Defesa do ex-presidente alega precisar de tempo para se preparar para a sessão.

O elator do processo envolvendo Lula no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), o desembargador João Pedro Gebran Neto recebeu um pedido da defesa do petista: que ele informe a data em que o tribunal pretende julgar os recursos do ex-presidente.

Os advogados alegam, segundo a Folha de S. Paulo, que a complexidade da ação pede tempo para que possam se preparar à sessão.
Lula, vale lembrar, corre o risco de ser preso após o julgamento do recurso – ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão neste processo, que envolve o tríplex do Guarujá.
Noticias ao Minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here