Destaque, Palmas

Grupo protesta contra a reforma da Previdência em Palmas

Ato é realizado em frente ao INSS, na quadra 203 sul. Reforma da Previdência deve ser votada ainda este mês pela Câmara dos Deputados.

Integrantes da Central Única de Trabalhadores (CUT), Força Sindical e Central Sindical e Popular/Conlutas estão reunidos, na manhã desta segunda-feira (19) em frente ao INSS, em Palmas, para protestar contra a Reforma da Previdência.

A mobilização ocorre na quadra 203 Sul.

A intenção dos manifestantes é ficar na frente do órgão até o fim desta manhã. Com faixas, cartazes e carro de som, eles informam quem passa pela região sobre o que motiva o ato.

Por causa da chuva na capital, alguns usam guarda-chuvas para continuar com a mobilização.

Depois que o governo federal fez a proposta original sobre as modificações na legislação, a comissão especial da Reforma da Previdência propôs mudanças e a nova versão do texto será discutida ainda este mês.

As principais mudanças feitas desde o fim do ano passado, em relação ao texto aprovado na comissão, são:

  • Não alterar o regime de aposentadoria do trabalhador rural;
  • Não alterar o Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a pessoas com deficiência e pessoas com mais de 65 anos que não têm meios de se manter;
  • Diminuição do tempo de contribuição de 25 para 15 anos para trabalhadores da iniciativa privada terem aposentadoria parcial;
  • Pensão integral para viúvos e viúvas de policiais mortos em combate.
  • G1 Tocantins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.