Real Maia informou que acionou a seguradora para indenizar as famílias dos mortos e os passageiros que ficaram feridos. Duas pessoas continuam internadas em Palmas.

A empresa Real Maia informou que acionou a seguradora para indenizar as famílias das sete pessoas que morreram e também os passageiros que ficaram feridos e tiveram que ser levado para hospitais, após um acidente na TO-040. 

Um ônibus capotou em Novo Jardim, próximo a Dianópolis, na madrugada deste domingo (28). Dois feridos continuam internados

Nesta segunda-feira (29), o gerente da empresa Paulo Miguel falou sobre o possível excesso de velocidade que pode ter contribuído para o acidente. “Qualquer informação agora pode ser um pouco precipitada. Tem que aguardar a perícia. O ônibus tem câmera e vamos passar as imagens para as autoridades. Estamos aguardando a chegada do veículo.”

O acidente

O ônibus é da empresa Real Maia e fazia a linha Barreiras (BA)-Palmas. De acordo com a Polícia Militar, o motorista disse que os freios do veículo falharam. Ambulâncias da região fizeram o transporte dos feridos.

Entre as pessoas que morreram está a servidora Dilma Raimundo de Sousa Silva, que trabalhava no Banco do Empreendedor do Tocantins. Em nota, a instituição lamentou a perda. “Tivemos o privilégio de ter grande parte de sua vida compartilhada conosco, nestes cerca de 20 anos de convivência. Anos estes, marcados pela alegria e um sorriso sempre presente.”

Outra vítima é Nayara Gomes Santos, que tinha 33 anos e era professora de matemática da Secretaria Municipal de Educação (Semed) desde 2015. Ela trabalhava na Escola Municipal do Tucunzinho, na zona rural do município. A prefeitura também lamento a morte em nota. “Durante três anos foi uma profissional que se destacava com muita dedicação, profissionalismo e ética à rede municipal de ensino.”

Além delas, as outras pessoas que morreram foram José de Jesus Ribeiro, Francisca Maria Ferreira de Souza, Jecy Cirqueira, Angela Raquel Vanolli Mourão e Caroline Tavares Lustosa.

A empresária Edna Eliane Oliveira foi uma das sobreviventes do acidente de ônibus que matou 7 pessoas e deixou 20 feridas na TO-040, em Novo Jardim, na madrugada desse domingo (28). Em entrevista à TV Anhanguera, ela contou a imagem impactante que viu ao perceber que estava viva. “Eu olho para frente, aquele monte de gente, cadáveres. A única sobrevivente na parte de trás era eu. Aí eu fui saltando sobre as pessoas para poder sair do ônibus, não tive ajuda de ninguém.”

A empresária saiu de Luís Eduardo Magalhães (BA) com destino à Palmas. Ela viajava acompanhada de uma amiga, que estava ao lado dela. Ao perceber que estava viva, Edna chamou pela colega para sair do ônibus e então viu que a mulher havia morrido.

Feridos

Aderice Oliveira Vaz, que foi transportada de helicóptero porque estava em estado grave, passou por cirurgia e o estado de saúde é considerado estável. Racabe Luiz dos Santos Rodrigues está internado, em observação.

Esses pacientes estão entre as sete pessoas feridas que deram entrada no Hospital Regional de Dianópolis e depois foram transferidas para o HGP. Na manhã desta segunda tiveram alta: Eder Mestre Aguiar e Sandra Almeida Freitas. Ainda no domingo deixaram o hospital, Francisco Carlos Vinicius dos Santos, Bruna Tatiane de Jesus Meneses Rosangela Rodrigues Duarte tiveram alta ainda no domingo.

G1 Tocantins

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here