Moradores reclamam da falta de sinalização no local. Motociclista quebrou duas vértebras da coluna após bater em uma das estruturas de concreto.

Manilhas de concreto colocadas na ponte de Porto Nacional para impedir o trânsito de carros têm preocupado os moradores da região. É que motocicletas, ciclistas e pedestres ainda podem transitar pelo local, mas a falta de sinalização tem causado acidentes.

O trânsito das motos na ponte é intenso porque moradores de distritos precisam se deslocar diariamente para Porto Nacional. O Adelsivan Siqueira, por exemplo, passa na ponte quatro vezes por dia.

Ele diz que durante a noite a situação fica ainda pior. “Muito escuro para passar aqui à noite. Sem sinalização nenhuma. Só para quem já sabe mesmo”, afirmou.

O marido da Danila Gonçalves sofreu um acidente na ponte e fraturou duas vértebras da coluna. Ele bateu em uma das manilhas na última segunda-feira (18) e está na sala vermelha do Hospital Geral de Palmas (HGP).

“Depois da ponte não tinha sinalização. E tinha umas manilhas. Ele ainda freou, mas não conseguiu parar a tempo para encontrar o lugar do desvio porque disse que só tinha uma passagem para motos. O policial me falou que ele caiu em todo de 25 metros da moto e está vivo por um milagre”, contou.

Ao olhar com atenção é possível encontrar vários pedaços de motos pelo chão. Após os acidentes algumas listras foram pintadas nas próprias manilhas, mas os moradores afirmam que isso não é suficiente. “Nós não temos uma sinalização, não tem uma faixa indicando que há perigo”, reclamou Lázaro Pinheiro.

Outro lado

A Agência Tocantinense de Transportes de Obras (Ageto) informou que instalou obstáculos nas duas cabeceiras da ponte pra evitar a passagem de veículos e que essas barreiras foram sinalizadas, mas as placas foram vandalizadas e terão que ser reinstaladas.
Informou ainda que está trabalhando para reforçar a sinalização o mais rápido possível, mas a orientação é que os motociclistas tenham cautela e atenção redobrada durante o uso da ponte.

Entenda

A ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional, foi completamente interditada para veículos no dia 7 de fevereiro. O Governo disse que decisão foi tomada por precaução até que os serviços topográficos sejam finalizados para avaliar a estrutura da ponte.
A travessia de carros e veículos pesados está sendo feito por meio de duas balsas.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here