Moradores de Xambioá dizem que Acácio Pereira ficou ao lado do corpo e até chorou. José Reis de Souza, de 64 anos, foi morto a tiros numa chácara, na zona rural da cidade.

 

Um suspeito de matar a tiros José Reis de Souza, de 64 anos, foi preso nesta terça-feira (24), em Xambioá, no norte do Tocantins. O crime aconteceu no último fim de semana.Segundo os moradores da cidade, Acácio Pereira de Souza, de 34 anos, foi ao velório e ao enterro da vítima, ficou ao lado do corpo e até chorou.

Um morador da cidade que foi ao velório contou ao G1 que viu o suspeito. “Ele ficou no velório, acompanhou o enterro até a cova fechar, como se nada tivesse acontecido. Parentes do idoso tiraram foto dele ao lado do corpo”, contou.

O idoso foi encontrado morto no último domingo (22), na casa onde morava, na zona rural da cidade. Após o assassinato, a Polícia Civil pediu a prisão temporária do suspeito. Ele foi capturado numa casa, na rua Justiniano Pereira.

Com ele, os policiais civis encontraram vários itens roubados, como capacete, uma guitarra, um par de botinas e documentos pessoais, objetos da vítima. Ele foi levado para a cadeia de Xambioá.

Entenda

Segundo a Polícia Civil, no último domingo, um vizinho percebeu a ausência de Sousa e foi até a casa da filha dele para avisar que a vítima não tinha saído de casa para jogar milho às galinhas, como de costume.

A filha foi até casa do pai, olhou pela janela e viu que ele estava morto. Sousa foi assassinado a tiros. No dia anterior o vizinho o viu tocando violão com um homem, que seria Acácio. Momentos depois, o suspeito saiu do local levando a motocicleta da vítima.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here