Mais de 240 placas precisaram ser substituídas na cidade em 2018. Furtar ou danificar a sinalização é crime com pena da seis meses a três anos de prisão, além de multa.

Em Gurupi, furtar ou danificar placas de trânsito tem se tornado uma prática frequente. De acordo com a prefeitura mais 240 precisaram ser subistituídas só em 2018, gerando um gasto de R$ 72 mil. Em um cruzamento no setor União a placa de ‘PARE’ foi substituída três vezes só esse ano.

“É uma placa muito importante para esse cruzamento aqui, porque é um dos pontos mais críticos aqui de Gurupi. Ele gera muitos acidentes já com a sinalização e sem a sinalização piora um pouco mais. Ele dificulta a visualização e a interpretação do condutor nesse tipo de trânsito”, explicou o coordenador de trânsito Victor Tadeu.

As placas danificadas, na maioria das vezes, não podem ser reaproveitadas e uma nova precisa ser confeccionada e cada uma custa em média R$ 300.

Além de aumentar o risco de acidentes e gerar custos para a prefeitura, os casos de roubos das placas tem provocado a indgnação dos moradores.

“Por quê roubar? Eu acho que é de mente muito fraca. A pessoa rouba um placa pra quê? Não tem serventia nenhuma pra ele”, disse o funcionário público Edvan Carlos.

A prefeitura alerta que furtar, danificar ou destruir placas de trânsito é considerado crime contra o patrimônio público. Quem for flagrado pode pegar de seis meses a três anos de prisão, além de multa. A população também pode denunciar os casos na Diretoria Municipal de Trânsito pelo telefone (63) 3315-0079.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here