítimas teriam sido embriagadas e entorpecidas, para então serem abusadas sexualmente.

Ainda, conforme as denúncias, essa prática por parte do jogador teria ocorrido em diversas ocasiões no município.

A jovem relatou que desmaiou durante o evento que teria sido promovido por Jobson. Desacordada, ela teve fotos tiradas por Jobson e amigos do jogador. As imagens, segundo a polícia, foram compartilhadas nos grupos de rede social. Ainda, conforme o delegado, a vítima chegou a telefonar para o jogador, dizendo que iria denunciá-lo, e o acusado teria feito ameaças à garota. Após ouvir o depoimento da adolescente, a equipe da Polícia Civil localizou as outras vítimas.

Jobson está suspenso do futebol profissional até 2019, após punição imposta pela Federação Saudita de Futebol por ter se negado a fazer um exame antidoping, segundo o Al Ittihad. A Fifa deu validade mundial à pena e o jogador assim só voltaria a jogar aos 31 anos. (Fonte:portal o norte)

Jovem foi morta em “abatedouro” de morro no Rio por recusar sexo

Mãe relata que filha levou tiro na cabeça por não querer se relacionar com criminoso

Uma jovem já perdeu a vida no chamado “abatedouro” do Morro da Barão, no Rio de Janeiro. A história foi contada pela mãe da vítima em vídeo divulgado pelo jornal O Globo neste domingo (12). Segundo o relato, a menina levou um tiro na cabeça por ter se recusado a manter relações sexuais com um traficante. Ela teria dito que ia dormir na casa de uma amiga após um baile funk.

O mesmo local foi cenário de um estupro coletivo que chocou o país há algumas semanas. A mãe, que preferiu não se identificar, afirma que o novo caso fez com que ela relembrasse da crime cometido contra a filha. “É como se voltasse e eu revivi isso tudo. Apesar do caso ser diferente, será que se minha filha tivesse cedido, ela não estaria viva? Passaram mil coisas na minha cabeça”. A menina ficou 11 dias em coma no hospital antes de morrer.

A mulher relata ter se sentido culpada por permitir que a filha fosse ao baile funk, mas considera difícil controlar o comportamento dos jovens. Ela ainda aguarda julgamento para o criminoso. “Desejo que ele seja preso e penso no que ele fez. Não desejo a morte para ele, não”, disse.(fonte:notícias ao minuto)

Suspeito por estupro de vulnerável é preso pela Polícia Civil no interior do Estado

Tadeu Barbosa é o principal suspeito de abusar sexualmente de duas crianças de sete e cinco anos de idade

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Presidente Kennedy prendeu, na manhã da última quarta-feira, 8, Tadeu Barbosa Lima, de 51 anos, suspeito pela prática do crime de estupro de vulnerável. Ele foi capturado por policiais civis, mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pelo poder judiciário de Colinas do Tocantins, quando se encontrava na casa de um pastor evangélico, em Presidente Kennedy.

Conforme o delegado Joelberth Nunes de Carvalho, responsável pela ação, Tadeu Barbosa é o principal suspeito de abusar sexualmente de duas crianças de sete e cinco anos de idade, as quais são suas enteadas. De acordo com as investigações da Polícia Civil, o autor convivia em união estável com a mãe das crianças, há cerca de um ano. Segundo o delegado, o suspeito esperava a mulher dormir para pegar uma das crianças e levar para o banheiro ou para uma rede, onde praticava atos libidinosos com a menor.

De acordo com o delegado, o indivíduo já estava sendo investigado pela polícia civil, devido a indícios que apontavam sua prática criminosa. Com o auxílio do Conselho Tutelar de Presidente Kennedy foi possível comprovar que Tadeu Barbosa, já vinha praticando estupro de vulnerável, na modalidade ato libidinoso diverso de conjunção carnal, contra as crianças há aproximadamente oitos meses.

Diante das evidências e com os laudos comprobatórios em mãos, o delegado representou, junto ao poder judiciário de Colinas, pelo mandado de prisão preventiva de Tadeu, o qual foi concedido e cumprido, na manhã da última quarta-feira, 8.

Após os procedimentos cabíveis, o suspeito foi encaminhado à Cadeia Pública de Colinas, onde permanecerá à disposição do poder judiciário.(fonte:portal stylo)

Menor confessou ter matado dez pessoas

Adolescente foi apreendido em Natividade com o carro de servidora estuprada na capital e confessou outros crimes

O jovem suspeito de estuprar a servidora pública na última quarta-feira foi apreendido ontem por volta das 8h45 no Setor Nova Esperança, em Natividade, a 200 km da Capital. O adolescente estava com o carro da vítima e portava um revólver calibre 32, com duas munições deflagradas e duas intactas. Ele confessou o crime e, por meio de fotografia, foi reconhecido pela vítima.

O comandante Geral da Polícia Militar (PM) do Tocantins, coronel Glauber de Oliveira Santos, caracterizou o rapaz de 17 anos como “infrator contumaz” e informou em coletiva que ele já estava sendo procurado por outros crimes na Capital.

Ficha criminal

De acordo com informações da PM, apesar da idade, o indivíduo é considerado de alta periculosidade e responde pelos crimes de roubo, furto, tráfico de drogas e lesão corporal no Tocantins, além de ter confessado aos policiais que já efetuou cerca de dez homicídios nos estados do Pará e Paraná.

Ainda de acordo com a PM, o serviço de inteligência difundiu os dados do veículo da vítima para todas as unidades da corporação no Estado. Durante patrulhamento em serviço de rotina, a PM de Natividade identificou o carro pela placa e realizou a abordagem.

Confirmação

Assim que a vítima identificou o suspeito, preparou-se o recambio do menor de Natividade a Palmas. Para efetuar esse deslocamento, a PM contou com o apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). A chegada ocorreu às 12h30 da no campo de futebol do Quartel do Comando Geral (QCG).

O comandante Geral da PM acompanhou a busca do menor e informou que ele não teve nenhuma manifestação durante a prisão. “Ele foi neutro durante todo o momento, além de ter confessado o crime pra mim”, disse o coronel, ao informar que o jovem seria encaminhado para a delegacia competente onde seria interrogado e passará pelo processo de reconhecimento legal.

Durante a terceira reunião do Fórum de Governadores do Brasil Central que aconteceu em Palmas na manhã de ontem, o governador Marcelo Miranda comentou o caso. “Nós prendemos o elemento que cometeu crime contra uma colega e quero dizer que tomamos as rédeas desse fato. Acredito que a sociedade vai saber julgar esse elemento”, indignou-se.

Segundo apuração do Jornal do Tocantins, o suspeito é natural de Taguatinga, no interior do Tocantins, e residia no Setor Santa Bárbara, Sul de Palmas, onde sua mãe é pastora de igreja evangélica. A reportagem também entrou em contato com familiares da vítima, que não quiseram comentar o episódio.

Entenda

Uma servidora pública foi sequestrada na entrada da Procuradoria Geral do Estado (PGE), na Praça dos Girassóis, em Palmas, por volta das 12 horas, na tarde da última quarta-feira. A mulher teve o carro roubado e sofreu violência sexual.

Após o ocorrido, a vítima foi encaminhada para o Hospital e Maternidade Dona Regina para realizar exames e tomar a medicação.

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) está acompanhando o caso.

O caso continua sendo investigado em conjunto pelas polícias Militar (PM) e Civil (PC).(fonte:jornal do tocantins)

Avô é preso suspeito de pagar R$ 50 por mês à filha para poder estuprar neta, que estaria grávida

Duas garotas de 12 e 13 anos, que são primas, teriam sido estupradas pelo próprio avô em Xexéu, Mata Sul de Pernambuco. Segundo informações do G1, o homem pagava R$ 50 reais por mês à filha, mãe de uma das vítimas, para efetuar o abuso sexual. A menina de 12 anos está grávida de quatro meses e a suspeita é de que o bebê seja do avô dela.

Além do idoso, outros dois homens, que não são parentes das vítimas, foram presos suspeitos de participarem dos estupros. A mãe de uma das garotas também foi presa.

As adolescentes foram encaminhadas para o Conselho Tutelar do município e levadas para um abrigo.(fonte:o popular)

Adolescente de 13 anos é estuprada por 3 no TO

Menor moradora de chapada da natividade foi atraída para casa de agressor e violentada; dois suspeitos foram presos

Depois do sequestro de uma servidora pública seguido de violência sexual em plena luz do dia no Centro de Palmas, mais um caso de estupro choca o Estado. Uma adolescente de 13 anos, portadora de necessidades especiais, foi abusada sexualmente por três homens, dois deles menores de idade, em Chapada da Natividade, a 191 km de Palmas. O fato aconteceu há cerca de 15 dias, mas só na última terça-feira começou a ganhar desfecho com a prisão de um dos suspeitos.

Segundo o delegado de Dianópolis Ibanez Aires da Silva Neto, a adolescente passava pela porta da casa de um dos supostos estupradores quando ele convidou a menor para entrar. Dentro da casa, eles a trancaram no quarto e cometeram o estupro coletivo.

A vítima voltou para casa, mas não relatou o ocorrido à família. Mas, no dia seguinte, um dos criminosos foi até a casa da adolescente e lhe entregou uma pílula do dia seguinte. Nesse momento, conforme relatou o delegado, a mãe desconfiou e confrontou a filha, que acabou contando o ocorrido. A família procurou a polícia.

Após a denúncia, o delegado começou as investigações e descobriu que a menina era molestada por um quarto individuo, um homem de 65 anos. Segundo uma parente da vítima, a adolescente frequentava há mais de anos a casa do idoso que praticava atos libidinosos com a jovem.

As investigações seguem para identificar os demais suspeitos. Ainda segundo o delegado, na maioria dos casos de abuso, os agressores são familiares ou pessoas próximas à família. O Conselho Tutelar confirmou o ocorrido, mas os conselheiros do município não quiseram detalhar o caso.

Atendimento

O Serviço de Atenção Especializada às Pessoas em Situação de Violência Sexual (Savis) registrou 92 atendimentos entre janeiro e maio deste ano no Hospital Maternidade Dona Regina, em Palmas. Em todo o ano passado, foram 240 atendimentos no hospital.

Segundo a coordenadora do Savis, Zelma Moreira, nos últimos dias têm aumentado o número de atendimentos. “Mas acredito que não seja um aumento dos casos e sim o empoderamento das mulheres devido a massiva divulgação sobre o assunto, com o caso de estupro coletivo acontecido no Rio de Janeiro. As mulheres estão bem mais informadas sobre seus direitos e cuidados a tomar, como as medicações que são oferecidas na rede pública e até mesmo o aborto de forma legal”, enfatizou, por meio da assessoria de comunicação.(fonte:jornal do tocantins)

quadro estado
quadro estado