Começou nesta terça-feira o julgamento de Niels Hoegel.

enfermeiro Niels Hoegel é acusado da morte de centenas de pacientes que ficavam sob cuidado dele. O acusado administrava doses excessivas de remédios e tentava, no último momento, ressuscitá-los, para passar a imagem de herói.

Segundo a Sky News, o réu foi questionado em tribunal se as acusações eram corretas. “Sim”, respondeu.
Na sala, estavam diversos familiares de vítimas do enfermeiro.

 

Hoegel executava o crime seguindo geralmente os mesmos procedimentos.  Com uma injeção, administrava uma dose de remédios capaz de causar uma parada cardiorrespiratória. Em seguida, tentava salvar o paciente.

A acusação acredita que o enfermeiro escolhia as vítimas de forma aleatória. Entre as vítimas, estavam pacientes entre os 34 e os 96 anos de idade.

Hoegel, que já cumpriu quase dez anos de cadeia pela morte de outros pacientes, agiu por vaidade e “tédio”, conforme a acusação. Este é o maior caso de homicídio em série na Alemanha do pós-guerra. O réu optou por cobrir o rosto à chegada ao tribunal onde está sendo julgado, em Oldenburg.

Por noticia ao minuto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here