Um deles, registrado perto do setor Santa Fé, provocou a morte de José Almir Linhares, de 51 anos. No outro, a cozinheira Maria Irisneide da Silva, de 32, não resistiu.

Os dois acidentes com mortes registrados em Palmas neste domingo (16) envolveram adolescentes ao volante. Um deles aconteceu perto do Setor Santa Fé, região sul da capital e provocou a morte de José Almir Linhares Galvão, de 51 anos.Dois veículos capotaram.

Um dos carros era conduzido por um adolescente. No outro acidente, a cozinheira Irisneide da Silva Souza, de 32 anos, também não resistiu. Ela teve a moto atingida por um carro. Um menor de 17 anos dirigia o veículo.

O primeiro acidente aconteceu por volta de 8h. Galvão estava indo para a chácara da sogra tomar café da manhã. No veículo também estavam a filha e o genro. A jovem ficou ferida e precisou ser levada para a UPA.

Empresário morreu após acidente com carro conduzido por adolescente — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

“Quando a gente estava na estrada veio um carro em alta velocidade, minha namorada ainda avisou o meu sogro: ‘Pai acho que vai bater’. Na hora que eu olhei para trás, vi o carro perdendo o controle, triscou na traseira da caminhonete que a gente estava. Foi aí que a caminhonete saiu da estrada e capotou por várias vezes”, disse o genro da vítima, Rodrigo do Vale.

Galvão não usava cinto de segurança e foi arremessado do veículo. iria fazer 52 anos no mês que vem. Ele tinha loteamentos no sul da capital e era muito conhecido na região.

O menor, que conduzia o carro de passeio, estava na companhia de outro adolescente, que também se feriu. Os dois foram levados para a UPA. Eles não estavam alcoolizados. Depois de receber atendimento médico, eles foram levados para a Central de Flagrantes. O dono do carro em que eles estavam também foi chamado e deve ser multado por entregar o veículo para o menor.

Segundo acidente

O outro acidente foi registrado na avenida LO-04, entre as quadras Acno11 (103 Norte) e Arno 21 (203 Norte), em Palmas. A cozinheira Maria Irisneide da Silva Souza, de 32 anos, estava em uma motocicleta e havia acabado de sair da Unidade de Pronto Atendimento. Ela foi atingida por um carro ao tentar cruzar uma avenida.

A Polícia Civil informou que o motorista do carro é um adolescente, de 17 anos, que estava acompanhado por dois amigos, também menores de idade. Os três não se feriram. Mais tarde, foram levados pela família para depor na delegacia e liberados depois de serem ouvidos.

Durante o depoimento, o pai do adolescente disse que o filho usou o carro sem autorização e que isso já tinha acontecido outras vezes. Ainda segundo o pai, o jovem não viu a motociclista entrar na avenida. O delegado de plantão informou que a Polícia Militar permitiu que o jovem saísse do local do acidente e não registrou a ocorrência. O trabalho foi feito pelos agentes de trânsito, que alegaram para a Polícia Civil que não fizeram o teste do bafômetro porque estava sem o equipamento.

A mulher era cozinheira em um supermercado de Palmas e deixou três filhos de sete, cinco e dois anos. Apenas o laudo da perícia poderá confirmar quem causou o acidente.

Cozinheira morre após motocicleta ser atingida por carro em cruzamento

“Agora é cuidar dos meus filhos, levantar a cabeça e cuidar dos meus filhos da melhor forma possível”, disse o marido da vítima, José Renan Xavier. 

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here