Mãe de menina morta com golpe de foice diz que ex era violento, mas não imaginava crime contra filha: ‘Monstro’

Homem foi preso em flagrante pelo homicídio. Thaynara Gonçalves conta que sofria agressões durante o casamento.

A dona de casa Thaynara Gonçalves, de 21 anos, diz que o ex-marido, preso suspeito de matar a filha de 2 anos e 6 meses com um golpe de foice, sempre foi violento durante o casamento, mas não imaginava que ele pudesse fazer qualquer coisa contra a filha. “Ele é um monstro, não é um homem”, disse. O lavrador Fabiano Medeiros, de 27 anos, foi detido em flagrante em Minaçu, no norte de Goiás, na terça-feira (29).

Thaynara e Fabiano foram casados por um ano e tiveram a Ana Julya. A jovem conta que durante o relacionamento, sofria agressões por parte do rapaz. “Ele me batia, fugi várias vezes. Uma vez quase me matou quando estava grávida ainda. Foi por isso que separei”, contou.

Apesar disso, ela não esperava que ele pudesse fazer qualquer coisa contra a filha. “Ele era violento comigo, não com ela. Tanto que a Ana Julya sempre ia para a casa dele, voltava, não acontecia nada. Então isso causa uma revolta”, contou.

Mesmo depois de separada, ela conta que sofria ameaças do ex-marido. “Ele estava sempre bêbado, ou tinha fumado maconha, então não chegava a denunciar porque achava que isso era porque ele tinha bebido”, completou.

Ana Julya morreu com golpe de foice na cabeça, em Minaçu (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Morador de Arraias é condenado a 8 anos de reclusão pelo crime de tentativa de homicídio

O réu foi julgado em sessão do Tribunal do Júri ocorrida no último dia 3, na Comarca de Arraias.

Odair José Santana, 38 anos, morador do município de Arraias, foi condenado a oito anos e oito meses de reclusão pelo crime de tentativa de homicídio, praticado contra Weber Ramalho de Lima em julho de 2016.

Segundo foi relatado pelo Promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega na denúncia, Weber Ramalho de Lima estava conversando com familiares quando Odair José Santana adentrou na residência e lhe surpreendeu com ao menos um tiro de espingarda calibre 38, desferido a curta distância contra o tórax da vítima. Duas crianças, filhas da vítima, presenciaram a cena.

O representante do Ministério Público Estadual (MPE) relatou que a intenção de matar só não foi consolidada porque a companheira da vítima e uma testemunha do crime avançaram contra Odair José Santana, tomando sua arma e impedindo que ele efetuasse novos disparos. Em seguida, Weber Ramalho de Lima foi encaminhado para socorro médico.

No julgamento, o Tribunal do Júri reconheceu a qualificadora sustentada pelo representante do MPE, de que o crime foi cometido mediante recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima.

Odair José Santana encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Arraias e teve sua prisão cautelar mantida na sentença.

Flávio Herculano/

Polícia Civil desvenda homicídio e prende autor do crime em Arraias

Suspeito de invadir casa para matar rival é preso; vítima dormia quando foi baleada.

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Arraias, sob a coordenação do Delegado de Polícia Ronan Almeida Souza e sua equipe, desvendou, na manhã desta segunda-feira, 12, a autoria do crime de homicídio qualificado, o qual vitimou Fábio Júnior Serafim Batista, vulgo “Bilú”.

Crime foi em Arraias, sul do Tocantins, em 2017. Polícia Civil acredita que morte esteja ligada a disputa pelo controle do tráfico de drogas na região.

Por sua vez, um menor de idade, que também participou do crime e que estava foragido, foi apreendido no dia 09 de março do corrente ano, na cidade Uruaçu/GO com a valiosa colaboração da Polícia Civil daquela cidade.  

Os dois suspeitos encontram-se recolhidos na Cadeia Pública da cidade de Arraias à disposição do Poder Judiciário.

Conforme apurado, Davi Rodrigues Izabel, em concurso com o adolescente infrator, durante a madrugada do dia 08 de julho de 2017, valendo-se de conhecimento prévio da ausência de tranca da porta dos fundos da residência da vítima, adentraram no imóvel e efetuaram dois disparos de arma de fogo contra Fábio Júnior Serafim Batista, enquanto este dormia, causando – lhe a morte.

Tão logo tomou conhecimento do fato, a equipe de policiais civis de Arraias, coordenada pelo delegado Ronan Almeida efetuou diversas diligências com o propósito de capturar e levar a justiça, os autores do grave delito que chocou e tirou o sossego dos moradores da cidade.

Durante as investigações, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão preventiva de Davi e pela internação provisória do menor, as quais foram deferidas e devidamente cumpridas.

Conforme demonstraram as investigações, a prática do delito está ligada ao tráfico de drogas e o motivo da execução, seriam dívidas oriundas da mercancia de entorpecentes.

Rogério de Oliveira/Secom Segurança Pública

Jovem é morta com machado e marido é suspeito do crime

Crime foi na casa da vítima, em Bernardo Sayão. Marido ainda deixou a filha na casa dos pais da mulher antes de desaparecer.

O corpo da jovem Cinthia Naiane foi encontrado neste domingo (11) na casa dela em Bernardo Sayão, norte do Tocantins.

A Polícia Civil informou que ela foi morta com golpes de machado. O crime pode ter acontecido na noite de sábado (10).

A família disse aos policiais que o marido dela, que ainda não teve o nome divulgado, foi a última pessoa a ver Cinthia com vida.

O casal morava junto no setor Vila São João. A Polícia Civil diz que o marido é considerado foragido, porque após o crime ele levou a filha de pouco mais de um ano até a casa dos pais da vítima e disse que a mulher tinha viajado.

O homem não foi mais visto depois disso.

O corpo só foi encontrado durante a manhã. O Instituto Médico Legal vai fazer exames para confirmar a causa da morte. O enterro será no começo da noite, em Bernardo Sayão.

G1 Tocantins

Corpos de policial civil e mãe mortas em acidente são enterrados em Porto Nacional

Policiais civis fizeram homenagem durante enterro neste sábado (3). Mãe e filha morreram em acidente na rodovia que liga Palmas a Porto Nacional.

Os corpos da policial civil Anna Paula Soares Carvalho, de 28 anos, e da mãe Maria Soares de Andrade Carvalho, de 58, foram enterrados no fim da tarde deste sábado (3) em um cemitério de Porto Nacional. As duas morreram em um acidente nesta sexta-feira na rodovia que liga Palmas a Porto Nacional.

Parentes, amigos e colegas de profissão fizeram o cortejo até chegar ao cemitério. O enterro foi marcado por uma homenagem da Polícia Civil.

Anna Paula era enfermeira e atuava como agente de necrotomia no Instituto Médico Legal, em Porto Nacional. Em nota, o Sindicato dos Policiais Civiis do Tocantins lamentou a morte da profissional: ‘A morte sempre entristece nossos corações. Estamos unidos em pensamentos e orações para que familiares e amigos sejam consolados neste momento’.

Mãe e filha morreram em acidente na rodovia entre Palmas e Porto Nacional (Foto: Arquivo Pessoal)Mãe e filha morreram em acidente na rodovia entre Palmas e Porto Nacional (Foto: Arquivo Pessoal)

Mãe e filha morreram em acidente na rodovia entre Palmas e Porto Nacional (Foto: Arquivo Pessoal)

Após o acidente, a policial chegou a ser socorrida e foi levada para o Hospital Geral de Palmas, mas não resistiu. A mãe morreu no local. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

Segundo a Polícia Militar (PM), dois carros se envolveram no acidente que aconteceu perto do posto da Polícia Rodoviária Estadual. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e o Corpo de Bombeiros foram ao local. Uma das vítimas ficou presa às ferragens e uma operação de resgate foi montada para retirá-la. Os outros feridos também foram levados para hospitais em Palmas.

Fonte: G1 Tocantins

Ex-presidiário sobrevive a tiro que atravessou mão e pescoço

Crime foi em Colinas do Tocantins, no norte do estado. A Polícia Civil informou que a vítima tinha diversas passagens por roubo e furto.

m ex-presidiário de 32 anos sobreviveu a um tiro que atravessou o pescoço e a mão dele. Segundo a Polícia Militar (PM), a ocorrência foi nessa terça-feira (27), por volta das 13h50, no Jardim Boa Esperança em Colinas do Tocantins, na região norte do estado.

O Corpo de Bombeiros informou que quando chegou ao local encontrou o homem caminhando com a mão e o pescoço feridos. Os bombeiros disseram que ele tentou se proteger, mas a bala atravessou a mão, depois o pescoço e em seguida caiu no chão.

A PM disse que a arma usada no ataque era de baixo calibre. O homem foi levado para o Hospital Municipal de Colinas do Tocantins e depois transferido para o Hospital Regional de Araguaína.

Os parentes da vítima disseram aos policiais que o homem tinha saído da cadeia recentemente. A Polícia Civil informou que a vítima tinha diversas passagens pela polícia por roubo e furto. O caso está sendo tratado como tentativa de homicídio, mas até o momento ninguém foi preso.

A Secretaria de Cidadania e Justiça informou que o homem cumpriu pena por receptação e foi liberado da cadeia há 20 dias após uma decisão da Justiça.

Fonte: G1 Tocantins

Prefeito baleado no dia do aniversário recebe alta após 8 dias internado

Manoel Silvino Gomes Neto teve a casa invadida por criminosos em Tocantínia. Ele estava internado em um hospital particular de Palmas.

prefeito de Tocantínia Manoel Silvino Gomes Neto (SD), que foi baleado no dia do aniversário, recebeu alta na manhã desta segunda-feira (12), após ficar 8 dias internado. Ele estava em um hospital particular de Palmas. O caso aconteceu no dia 4 desse mês.

O prefeito havia sido levado para o Hospital Regional de Miracema e em seguida para o Hospital Geral de Palmas, onde passou por cirurgia, para retirar uma bala da barriga. Só depois foi transferido para uma unidade particular da capital.

Além do prefeito, o motorista João Mascarenhas Barros, também foi baleado. A bala acertou o peito dele do lado direito, mas não ficou alojada. Ele estava internado no Hospital Regional de Miracema e não precisou passar por cirurgia, recebendo alta no dia 5.

Segundo testemunhas, o prefeito estava em casa com parentes e amigos se preparando para comemorar o aniversário. Ele pediu para que o motorista o levasse até a padaria. Os criminosos se aproveitaram do momento para entrar na casa e renderam quem estava no local, inclusive os três filhos do político, todos menores de idade. Três homens participaram da ação, dois entraram e um ficou do lado de fora da casa.

Testemunhas contaram ainda que os homens agrediram a mulher do prefeito e outras pessoas. Quando Silvino e Mascarenhas retornaram, perceberam o assalto. Segundo a PM, o político reagiu e tentou tomar a arma de um dos assaltantes.

A Polícia Militar prendeu dois suspeitos do crime. Os dois têm 18 anos de idade, mas apenas um teve o nome divulgado até o momento. Trata-se de Mateus Carvalho da Silva. As buscas continuam na região para localizar o terceiro envolvido no assalto.

Fonte: G1 Tocantins

Câmera de segurança registra jovem sendo morto a tiros em distribuidora

Crime aconteceu no Jardim Aureny III, na região sul de Palmas. Criminosos agiram tranquilamente e fugiram e motocicleta.

oi morto na noite deste sábado (10) o jovem Jarson Gleison, de 25 anos. O crime aconteceu por volta das 21h em uma distribuidora de bebidas no Jardim Aureny III, na região sul de Palmas. Câmeras de segurança registraram o momento em quem um homem chega e atira na vítima. Esta é a quarta morte registrada recentemente no local(Veja vídeo)

A Polícia Militar informou que dois criminosos chegaram no local e um deles sacou o revólver, fazendo dois disparos contra o jovem. Depois do crime, os suspeitos fugiram em uma motocicleta.

As imagens da câmera de segurança mostram que Gleison estava sentado em uma mesa de costas para a rua, ao lado de outras duas pessoas. Após alguns momentos, aparece um homem de camisa branca, que saca a arma e atira duas vezes.

O jovem ainda olha para o suspeito e depois cai no chão. Ainda de acordo com a PM, o Samu foi acionado, mas apenas constatou a morte da vítima. A perícia esteve no local e ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Esta é a quarta morte registrada no local recentemente. No final de 2017, outras três pessoas foram mortas a tiros no local, entre elas Sione Pereira de Oliveira, que é mãe da menina Laura, desaparecida há mais de dois anos.

Fonte: G1 Tocantins

PM mata dois homens durante perseguição em matagal na TO-255

Polícia afirma que dupla era suspeita de tráfico de drogas e reagiu a uma ordem de parar na rodovia. Mortos foram identificados como Thiago Batista dos Anjos e Rafael Oliveira Batista.

Assassinado Nesta Madrugada Suspeito de Matar Sobrinho de 2 Anos

Foi assassinado na madrugada desta segunda-feira (25) Luciano Pereira de Sousa, de 34 anos. Segundo a Polícia Militar, a principal suspeita do crime é a namorada dele, Lázara Moreira Costa, de 25 anos, que foi presa em flagrante, em Ponte Alta do Tocantins. Luciano era suspeito de matar o sobrinho de 2 meses Nicollas Rafael de Sousa Siqueira a paulada, durante uma briga com a irmã, em agosto deste ano.