As prisões são resultado de investigações que começaram em março deste ano. Ao todo, 60 policiais estão nas ruas e fazem buscas em casas na cidade.

A Polícia Civil realiza, nesta quinta-feira (20), a Operação Recidiva em Gurupi para cumprir mandados de prisão temporária contra suspeitos de tráfico de drogas. Ao todo, 13 pessoas foram presas, sendo três mulheres. Os policiais também fazem buscas em casas na cidade.

As prisões são resultado de investigações que começaram em março deste ano. A operação conta com o apoio da Polícia Civil de Palmas. Ao todo, 60 policiais estão nas ruas dos município para cumprir os mandados.

O nome Recidiva tem relação com a reincidência, já que um dos principais alvos da operação, Jesus Evangelista, preso em 2016 por tráfico, foi solto, mas voltou a praticar o crime. Através dele, os policiais civis chegaram a outras pessoas presas nessa operação. Duas das pessoas que fariam parte dessa rede de tráfico já estão presas na unidade prisional da cidade.

A suposta organização buscava drogas em Goiás para revender no Tocantins. Eles comercializavam maconha, crack e cocaína.

Nesta manhã, a polícia também realiza a operação Nexus em Paraíso do Tocantins. O alvo é uma quadrilha de tráfico de drogas interestadual. As investigações apontaram que o grupo era gerenciado por dois irmãos. Um deles está preso em Goiás e mesmo assim continuava ordenando o envio de drogas para o Tocantins.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here