“Estamos rezando por você. Que você tenha força”, disse Gilmar.

MÔNICA BERGAMO – SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), telefonou para o ex-presidente Lula neste sábado (2) para apresentar condolências pela morte do neto dele, Arthur, que morreu aos 7 anos vítima de meningite.

O magistrado afirmou que ele e a mulher, Guiomar, lamentavam muito a tragédia. “Estamos rezando por você. Que você tenha força”, disse Gilmar. Lula agradeceu.

E começou a chorar, a ponto de não conseguir dizer mais nada. Gilmar também chorava, e a conversa teve que ser interrompida. Um dos amigos do petista, que estava ao lado dele, pegou o telefone e terminou a conversa com Mendes.

Mais cedo, o ministro tinha conversado com Fábio Luís, um dos filhos de Lula. “Nós que somos pais e avôs sabemos avaliar a dor desse momento”, disse o ministro, pedindo que Fábio Luís desse um abraço no pai em seu nome, caso não conseguisse conversar com o ex-presidente. Gilmar Mendes tem dois filhos e dois netos.

De acordo com relatos, Fábio Luís ficou surpreso e emocionado com o telefonema. “Muito bacana, muito bacana”, disse a um amigo que abraçou logo depois.

Por noticia ao minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here