As investigações seguem para identificar os autores das extorsões.
Wherbert Araújo/Governo do Tocantins
A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos – DRCC, em cumprimento a ordem judicial, bloqueou um site brasileiro que disponibilizava serviços de natureza sexual pela internet, a título oneroso, com relatos de que clientes estavam sendo vítimas do crime de extorsão.
De acordo com a delegada Milena Santana de Araújo Lima, titular da DRCC Palmas, uma das vítimas relatou que, após clicar na imagem de uma das possíveis colaboradoras, a pessoa foi redirecionada para uma chamada de vídeo do aplicativo Whatsapp.com, passando a interagir com pessoa do sexo feminino.
Ao encerrar a chamada, passou a receber mensagens exigindo o pagamento de quantia em dinheiro sob pena de divulgação na internet de imagens suas capturadas sem o seu conhecimento ou autorização. 
“Confirmou-se a existência de mais vítimas, inclusive, em outro Estado, adotando-se as medidas judiciais cabíveis para individualização da autoria, bloqueio do site e das contas utilizadas para o recebimento das vantagens ilícitas”, afirmou a delegada. Ainda segundo ela, as investigações seguem para identificar os autores das extorsões.
Secretaria da Segurança Pública
Assessoria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here