São Salvador vive um clima tenso

De acordo com informações, ontem por volta das três horas da tarde, duas pessoas foram vistas saindo da residência da suposta vítima Marcos Macedo (conhecido como Marquim).

Os supostos autores Edivan Soares e seu filho Ítalo, foram vistos saindo em uma caminhonete GM/Silverado, cabine simples, cor branca, placa ainda não identificada em alta velocidade.

As dezoito horas, uma testemunha amiga da vítima, esteve em sua casa para participar de um churrasco que havia marcado. Porém se deparou com os portões abertos e bastante sangue na área. Em seguida notou que a casa estava aberta e não tinha ninguém.

Verificou também uma pedra grande na garagem, provavelmente utilizada na prática do crime.

Após as verificações in loco, não foi localizado o corpo da vítima, como também os supostos autores que fugiram da cidade.

Por estas circunstâncias deduz-se, que os autores tenham praticado provável homicídio e ocultado o corpo.

Ressalta ainda que a suposta vítima, havia obtido decisão judicial favorável e ganhado a “causa”, na qual era movida contra um dos supostos autores. Esta decisão judicial envolvia um posto de combustível, que pertencia a Edivan na cidade de São Salvador do Tocantins.

A polícia continua as buscas que ainda é um mistério.

O mapa da notícia estará acompanhando o caso.

 

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here