Cinco menores fugiram após simular confusão no local.
Agente socioeducativo ficou ferido e foi levado para UPA, em Palmas.

Cinco menores entre 16 e 17 anos fugiram do bloco masculino do Centro de Internação Provisória de Palmas (Ceip Central), no setor Taquari, região sul de Palmas. Entre os adolescentes está o suspeito de sequestrar e estuprar uma funcionária pública em junho deste ano. Conforme informações da Secretaria de Estado de Cidadania e Justiça (Seciju), a fuga ocorreu na noite desta quarta-feira (12) e os adolescentes continuam desaparecidos.

De acordo com a Seciju, quatro dos adolescentes estavam internados por roubo e o outro por estupro. A ação ocorreu por volta das 18h, quando alguns adolescentes começaram a agredir outro em um dos alojamentos. Seis servidores estavam de plantão nesse momento, disse a secretaria.

Após encerrar a briga, dois servidores deixaram a unidade para levar o adolescente agredido ao hospital. Logo depois, quatro adolescentes simularam uma agressão a um colega, forçando os outros agentes socioeducadores a entrar no alojamento.

Nesse momento, os menores entraram em luta corporal com os servidores, que foram rendidos. Os adolescentes conseguiram pegar as chaves e soltar os demais internos, sendo que cinco fugiram.

Ainda de acordo com a secretaria, um socioeducador foi ferido na perna por uma arma artesanal e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sul. Ele passa bem.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e está realizando buscas pelos cinco adolescentes, com a colaboração da Polícia Civil, tanto em Palmas como no interior do estado. Por fim, a Seciju afirmou que várias medidas estão sendo tomadas para reforçar a segurança nas unidades socioeducativas “como obras de reforma e ampliação e a construção do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Araguaína.”(fonte:g1/to)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here