Monitoramento está sendo realizado nas proximidades da Praia das Arnos. Amostras estão sendo coletadas após fedor afastar banhistas e atrapalhar comerciantes.

Equipes da Delegacia do Meio Ambiente e Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) percorreram mais de três quilômetros pelo lago de Palmas na manhã desta sexta-feira (14). O objetivo foi mapear as áreas que apresentaram mau cheiro após uma lama preta começar a surgir na região da Praia das Arnos, norte da cidade.

Os agentes identificaram os pontos onde a coleta da água precisa ser feita e o Naturatins deve realizar o procedimento na segunda-feira (17). A vistoria também passou pelos pontos onde o esgoto tratado é despejado no lago e a praia das Arnos novamente foi analisada.

O material coletado pelo Naturatins será analisado pela Universidade Federal do Tocantins e o resultado ficará pronto em 10 dias.

Além disso, Polícia Civil também retirou amostras de água nesta quinta-feira (13). O laudo policial sobre o problema deve ficar pronto em 30 dias.

Um terceiro estudo está sendo feito pela Prefeitura de Palmas. O município informou que deve apresentar um relatório na semana que vem.

Enquanto isso, a situação da praia continua a revoltar os comerciantes. “A catinga continua. A gente quer proteção porque isso aqui adoece a gente. Tem uns quatro dias que eu não como direito e a dor de cabeça é constante por causa desse mau cheiro”, reclamou a comerciante Josefa da Conceição.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here