Militares teriam sofrido uma crise convulsiva após participarem de uma marcha

Do Jornal do Tocantins

Cinco soldados sofreram uma crise convulsiva após realizarem uma marcha de 12 km em três horas. Conforme informações do major Abreu, a atividade começou por volta das 6 horas e a cada 4 km, os 415 militares, que participavam, tinham 15 minutos de descanso. O motivo dos soldados terem passado mal ainda não foi confirmado.

O médico do exército preferiu encaminhá-los para os hospitais de Palmas. Três soldados estão internados no Hospital Oswaldo Cruz, um no Instituto Ortopédico de Palmas e outro receberá alta hoje.

Conforme Abreu, caso o estado de saúde dos militares piore devido à falta de leitos e ou UTI na cidade, eles podem ser removidos para Brasília (DF).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here