Adolescente morre afogado durante pescaria com a família no rio Tocantins

Gabriel Rodrigues Lopes de Oliveira, de 14 anos, teria ficado preso em um buraco ao nadar para verificar se havia peixes na rede de pesca. Tio e primo tentaram salvá-lo, mas não conseguiram desprender o corpo.

PRF intensifica fiscalização durante temporada de praia no Tocantins

A Operação Balneário 2018 começa nesta sexta-feira (29) e segue até o dia 31 de julho. Regiões sul e sudeste contarão com reforço.

 

Polícia Civil cumpre mandados de prisão durante operação de combate ao tráfico

Operação Red Fox tinha objetivo de desarticular organização criminosa comandada de dentro da cadeia. Mandados foram cumpridos em Lagoa da Confusão, Cristalândia e Fátima.

A Polícia Civil cumpriu mandados de prisão nesta quinta-feira (28), nas cidades de Lagoa da Confusão, Cristalândia e Fátima. As ações foram realizadas durante a operação Red Fox, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico de drogas comandada de dentro da Cadeia de Cristalândia.

Depois de dois meses de investigação, foram realizadas ao todo seis prisões em flagrante por tráfico de drogas e cumprimento de 14 mandados, sendo nove de prisões preventivas e temporárias e cinco de busca e apreensão.

Durante toda operação foram apreendidos mais de 11kg de maconha, 600g de crack e 0,8 gramas de cocaína. Também foram apreendidos veículos e dinheiro.

De acordo com a Polícia Civil, o líder da facção criminosa, identificado como Antônio Cardoso dos Santos, conhecido como Baiano, comandava a facção de dentro da Cadeia Pública de Cristalândia, local onde cumpre pena por tráfico de drogas.

Santos dava ordens para os comparsas, que estavam fora do sistema prisional. Após a realização de buscas, foram encontradas na cadeia cinco celulares, mais de 15 litros de pinga caseira e xunxos.

G1 Tocantins.

Suspeito de espancar idoso de 82 anos durante assalto em São Salvador do Tocantins é condenado a prisão

Sérgio Moreira dos Santos teria invadido a casa da vítima em São Salvador do Tocantins e agredido o idoso quando ele se recusou a dizer onde estava o dinheiro. Crime foi em março deste ano.

Sérgio Moreira dos Santos foi condenado a 10 anos e oito meses de prisão por espancar um idoso de 82 anos durante um assalto em São Salvador do Tocantins, no sul do estado. O crime foi em março deste ano. De acordo com a denúncia, Santos começou as agressões após a vítima se recusar a dizer onde estava escondido o dinheiro.

Um laudo pericial apontou que o dono da casa foi agredido com coronhadas e com a parte plana de um facão. A defesa tentou invalidar o exame alegando que ele não foi feito por um perito oficial, mas a juíza Ana Paula Araújo Aires Toríbio lembrou que na maior parte das cidades do interior não há peritos oficiais e um médico é o mais indicado para realizar o trabalho.

Além do laudo pericial, testemunhas também foram ouvidas durante o julgamento. O suspeito teria conseguido roubar R$ 1.350 na casa. O fato de a vítima ser idosa foi considerado um agravante. A pena deve ser cumprida no regime fechado.

Pastor e adolescentes morrem afogados durante encontro de igreja às margens do rio Tocantins

Pastor Alpiniano Ferreira foi tentar salvar adolescentes que estavam se afogando e não conseguiu voltar à margem. Caso aconteceu na zona rural, entre Esperantina e São Sebastião.

Três pessoas morreram afogadas neste domingo (24) durante encontro de membros de uma igreja evangélica, às margens do rio Tocantins, entre Esperantina e São Sebastião, no norte do estado. Uma das vítimas é o pastor presidente da Assembleia de Deus-Madureira de Esperantina, Alpiniano Ferreira Campos, de 55 anos. Os adolescentes Fábio Carvalho da Conceição, de 15, e Maria Vitória Sousa Matos, de 13, também não resistiram.

Segundo testemunhas, um grupo da igreja estava no local pescando e tomando banho, quando duas adolescentes começaram a se afogar. O pastor e outras pessoas entraram na água para tentar salvá-las.

Pastor morreu após tentar salvar adolescentes (Foto: Reprodução/Facebook)

As duas meninas foram resgatadas. Porém, a adolescente Maria Vitória foi levada para o Hospital Regional de Augustinópolis em estado grave e não resistiu.

No momento em que o pastor Alpiniano resgatava uma das vítimas, ele afundou e não conseguiu voltar à margem. O corpo dele foi encontrado por volta de 8h desta segunda-feira. O adolescente Fábio que entrou na água para ajudar no resgate também não resistiu. Ele foi encontrado na noite de domingo.

A Secretaria Estadual da Educação, Juventude e Esportes emitiu nota lamentando a morte dos adolescentes. Eles eram estudantes do Colégio Estadual Ulisses Guimarães, de Esperantina.

Três rodovias que desabaram durante chuvas continuam interditadas no TO

Dos casos de desabamento, apenas a TO-164 já foi liberada. Nos trechos da TO-080, TO-335, TO-201, motoristas continuam usando desvios.

Gaguim compõe palanque de Carlesse durante convenção

Sete siglas confirmaram a aliança efetiva com o governador interino, sendo formado pelo PHS, PRB, PPS, PMN, PTC, DEM e PP.
Após confirmação de apoio à candidatura de Mauro Carlesse (PHS) às eleições suplementares, o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (DEM) participou do lançamento da convenção humanista de Carlesse no auditório da Assembleia Legislativa, em Palmas. 
 “Quem conhece o povo é vocês. Não vamos administrar esse estado por rede social. Dinheiro tem, o que falta é empenho para realizar bons projetos. Você não pensou na política, você pensou no Estado, Mauro. Vamos fazer um projeto para não decepcionar mais o povo tocantinense”, destacou Gaguim.
Ascom deputado Gaguim

Kátia Abreu diz “ não farei campanha nojenta que possa me envergonhar”, durante reunião com lideranças política do Tocantins

Após a convenção do PDT, que referendou a candidatura da senadora Kátia Abreu ao governo, ela reuniu, em sua residência, mais de 400 lideranças políticas de todas as regiões do estado que vieram declarar apoio a sua candidatura.

O encontro ocorrido na noite de domingo, 22, também contou com a presença dos principais líderes dos partidos que apoiam sua candidatura, a exemplo do PEN, Avante, PSD, PDT e PSL. Na ocasião, Kátia Abreu anunciou o candidato a vice da chapa: o empresário Marco Antônio Costa.  

No discurso, Kátia Abreu fez um panorama de sua vida pública, falou sobre os desafios que enfrentou na vida, desde sua eleição para presidir o sindicato rural de Gurupi até ser eleita senadora. “Foram muitos os desafios para chegar aonde cheguei, somente Deus e minha família sabem o que enfrentei, mas não fugirei, a minha carreira não acabou, a minha luta não acabou. Podem vir com um caminhão de dinheiro que vou com minha força de trabalho e vamos vencer às eleições”, falou confiante.

Ela reforçou que quer debater projeto e não sua história de vida. “Nossa luta só está começando, quero enfrentá-los nos debates das universidades, nas televisões. Não sou melhor do que eles, mais sou, obstinada, aplicada e humilde para aprender e entender o meu estado. Nenhum dos candidatos conhecem o estado como eu conheço”.

Sem citar nomes, a candidata frisou não ser melhor que seus adversários, mas disse “ser diferente deles” e disparou “Eu não compro pessoas, não compro apoio, porque sou leal aos meus princípios, e ao povo do Tocantins. Não farei uma campanha nojenta que eu possa me envergonhar”, afirmou.  

Participação

Dentre as lideranças estavam presentes: os pré-candidatos a deputados estaduais nas eleições de outubro, Sargento Aragão, Manoel Queiroz, Júnior Luiz e José Augusto Pugliesi. Além dos pré-candidatos a deputados federais: Oswaldo Reis e Tom Lira.

Foto: Divulgação

Assessoria de comunicação – Kátia Abreu

Professores de Jornalismo da UnirG apresentam trabalho durante encontro nacional em Palmas

Nessa edição o tema debatido é “O ensino do jornalismo tem tempos de crise: entre diretrizes curriculares, plataformas convergentes e os desafios do interesse público”,

Amanhã, 19, a partir das 15h, uma equipe de professores do Centro Universitário UnirG apresentarão um artigo científico, na modalidade oral,  na 17ª edição do Encontro Nacional de Professores de Jornalismo (ENPJ). O evento começou hoje e segue até o próximo dia 20, no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas (TO).

O artigo “Arquitetura curricular circular: experiência de implantação no curso de graduação em Jornalismo do Centro Universitário UnirG”, foi elaborado pelos professores, Drº Américo Ricardo Moreira de Almeida, Ma. Alessandra Gomes Duarte Lima, Me. Paulo Roberto Albuquerque de Lima, Catarina Taham Carvelo Muniz e Antônio Rodrigues Nogueira. O docente Me. Gilberto Correia também está participando do Encontro.

Conforme o professor Ricardo Almeida, “o trabalho relata a experiência vivenciada no curso de Jornalismo da UnirG, que implantou a arquitetura curricular circular, frente à nova dinâmica imposta pelo mercado com os desafios de manutenção e de viabilidade do curso”.  

Almeida mencionou ainda que “o projeto pedagógico foge aos padrões convencionais, pois proporciona que acadêmicos ingressantes e veteranos cumpram as disciplinas da arquitetura curricular reunidos em uma mesma sala de aula. Isso possibilitou um aprendizado trans e interdisciplinar, por meio de práticas pedagógicas como a aprendizagem baseada em problemas e metodologias ativas”.

O docente destacou também o diferencial do projeto pedagógico. “A grande diferença dessa arquitetura curricular foi de proporcionar que nosso curso de Jornalismo pudesse continuar a ser oferecido. Atualmente temos 30 alunos na mesma sala de aula. São acadêmicos dos 1º ao 5º períodos em total integração”, frisou ele.

De acordo com a professora Catarina Muniz, “a estrutura curricular inovadora foi implantada pelo curso em 2016 e os resultados vêm se mostrando positivos para a sua manutenção”.

“Estamos felizes em participar do Encontro para defender a classe dos jornalistas, além de adquirir mais conhecimentos na área e nos atualizar quanto ao mercado atual”, afirmou Muniz.

O evento

O ENPJ é realizado pela Associação Brasileira de Ensino do Jornalismo (Abej) a cada dois anos com a finalidade de reunir professores e alunos da área para refletir, trocar experiências e resultados de pesquisas sobre o ensino.

Nessa edição o tema debatido é “O ensino do jornalismo tem tempos de crise: entre diretrizes curriculares, plataformas convergentes e os desafios do interesse público”,

(Fotos: divulgação)

‘Tentam me tirar de todo jeito’, diz Marcelo Miranda durante discurso em Palmas

Governador falou no lançamento da Feira Agrotecnológica do Tocantins, mas evitou responder sobre denúncias. Político vai enfrentar julgamento no TSE e pode deixar o cargo novamente.

As vésperas de enfrentar um julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o governador Marcelo Miranda (MDB) fez um discurso em tom de desabafo nesta segunda-feira (16) em Palmas.Durante lançamento da 18ª Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins), o político disse que está com a consciência tranquila e anda de “cabeça erguida como outros não têm condições de andar nesse estado.”

A análise dos embargos de declaração de Marcelo Miranda deve ser feita pelo TSE nesta terça-feira (17), a partir das 19h. A votação é decisiva para o governador do Tocantins, pois o resultado pode obrigá-lo a deixar o cargo novamente.

“Eu sou político, vou continuar fazendo política, tentam me tirar de qualquer jeito, mas vou continuar fazendo a política da boa vizinhança […]”, disse durante o discurso. “Se estão tentando prejudicar o Marcelo, estão prejudicando mais de 1,5 milhão de habitantes, mas não quero levar isso para o campo pessoal […]”, disse em outro trecho.

Marcelo Miranda e a vice-governadora Cláudia Lélis (PV) foram cassados no dia 22 de março pelo Tribunal Superior Eleitoral. Eles deixaram os cargos, mas voltaram na semana seguinte por causa de uma liminar do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF),determinando que ficassem no governo até o julgamento dos embargos de declaração.

Estes embargos são uma medida jurídica para esclarecer fatos relacionados a uma decisão. Neste caso, a defesa pediu esclarecimentos no acórdão que cassou os mandatos por uso de caixa 2 na campanha de 2014 e tem relação com o avião com R$ 500 mil apreendido em Goiás.

Apesar dos desabafos durante o discurso, o governador se esquivou de responder perguntas sobre as acusações de corrupção e lavagem de dinheiro que vem enfrentando na Justiça.

Ao ser questionado sobre a denúncia feita pelo Ministério Público Federal no início do mês, por fatos apurados durante operações da Polícia Federal, ele respondeu: “A minha família só anda de cabeça erguida”. 

Depois, foi questionado sobre as sete novas investigações que devem apurar indícios de corrupção envolvendo ele e a família, mas disse apenas “continuo trabalhando”. Por fim, ao ser indagado sobre as expectativas do julgamento desta terça-feira, Marcelo Miranda disse: “Estou tranquilo, sereno”. 

G1 Tocantins