Piloto de MT que está desaparecido há 15 dias foi contratado para levar avião para o Tocantins, diz família

Último contato de Felipe Zamberlan, de 22 anos, foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, ele contou que estava no Pará (PA).

Desaparecido há 15 dias, o piloto Felipe Meirelles Zamberlan, de 22 anos, foi contratado para levar um avião de Goiânia (GO) até Palmas (TO), segundo da família dele. O último contato dele com a família foi feito no dia 24 de junho. Numa ligação para a namorada, o jovem contou que estava no Pará.

Segundo a família, Felipe saiu de Sapezal, a 473 km de Cuiabá, no dia 20 de junho com destino à capital onde pegaria um voo até Goiânia (GO). Os familiares, no entanto, não têm informações sobre o susposto contrante.

No último contato, o piloto teria dito que estava em uma cidade do Pará e que, na segunda-feira (25), voltaria para Mato Grosso.

Após a divulgação do desaparecimento nas redes sociais, o antigo professor de Felipe entrou em contato com os familiares. Segundo o professor, o piloto teria ligado para ele no dia 23 de junho dizendo que estava passando de carro por Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá.

Com a informação, a família registrou um boletim de ocorrência.

Depois disso, a polícia entrou com contato com policiais dos estados onde Felipe disse que estaria e uma ação conjunta está sendo realizada em busca de pistas que possam levar ao paradeiro do jovem.

A polícia também fez contato com órgãos responsáveis pela aviação civil para saber se houve alguma queda de avião ou há informações de sequestro de aeronave. Por enquanto, porém, não nenhum registros, segundo a família.

G1 Tocantins.

Bombeiros encontram corpo de jovem que estava desaparecido no rio Tocantins

Rapaz sumiu após supostamente sofrer uma crise de convulsão durante uma pescaria. Vítima foi encontrada a cerca de 3 quilômetros do local de desaparecimento, em Praia Norte.

Nunes desapareceu na tarde desta quarta-feira (13). As buscas começaram horas depois, mas foram encerradas durante a noite e depois retomadas na manhã desta quinta-feira.

Testemunhas contaram aos bombeiros que ele teve uma crise de convulsão durante uma pescaria e submergiu no rio.

Ainda segundo os Bombeiros, a perícia foi chamada e o corpo entregue para o IML.

Bombeiros retomam buscas por jovem desaparecido no rio Tocantins

As buscas pelo jovem Danilo Salviano Nunes, de 27 anos, foram retomadas no início da manhã desta quinta-feira (14) pelo Corpo de Bombeiros. Ele desapareceu no rio Tocantins em Praia Norte, na região norte do estado.

Testemunhas contaram aos bombeiros que o jovem teria sofrido uma crise convulsiva durante uma pescaria e submergiu no rio. O acidente ocorreu na tarde desta quarta-feira (13).

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros começaram a procurar pela vítima horas após o desaparecimento, mas as buscas foram interrompidas durante a noite. Os mergulhadores fizeram buscas por cerca de 1 quilômetros em pontos que atingem até 10 metros de profundidade.

Bombeiros iniciam quinto dia de buscas por professor desaparecido no Araguaia

Homem desapareceu no início da semana enquanto atravessava rio em barco para fazer compras. Cheia do rio dificulta as buscas na região.

Bombeiros retomam buscas por professor desaparecido no rio Araguaia

Militares tinham encerrado os trabalhos na noite desta quarta-feira. Antônio da Silva de 60 anos sumiu após sair do povoado Ponta de Pedra para fazer compras.

Os Bombeiros retomaram as buscas pelo professor Antônio Luiz da Silva, de 60 anos,que está há mais de 24 horas desaparecido no rio Araguaia.

Ele sumiu na noite de terça-feira (5), quando saiu do povoado Ponta de Pedra para fazer compras no centro de Esperantina.

As buscas tinham sido encerradas na noite desta quarta-feira (6), mas foram retomadas nesta manhã. Os bombeiros que trabalham para encontrar o professor são de Araguatins, mas dormiram na região e devem continuar no local até encontrar Antônio.

Segundo os Bombeiros, o nível do rio subiu três metros, se comparado com o período da seca. Além disso, as águas estão escuras.

Entenda

Os Bombeiros começaram as buscas na manhã desta quarta-feira (7). Parentes informaram aos militares que o professor saiu do povoado Ponta de Pedra em uma embarcação e não foi mais visto. Segundo as informações, ele chegou a fazer as compras na cidade de Esperantina e quando estava retornando para o povoado onde mora, desapareceu.

O barco foi encontrado por ribeirinhos. A embarcação estava virada e havia alguns objetos do professor na água. Moradores da região começaram a procurar pelo professor ainda na noite da terça-feira.

Os Bombeiros disseram que há uma forte correnteza no rio Araguaia devido às chuvas registradas na região.

G1 Tocantins

Corpo de lavrador que havia desaparecido no rio Araguaia foi encontrado

Ele foi localizado por parentes que faziam buscas junto com os bombeiros a aproximadamente 100 m do local onde havia desaparecido. O corpo estava preso em galhadas às margens do rio.

O corpo do lavrador Antônio Valdo Bernardo da Silva, de 24 anos, foi encontrado nesta segunda-feira (1º) por um grupo de parentes dele que fazia buscas junto com o Corpo de Bombeiros.

Ele despareceu no rio Araguaia no último domingo (31), no assentamento Retiro Santa Cruz II, em Araguatins.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, parentes contaram que ele se afogou após ingerir grande quantidade de bebida alcoólica.

O corpo da vítima foi encontrado a aproximadamente 100 m do local onde havia desaparecido, preso em galhadas às margens do rio.

Os Bombeiros informaram que realizaram as buscas durante 1h, mergulhando entre 6 e 8 metros. Também foram feitas buscas superficiais com uso de barcos a motor durante todo o dia.

G1 Tocantins

Corpo de empresário desaparecido em São Salvador é encontrado em estado avançado

O empresário estava desaparecido desde última quarta-feira 27. Autores se entregaram a polícia em Palmeirópolis e confessaram o crime.

Na noite desta sexta-feira (01), o corpo do empresário Marcos Macedo que estava desaparecido desde a última quarta-feira, foi localizado em um matagal aproximadamente 5 km da cidade de São Salvador do Tocantins, próximo a uma torre. Segundo informações a chácara pertence a Edivan.

A perícia esteve no local para retirada do corpo.

Os autores do crime, Edivan Soares e seu filho Ítalo Soares, se entregaram a polícia na tarde de hoje acompanhados de seus advogados. Na delegacia de Palmeirópolis eles confessaram a autoria do homicídio.

Em seguida Ítalo acompanhado, foi mostrar o local onde jogaram o cadáver. Ele narrou para polícia que foram à casa de Marquinho conversar e lá se desentenderam por uma situação que envolvia um posto de combustível do seu pai Edivan. Em meio a lutas, deram duas pedradas na cabeça da vítima, depois colocaram na carroceria da camionete e levaram até o matagal, na tentativa de ocultar o corpo. Ainda segundo Ítalo, ao chegar ao local notou que a vítima ainda estava viva, pois levantou a cabeça, foi então que ele pegou uma espingarda 40, com a bala calibre 38 e efetuou dois disparos na cabeça de Marcos levando-o a morte, arrastaram matagal a dentro, depois cobriu-o com capim.

A polícia teve conhecimento do caso por volta das 4 horas na tarde de quarta-feira, de lá até esta sexta-feira começaram um trabalho de buscas com equipe da polícia civil e militar, já sabendo dos principais suspeitos.

Trabalharam incansavelmente nas buscas pelos foragidos.

Nesta quinta-feira, localizaram a caminhonete usada para ocultação do cadáver no lago do Ilha Verde no mesmo município, toda limpa na tentativa de esconder os vestígios.

Em seguida avistaram os dois suspeitos em uma canoa no lago, quando viram a polícia atravessaram e se esconderam. Nesta sexta-feira a tarde se entregaram na delegacia e confessaram autoria do crime.

A prisão preventiva foi decretada e vão ficar cerca de 180 dias em regime fechado até os esclarecimentos dos fatos e apuração do delito.

O comandante da polícia militar de Palmeirópolis, tenente  Rosa Neto fez questão de deixar registrado a parceria da PM e polícia civil no desenvolvimento do caso, “Foi com eles que fizemos um bom trabalho, estes guerreiros merecem os parabéns, por juntos desvendarmos este crime rápido, nosso comandante de Gurupi Coronel Flávio, também empenhou junto a equipe, estamos trabalhando para fazer o melhor”, disse Rosa Neto.

Marcos Macedo de 52 anos, será sepultado em São José do Rio Preto São Paulo, sua cidade de origem. O pai, amigos e alguns familiares vieram buscar o corpo. Tinha fazenda em São Salvador e também em Senador Canedo em Goiás. 

O Mapa da Notícia não conseguiu falar com os advogados dos acusados, estamos aguardando a qualquer momento.

Empresario Marcos Macedo.

Da redação

Corpos carbonizados podem ter desaparecido em Turvelândia, GO

Pais de dois homens temem que vítimas sejam filhos que sumiram na quinta-feira (13), diz IML. Material genético coletado deve ser analisado em Goiânia.

Corpos de duas pessoas foram encontrados carbonizados dentro de um carro em Santa Helena de Goiás, no sudoeste do estado, e famílias de dois homens desaparecidos em Turvelândia, na mesma região, temem que vítimas sejam os parentes que sumiram. Coordenador da Polícia Técnico-Científica da região, Edval José de Souza, informou que os pais procuraram Instituto Médico Legal (IML) de Rio Verde e tiveram material genético coletado para identificação.

Os corpos foram achados dentro de um veículo em um canavial em Santa Helena de Goiás, no sábado (15). No entanto, conforme Souza, não foi possível identificar as vítimas ou o carro em que estavam. Os corpos foram levados para o IML de Rio Verde.

Segundo o coordenador, os pais de dois homens que estão desaparecidos desde quinta-feira (13) compareceram ao IML nesta segunda-feira (17) para ter material genético coletado e tentar comparar com o que foi colhido dos corpos. O metarial deve ser levado para Goiânia para identificação.

“Os familiares disseram que os dois têm uma boate em Maurilândia. Eles teriam ido trabalhar na quinta-feira e não foram mais vistos. Colhemos material deles e vamos enviar nesta terça-feira (18) para o IML de Goiânia, que deve fazer a análise e nos enviar o resultado. No entanto, não há previsão de quando ficará pronto”, disse Souza.

 Ainda segundo ele, agentes realizaram perícia no local, mas os laudos só devem ser finalizados nos próximos 15 dias.

Investigações

O delegado responsável pelo caso, Thiago Latorre Costa, informou que ainda não há indícios que mostrem se as vítimas foram assassinadas ou se houve algum acidente. Ele afirma ainda que não há testemunhas do ocorrido e aguarda resultados da perícia e de exames do IML.

“Sem a identificação das vítimas não conseguimos levantar se eles sofriam ameaças, ou o que pode ter acontecido. Aguardamos os laudos da perícia que podem nos dar detalhes sobre o que ocorreu. Depois dos resultados dos exames de DNA podemos apurar melhor as mortes”, afirmou.

Ainda segundo Costa, os familiares que procuraram o IML não chegaram a registrar ocorrência do desaparecimento dos filhos.

Continua as buscas pelo pastor desaparecido no Tocantins

O momento ainda é tenso nas buscas pelo jovem pastor que continua sem noticias

O pastor da Assembléia de Deus ministério de Madureira, Walyson de Sousa Santos, (24 anos) dirigente da congregação Rosa de Saron no município de Colinas do Tocantins, está desaparecido desde a última segunda-feira, 13. Existem duas versões: A primeira, ele teria saído para pregar em uma igreja na cidade de Araguaina. A segunda versão: Ele teria saído para fazer uns pagamentos de umas ferragens que havia comprado para a construção da igreja a qual pastoreia na cidade de Colinas Tocantins.

Esta ultima versão é da mãe do Walyson, dona Maria das Dores de Sousa, De acordo com a mãe, ele foi visto pela ultima vez na segunda-feira (13), por volta de uma e meia da tarde (13h30min), quando teria saído para pagar as ferragens da igreja e encaminhar um e-mail para um pastor de Palmeirópolis. Já a noite Walyson enviou mensagem para a esposa, dizendo que estava chegando em casa e que o celular estava descarregando. No entanto, até o momento, o pagamento das ferragens não foi efetuado e ele não retornou para casa. Um mistério nas investigações.
“ O último culto que ele dirigiu foi neste domingo, muito angustiante, é muita dor, meu Deus”, desabafou a mãe do pastor.

A polícia esta investigando o caso incansavelmente, mas até o momento não há pistas do desaparecimento do pastor Walyson Sousa, que é casado com Raquel e tem um a filha de dois anos que chora pelo pai.

Nas redes sociais, diversos amigos, familiares, pastores e obreiros pedem ajuda na divulgação do desaparecimento do pasto Walyson. Dentre eles o pastor presidente da Assembléia de Deus Madureira do estado, Amarildo Martins.

Foto da igreja pastoreada por Walyson Sousa em Colinas do Tocantins -Foto: Reprodução
Foto da igreja pastoreada por Walyson Sousa em Colinas do Tocantins -Foto: Reprodução

Estaremos acompanhando este caso. Em breve voltaremos com mais informações.

Fonte: JMnoticias

Radialista Jorge Kajuru está desaparecido, diz assessoria

Pré-candidato a vereador em Goiânia estava no Rio de Janeiro e, segundo assessor, está sem fazer contato desde a tarde de sábado

Uma informação publicada no final da noite de ontem (02/06) nas redes sociais mantidas pelo radialista Jorge Kajuru deixou amigos e seguidores em pânico. No relato, um assessor informa que Kajuru está desaparecido desde a tarde de sábado.

Na postagem feita no Twitter e Facebook, o assessor, que é quem cuida das postagens de Kajuru nas redes sociais, diz que não consegue contatos com o radialista desde a tarde de sábado e pede que todos ajudem a procurá-lo. Em entrevista ao Mais Goiás, o assessor confirmou na tarde deste domingo (03/06) o desaparecimento, mas alegou que as informações ainda são poucas. “Não sabemos de muitos detalhes, só sabemos que ele sumiu,” disse.

De acordo com o assessor, que por questões de segurança disse que não poderia ter seu nome divulgado, Kajuru está no Rio de Janeiro desde a última quarta-feira (29/06). O radialista, ainda segundo a assessoria, não viria para Goiânia neste final de semana. “Ele sumiu, desapareceu. Desde as 14 horas ninguém mais viu, e pra piorar não conseguimos falar no celular dele, que está desligado”, relatou.

O assessor disse também que o desaparecimento ainda não foi registrado na polícia, segundo ele, porque todos estão desesperados e sem saber o que fazer. “Ele nunca fez isso antes”, contou.

Bastante polêmico, Jorge Kajuru, que no final dos anos 90 foi dono de uma rádio AM em Goiânia, é conhecido pelas duras críticas que faz a políticos. Em 2014 ele disputou a eleição para Deputado Federal por Goiás, e mesmo tendo mais de 106 mil votos não conseguiu se eleger. Recentemente, o radialista anunciou que disputará uma vaga de vereador na Câmara Municipal de Goiânia.

Por meio das redes sociais, várias personalidades demonstraram preocupação com o desaparecimento dele. Em sua conta no Instagram, o apresentador César Filho da TV Record pediu ajuda para encontrar o amigo, e afirmou ainda que recentemente Kajuru teria lhe confidenciado que estava sendo ameaçado.(fonte:goiás mais noticias)