Destaque, Palmas

Golpe no comércio: presos homens que trocavam máquinas de cartão

A fraude era praticada no momento em que os criminosos se passavam por clientes e, quando iriam simular que estavam passando o cartão, efetuavam a troca das máquinas.

A Polícia Militar prendeu, nesta quarta-feira, 21, dois integrantes de uma quadrilha que praticavam crimes de estelionato, em Palmas.

Os indivíduos aplicavam golpes no comércio, substituindo as máquinas de cartão de crédito oficiais por máquinas adulteradas, desviando os valores pagos pelos clientes às contas dos envolvidos.

A ação da PM ocorreu após denúncias de que um posto de combustíveis da Capital teve a máquina de cartão trocada clandestinamente em dezembro do ano passado.

A fraude era praticada no momento em que os criminosos se passavam por clientes e, quando iriam simular que estavam passando o cartão, efetuavam a troca das máquinas.

Ao descobrirem o golpe, os responsáveis pelo estabelecimento acionaram a Polícia Militar para registrar a ocorrência.

Através de denúncias de testemunhas e informações colhidas das câmeras de segurança, foi identificado o veículo usado pelos envolvidos.

De posse das informações, a PM conseguiu localizar os autores e efetuou a abordagem.

Os indivíduos confessaram os crimes e disseram que existem mais máquinas adulteradas, as quais foram espalhadas em diversos comércios da Capital.

Eles foram encaminhados à Delegacia de Polícia para procedimentos cabíveis, sendo autuados pelos crimes de estelionato, falsificação de documentos e formação de quadrilha.

Com eles a PM apreendeu uma máquina de cartão de crédito, dois aparelhos celulares e dois cartões de crédito.

Diante da possibilidade de muitos outros estabelecimentos terem sido alvos da fraude, a Polícia Militar orienta que:

*Os comerciantes façam a inspeção regularmente de suas máquinas;

*Acompanhem os lançamentos nas contas bancárias;

*Personalize as máquinas com adesivos;

*Acionem a PM, via 190, caso notem alguma irregularidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.