Preso que rompeu tornozeleira e deixou bilhete para polícia em Gurupi é preso após 16 dias

Leandro Dias foi detido durante uma abordagem de policiais civis que procuravam carro roubado em Gurupi. Após ser preso, ele foi levado para cadeia da região sul do estado.

Foi recapturado na manhã desta terça-feira (9) em Gurupi, no sul do estado, o preso Leandro Dias Sousa. Ele cumpria pena em regime semiaberto e fugiu após romper a tornozeleira eletrônica que usava dentro de uma delegacia. 

O equipamento foi deixado com um bilhete, onde ele afirmava que iria passar as festas do fim de ano com a família.

A tornozeleira foi encontrada no dia 24 de dezembro e o bilhete dizia: “Para o Lázaro. Tornozeleira do ex-reeducando Leandro Dias (setor Jardim dos Buritis). Ele viajou, foi passar o Natal e o Ano Novo com a família e trabalhar também”.

Leandro Dias era considerado foragido e tinha um mandado de prisão em aberto, mas só foi preso porque a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos procurava um carro roubado no setor Bela Vista, em Gurupi.

Os policiais se depararam com ele e cumpriram o mandado de prisão. O preso foi levado para a central de flagrantes da cidade, onde foi autuado e mandado para o Centro de Reeducação Social Luz do Amanhã, em Cariri.

Tornozeleira e bilhete foram encontrados em delegacia de Gurupi (Foto: Reproducao/TV Anhanguera)

Entenda

A tornozeleira eletrônica de Leandro Dias foi deixada na Central de Flagrantes de Gurupi, sul do Tocantins. A Secretaria de Cidadania e Justiça afirmou, em nota, que a Central de Monitoração detectou o equipamento parado na delegacia do município a partir das 18h38, do domingo (24). E este foi o exato momento em que houve a violação. Assim, o preso teria tirado a tornozeleira dentro ou nos arredores da delegacia. 

O preso ganhou o benefício de cumprir a pena no regime semiaberto no dia 30 de novembro, quando recebeu a tornozeleira. Ele tinha sido preso por furto, mas estava cumprindo a pena em regime domiciliar, após uma decisão judicial.

G1 Tocantins

Preso que rompeu tornozeleira e deixou bilhete cumprirá pena em regime fechado

Decisão foi emitida na manhã desta quinta-feira (28). Segundo documento, assim que for encontrado, ele deve ser levado para a Casa de Prisão Provisória de Gurupi.