Propaganda eleitoral começa nesta semana; veja os próximos prazos

Prazo para registro de candidaturas termina na quarta-feira (15). Confira quem são os candidatos ao governo do Tocantins e ao senado.

A propaganda eleitoral das Eleições 2018 começa na próxima quinta-feira (16). Neste ano, os eleitores vão escolher os próximos presidente e vice-presidente da república, governador e vice-governador, senador e suplentes, além dos deputados federais e estaduais.

O Estado tem até o momento cinco candidatos ao governo do Tocantins e nove candidatos ao senado federal. Os partidos e coligações têm até a próxima quarta-feira (15) para registrar a candidatura.

Confira algumas datas do calendário eleitoral no mês de agosto.

  • 15 de agosto – último dia para os partidos e coligações registrarem candidaturas;
  • 16 de agosto – passa a ser permitida a propaganda eleitoral em carros de som, assim como a realização de comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na Internet, entre outras formas;
  • 20 de agosto – Último dia para os candidatos solicitarem registro de candidatura caso os partidos políticos ou as coligações não o tenham requerido;
  • 31 de agosto – Início do período da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

G1 tocantins

Campanha de vacinação contra sarampo e poliomielite começa segunda-feira (6)

Campanha é nacional e será realizada em todo o país. Dia D da campanha será no sábado, 18 de agosto.

Começa nesta segunda-feira (6) a campanha nacional contra o sarampo e poliomielite. Em Palmas, segundo o município, a meta é vacinar 17.397 crianças a partir de um 1 ano e menores de 05 anos. A vacinação segue até o dia 31 de agosto e as doses estarão disponíveis em 32 salas de vacina da capital. O Dia D da campanha será no sábado, dia 18 de agosto.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as doses contra poliomielite são administradas pela via oral e toda as crianças devem tomar. Inclusive, as que já tenham recebido uma ou mais doses anteriormente.

“A campanha de vacinação é indiscriminada, estando nessa faixa etária as crianças podem receber as vacinas. Já a vacina contra o sarampo, a única exceção mesmo é para as crianças vacinadas há menos de 30 dias, passou esse período já pode receber nova dose na campanha”, explica a enfermeira da Central de Vacinas, Juliana Araújo.

No ano passado, 82,6% das crianças foram vacinadas contra a poliomielite no Tocantins. Em 2016, foram 84.7%, segundo dados do Ministério da Saúde.

Gurupi

Foram disponibilizadas pelo Ministério da Saúde 4.925 doses contra a poliomielite e 4.920 doses contra a Tríplice Viral para Gurupi, no sul do estado. O município as doses estarão disponíveis em 13 unidades básicas de saúde e na policlínica.

O horário de atendimento será das 7h às 17h e é preciso levar o cartão de vacina. A meta no município é vacinar 4.917 crianças.

Araguaína

Em Araguaína, norte do Tocantins, a vacinação será realizada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 e às 17h30. No dia D da campanha, o atendimento será ininterrupto, das 8h às 17h.

Segundo o município, a meta é vacinar 95% do público alvo, que conta com 10.992 crianças. Ao todo, são 19 salas de vacinação no município.

 G1 Tocantins.

XXI Marcha de prefeitos do Tocantins a Brasília começa nesta segunda-feira, 21

Debate com presidenciáveis, definição de pautas ao Congresso Nacional e diversas arenas temáticas estão na programação do encontro

Dezenas de prefeitos tocantinenses já se encontram em Brasília para a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que inicia-se nesta segunda-feira, 21, no Centro Internacional de Convenções do Brasil – CICB. Mobilizados pela Associação Tocantinense de Municípios (ATM), os prefeitos buscam na capital federal a defesa dos interesses municipalistas nos três poderes, além de mais recursos aos cofres municipais.

Segundo a Confederação Nacional de Municípios (ATM), organizadora do encontro, oito pré-candidatos à presidência da República já confirmam presença na Marcha.  O evento deste ano reserva dois momentos para receber os presidenciáveis e debater as prioridades dos governos locais e as necessidades de mudanças estruturais da federação brasileira. Os painéis ocorrem nos dias 22 e 23, a partir das 14h.

Pré-candidatos

Na programação do evento estão previstos quatro pré-candidatos por dia. Na terça-feira, 22, os municipalistas receberão, em painéis individuais, Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), e Manuela D’Ávila (PCdoB). Já no dia 23, confirmaram presença Jair Bolsonaro (PSL), Afif Domingos (PSD), Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB). Ainda na quarta-feira, está programada a leitura de uma carta de Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT.

Após exposição, os presidenciáveis responderão questionamentos sobre os principais problemas enfrentados atualmente nos Municípios, de Norte a Sul do País, inclusive em relação à partilha de competências e dos recursos entre os Entes federados. Além de conhecer as propostas de governo, a expectativa do movimento municipalista é obter do futuro presidente da República o compromisso com a causa municipalista.

Força

O presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano, enfatiza que a Marcha representa a força dos Municípios na federação brasileira. “É por meio da Marcha que reduzimos a desigualdade entre União, Estados e Municípios; angariamos recursos aos cofres municipais e, principalmente, levamos o clamor das comunidades locais ao presidente da república, congressistas e ministros de justiça”, explica. Do Tocantins, estão inscritos 160 participantes, sendo 74 prefeitos, e 86 municipalistas, divididos entre vice-prefeitos, vereadores, secretários e servidores municipais.

O encontro vai até esta quinta-feira, 24.

Clique aqui e confira a programação do encontro.

STF começa nesta sexta julgamento virtual que pode soltar Lula

Resultado deve ser publicado à meia-noite do dia 10 de maio.

O julgamento virtual que vai analisar o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal (STF) para deixar a prisão será iniciado nesta sexta-feira (4). Na ação, a defesa de Lula pretende derrubar a decisão do juiz federal Sérgio Moro, que determinou a execução provisória da pena de 12 anos de prisão na ação penal do tríplex do Guarujá (SP).

A partir das 18h de amanhã, será aberto um prazo de uma semana que os ministros da Segunda Turma entrem no sistema e possam proferir seus votos. Encerrado o prazo, à meia-noite do dia 10 de maio, o resultado do julgamento será publicado. Dessa forma, não haverá reunião presencial para julgar o caso. Caso todos os ministros do colegiado insiram seus votos antes do dia 10, o resultado poderá ser divulgado antes do fim do prazo. As informações são da Agência Brasil.

Em geral, o julgamento virtual é usado para decisões que não têm grande repercussão e que possuem jurisprudência pacífica. No entanto, a medida do relator do caso, ministro Edson Fachin, foi entendida dentro do tribunal como uma forma de ganhar tempo. A maioria dos integrantes da Segunda Turma é contra o entendimento que autoriza a prisão após a segunda instância da Justiça.

Com a exceção de Fachin, os ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli se manifestaram contra a medida em outros julgamentos sobre o mesmo tema, inclusive no habeas corpus em que a Corte negou pedido de Lula para não ser preso, no início do mês.

Na reclamação, a defesa de Lula sustenta que Moro não poderia ter executado a pena porque não houve esgotamento dos recursos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF), segunda instância da Justiça Federal. Para os advogados, a decisão do Supremo que autorizou as prisões após segunda instância, em 2016, deve ser aplicada somente após o trânsito em julgado no TRF4. Os advogados também pedem que o ex-presidente possa aguardar em liberdade o fim de todos os recursos possíveis na Justiça.

Noticias ao Minuto

Conta de energia elétrica: maio começa com bandeira tarifária mais cara

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mudou a bandeira tarifária de verde para amarela.

Com a entrada no mês de maio, os consumidores sentirão um aumento nas contas de luz. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mudou a bandeira tarifária de verde para amarela.

O valor cobrado com a alteração será de R$ 1 a cada 100 kilowatt hora (kWh) consumidos. Segundo a Aneel, a mudança ocorre em razão do final do período chuvoso.

Com o início do período seco, cai o volume de chuva sobre os reservatórios das principais usinas hidrelétricas geradoras do país. Com isso, há a necessidade de se fazer uso da energia produzida pelas usinas termelétricas, que têm maior custo de produção.

Composto pelas cores verde, amarela e vermelha (patamar 1 e 2), o sistema de bandeiras foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica.

Com a adoção da bandeira amarela, a Aneel aconselha os consumidores a adotar hábitos que contribuam para a economia de energia, como tomar banhos mais curtos utilizando o chuveiro elétrico, não deixar a porta da geladeira aberta e não deixar portas e janelas abertas em ambientes com ar-condicionado.

Imposto de renda: começa nesta quarta-feira prazo para entrega atrasada

O desconto no bolso para aqueles que não têm imposto a pagar será de R$ 165,74. O valor será debitado da restituição. Já para o contribuinte que tem que pagar IR, a multa é de 1% ao mês.

Quem não declarou o Imposto de Renda 2018, a Receita Federal dará mais uma chance, nesta quarta-feira (2), a partir das 8h, vai liberar o sistema para o envio tardio da documentação. No entanto, os atrasados terão que pagar uma multa. No total, foram entregues 29.269.987 declarações até 23h59 do dia 30 de abril.

De acordo com informações do G1, o desconto no bolso para aqueles que não têm imposto a pagar será de R$ 165,74. O valor será debitado da restituição. Já para o contribuinte que tem que pagar IR, a multa é de 1% ao mês, começando em maio. O teto é de 20% do imposto devido.

Quando feita a declaração atrasada, o contribuinte será notificado com um lançamento de multa, além da Darf da multa. O período para pagamento do débito é de até 30 dias. Outro prejuízo para que não acertar as contas com a receita é ficar com o CPF “sujo”.

Noticias aao Minuto

Começou a pouco o julgamento dos embargos de Marcelo Miranda no TSE

Miranda retornou ao cargo até o julgamento dos embargos declaratórios apresentados pela defesa, o que ocorre nesta terça.

O julgamento dos embargos apresentados pela defesa do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV), começou às 20 horas desta terça-feira, 17, em sessão plenária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ambos tiveram seus mandatos cassados por caixa dois na campanha de 2014 e chegaram a ficar fora do Governo por uma semana após a decisão do TSE, em 22 de março.

Através de liminar, Miranda retornou ao cargo até o julgamento dos embargos declaratórios apresentados pela defesa. 

Além do processo de Miranda, há também na pauta a prestação de contas do Partido Popular Socialista (PPS) de 2012, entre outros processos envolvendo vários estados.

Começa hoje prazo para candidatos trocarem de partido; políticos do TO devem migrar

Período chamado de janela partidária é chance das legendas atraírem outros candidatos; políticos tem 30 dias para migrar sem risco de perder o mandato.

A partir desta quinta-feira, 8, até o dia 7 de abril, políticos de todo o país poderão trocar de partido.

O período, chamado de janela partidária, é a chance das legendas atraírem aqueles que consideram os melhores candidatos e a disputar o maior número possível de vagas para deputados, afinal, pela lei eleitoral, quanto maior o número da bancada, maior será o Fundo Partidário e o acesso gratuito ao tempo de rádio e televisão.No Tocantins, pelo menos quatro parlamentares já estariam certos que devem migrar de sigla.

A senadora Kátia Abreu, expulsa do PMDB, embora ainda não confirme, já está com sua filiação no PDT acertada na Nacional do Partido, com o senador Carlos Lupi. A filiação deve ser anunciada no próximo mês.

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Palmas, Folha Filho (PSD), também deverá anunciar a mudança de partido em breve, apesar de ainda não declarada.

O partido que é presidido por Irajá Abreu apoia a candidatura de Kátia Abreu ao governo do Estado e Folha, que já compõe a base aliada de Carlos Amastha na Casa, apoia a candidatura do prefeito de Palmas ao Palácio Araguaia.

Da mesma forma, a vice-prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), que ocupa o cargo na gestão municipal, mas tem Ataídes Oliveira (PSDB), seu companheiro de partido, como candidato da sigla. Na semana passada Cinthia foi a Brasília acertar detalhes da troca de partido, mas ainda não anunciou a escolha.

A deputada estadual Luana Ribeiro (PDT), candidata à reeleição, deve retornar ao PR em que o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, é o candidato ao governo.

Mais candidatos, mais dinheiro

A motivação dos políticos para mudarem de sigla também leva em conta a quantidade de recursos que o partido pode oferecer para suas campanhas eleitorais. Pelo que foi aprovado na reforma política, cada candidato à Câmara Federal pode gastar até R$ 2,5 milhões.

Algumas siglas como PP, PR e DEM divulgam que darão o valor máximo para cada um. A tendência é que recebam valores mais altos os candidatos que já ocupam 1º lugar na Casa. Filiados sem mandatos devem receber menos, o que dificulta a renovação dos congressistas.

Pelas regras aprovadas, para este ano, o fundo eleitoral é estimado em R$ 1,7 bilhão, sendo que 48% do fundo serão divididos proporcionalmente ao número de deputados. Será a principal forma de financiamento das campanhas.

Véspera de Carnaval começa com duas mortes em acidentes nas rodovias do Tocantins

Um acidente foi registrado na BR-242, em Peixe e outro na BR-153, em Wanderlândia. Os dois casos são de batidas entre carros e motocicletas.

Duas pessoas morreram e três ficaram feiras em acidentes na noite desta quinta-feira (8) em rodovias federais do Tocantins.

As batidas envolviam carros e motos e aconteceram em Peixe e Wanderlândia.

Peixe

Um jovem de 23 anos, que não teve o nome divulgado, morreu em um acidente de trânsito no km 325, da BR-242, em Peixe. O caso aconteceu por volta das 19h45.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele estava em uma motocicleta que bateu de frente com uma caminhonete.

De acordo com a PRF, a motocicleta teria invadido a contramão, provocando a batida. O motorista da caminhonete, um jovem de 22 anos, que também não teve a identidade divulgada, não se feriu.

Wanderlândia

Em Wanderlândia, uma pessoa morreu e três ficaram feridas após uma motocicleta bater de frente com um carro.

O acidente aconteceu no km 123, da BR-153, na noite desta quinta-feira (8), por volta das 19h35.

Os nomes das vítimas não foram divulgados.

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas após carro e moto baterem de frente (Foto: PRF/Divulgação)

Operação de fim de ano nas rodovias federais começa nesta sexta-feira

Fiscalização vai durar todo o período das festas de fim de ano, férias e Carnaval. Polícia Rodoviária Federal deu dicas para quem vai pegar as estradas.

Será iniciada nesta sexta-feira (22) a Operação Integrada Rodovida da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o país. Segundo a corporação, os trabalhos de fiscalização e conscientização seguem durante todo o período das festas de fim de ano, férias e Carnaval. A operação será encerrada apenas no dia 18 de fevereiro.

O Tocantins tem seis rodovias federais e alguns trechos não são duplicados. Por causa disso é necessário mais atenção dos motoristas. Conforme a PRF, serão intensificadas ações de fiscalização para coibir ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, motoristas dirigindo embriagados, atropelamento de pedestres e trânsito de motocicletas irregulares.

Durante os feriados de Natal e Ano Novo, a PRF vai restringir o tráfego de veículos de carga em rodovias de pista simples. Serão proibidos de circular das 16h às 22h, nestes dois dias, caminhões bitrens e caminhões cegonhas.

As fiscalizações e patrulhamento serão realizadas em trechos críticos das rodovias federais do estado, em dias e horários de maior fluxo de veículos. Embora os radares que são operados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estejam desligados, a PRF continua fazendo fiscalização com radares móveis.

A PRF também deu dicas para quem vai pegar a estrada neste fim de ano:

Planejamento – O motorista deve se informar sobre as distâncias que percorrerá, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo;

Revisão – Providenciar a checagem do automóvel mesmo para pequenas viagens. Precisam ser revisados: calibragem e estado dos pneus, motor, óleo e nível da água do radiador, pneu estepe, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo.

Pausas durante a viagem – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Ficar atento a sinais como sonolência, perda de reflexos e força motora; 

Período noturno – Evitar circular à noite por conta da redução da visibilidade;

Previsão do tempo – Procurar se informar sobre as condições do tempo nos lugares por onde vai passar. Ao se deparar com neblina ou cerração, deve acender os faróis e reduzir a velocidade. Durante a chuva, é preciso aumentar a distância do veículo da frente para evitar freadas bruscas que elevam o risco de derrapagens. Além disso, os faróis devem estar sempre acesos.

G1 Tocantins