Vaqueiro Antônio Ribeiro conta em vídeo que teve relacionamento de dois anos com mãe das crianças e afirma que espancou os bebês em um momento de fúria

O vaqueiro Antônio Ribeiro Barros, de 26 anos, suspeito de matar bebês gêmeos de sua ex-namorada em São Miguel do Araguaia, Norte de Goiás, afirmou durante uma entrevista em vídeo que tinha a intenção de matar apenas a mãe das crianças e teria espancando as crianças devido a um surto de fúria. “Na hora foi fúria, eu não lembro. Não era para agredir as crianças, só ela”, conta em depoimento gravado em vídeo e divulgado pela Polícia Militar (PM). O homem é natural de Aliança do Tocantins.

Antônio foi preso, nesta quarta-feira (10), dentro de um buraco próximo a fazenda em que trabalhava em São Miguel pela polícia local. Ele diz que desde a madrugada do crime, na segunda-feira (8), ficou escondido no meio do mato em uma fazenda vizinha, e que não contou com a ajuda de ninguém para fugir.

O suspeito justifica, ainda na entrevista, que queria matar a mãe das crianças, Taís Araújo de Oliveira Paula, de 23 anos, porque ela teria se separado dele depois de revelar que ele seria o verdadeiro pai dos gêmeos. “A gente já tinha um caso há dois anos, só que ela disse que a família dela não me aceitava por causa da minha profissão, por eu ser vaqueiro”, diz.

Segundo o delegado responsável pelo inquérito André Luiz Medeiros, em depoimento, Taís disse que namorou e morou apenas um mês com Antônio, e que ele a vinha ameaçando desde que decidiu se separar.  (fonte:jornal do tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here