Destaque, Palmeirópolis

Gincana do Meio Ambiente mobiliza alunos do 5º ano do Ensino Fundamental em Palmeiropolis

Gincana do Meio Ambiente da Escola Municipal Elda Silva.

A 1ª Gincana do Meio Ambiente da Escola Municipal Elda Silva Barros, realizou a 3ª pesagem nesta segunda-feira (07) e surpreendeu pela quantidade de material reciclável recolhido pela campanha.

A Gincana está sendo realizada dentro do Projeto Piloto de Coleta Seletiva, feito pelo prefeitura municipal, em parceria com a Associação de Coletores de Materiais Recicláveis de Palmeirópolis e Região – ACOMP e Engie Brasil Energia. Vai estar acontecendo nos próximos meses em Palmeirópolis e nas cidades vizinhas. 

A gincana envolve todos alunos do 5º ano do ensino fundamental. O desafio dos participantes é conseguir a maior quantidade de lixo seco, que posteriormente será encaminhado a ACOMP, para beneficiamento e reaproveitamento.

Os materiais foram recolhidos ao longo de vários dias desde o mês de março, e na manhã dessa segunda-feira aconteceu a quarta entrega. A quantidade de lixo seco surpreendeu até mesmo os organizadores. “Esse recolhimento de lixo seco tomou uma proporção muito grande, os alunos se emprenharam muito […] os pais se envolveram, a comunidade toda. Estão vindo pessoas do comércio, supermercados e lojas com caminhões para trazer esses materiais”, disse o secretário de Meio Ambiente Jean Carlos.

Além de papel e papelão, foram recolhidos outros materiais como plásticos e o alumínio.

Todo material recolhido será pesado e a turma vencedora ganhará um passeio na FELT – Fundação de Esporte e Lazer dos Funcionários da ENGIE, localizada no município de Palmeirópolis -TO, e a escola receberá um conjunto de coletor seletivo de resíduo e uma mesa de ping pong.

O projeto visa conscientizar os alunos com relação a reciclagem e a quantidade de lixo jogado no meio ambiente. “Quando eles caminham pelas ruas, o que veem de coisas inúteis jogadas, é fora do normal. Eles literalmente fizeram uma faxina na comunidade. A educação ambiental deve estar presente de forma interdisciplinar em todo o currículo escolar. Assim poderá atingir todos os cidadãos por meio de um processo pedagógico participativo, que procure construir no educando uma visão crítica sobre as questões ambientais”, explicou Jean.

A participação é aberta as turmas do 5º ano de escolas dos municpios de Palmeirópolis, Paranã, São Salvador, que participaram do “Programa de visitas”, da Usina Hidrelétrica no período de março de 2017 a 19 de setembro.  elda lixolixo eldaeldinelda alueldaaelda silvaelda capa

Fonte: Ascom Meio Ambiente Palmeiropolis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.