Para o partido, eventual detenção do ex-presidente seria vista como “declaração de guerra”.

Comitês estaduais criados pelo PT estão organizando protestos em todo o país caso o ex-presidente Lula seja condenado. O julgamento será realizado no próximo dia 24.

De acordo com a coluna da Mônica Bergamo, da ‘Folha de S. Paulo’, a eventual detenção do petista seria vista como “declaração de guerra”. Dirigentes do partido, contudo, acreditam que as cortes superiores não manteriam o ex-presidente preso, concedendo um habeas corpus.

A condenação tornaria a candidatura do ex-presidente praticamente inviável. No entanto, o partido acredita que o candidato que for apontado por Lula, mesmo que em cima da votação, tem condições de chegar ao segundo turno da corrida presidencial. 

Noticias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here