Bastidores da política, Destaque

Na véspera da renúncia, Amastha mantém ritmo de trabalho e celebra “gestão eficiente que quebrou paradigmas”

Prefeito e pré-candidato a governador ressalta confiança dos palmenses no trabalho árduo da equipe para enfrentar conceitos arcaicos de gestão pública e fazer de Palmas uma cidade para todos.

O que seria um dia normal de trabalho, com vistoria e visitas a obras e anúncio de medidas importantes do Executivo, a segunda-feira, dia 2, foi marcada por intensa agenda de compromissos oficiais e de articulações políticas do prefeito Carlos Amastha (PSB), em Palmas. No cargo desde janeiro de 2013, o prefeito e pré-candidato ao governo do Tocantins celebrou ter feito “uma gestão eficiente que quebrou paradigmas em Palmas”. 

“Os resultados que obtivemos foram frutos da confiança da população, que entendeu o nosso propósito, dos servidores que encamparam e acreditaram nos objetivos e da equipe magnífica que, apesar de todas as dificuldades, conseguiu, com muito trabalho, inovação e comprometimento, fazer uma gestão eficiente e que quebrou paradigmas arcaicos da gestão pública em Palmas”, declarou Amastha.

Nessa terça-feira, dia 3, às 8h45, em cerimônia no Teatro Fernanda Montenegro, no Espaço Cultural, o prefeito renuncia ao cargo para a disputa do governo do Estado. A cerimônia será transmitida ao vivo, via Facebook, na página “Amastha 2018”.

Na véspera da renúncia, Amastha manteve agenda de várias visitas a obras e reuniões com a equipe da gestão, inclusive com compromissos marcados para a noite dessa segunda-feira.

A agenda também contemplou as articulações políticas. À espera da definição das regras da eleição complementar, que serão divulgadas na tarde dessa terça-feira, ele se reuniu com líderes políticos para discutir os rumos do Estado e possíveis alianças visando o pleito extemporâneo e o de 7 outubro.

Enfrentamento quebra paradigmas arcaicos

Ao destacar quebra de paradigmas, Amastha se referiu a enfrentamentos que teve como prefeito nos campos político e de gestão.

“Mudanças foram feitas para ajustar a máquina administrativa e setores sob a responsabilidade da Prefeitura que fizeram com que Palmas pudesse evoluir e ser destravada. Um exemplo: ao assumirmos, havia ‘postinhos’ de saúde em casas alugadas, com custos enormes. Nesses cinco anos de gestão, foram 20 novas unidades de saúde em locais adequados. A educação de Palmas hoje é referência nacional. A iluminação pública foi modernizada, a pavimentação e a conservação das vias foram intensificada. E mais: a Capital cresceu graças ao turismo esportivo e  de negócios, se transformou em pólo de saúde. Muitas empresas acreditaram na Capital e investiram aqui, gerando emprego e renda. Projetos como o Palmas Solar e Habita Palmas se tornaram importantíssimos para que a capital desse, realmente, esse salto”, destacou. “Enfim, fico contente em ver que Palmas é hoje uma cidade organizada, limpa e bem cuidada, que respira esporte e bem-estar. E o melhor: a satisfação de ver que o palmense voltou a ter orgulho de dizer ‘sou palmense’”, finalizou. 

Ascom PSB Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.