Segundo o TRE, homem se recusou a mostrar documento para mesário, foi advertido e agrediu profissional. Caso foi registrado em colégio no Jardim Aureny III.

Um eleitor foi levado para a sede da Polícia Federal em Palmas após agredir um mesário na manhã deste domingo (28). O caso aconteceu na Escola Municipal Estêvão de Castro, no Jardim Aureny III, região sul da capital.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, ele compareceu para votar e apresentou o documento somente para a secretária, mas recusou a mostrar para o mesário.

Militares do Exército foram chamados e os dois foram levados para o térreo do colégio.

Nesse momento, teria acontecido uma discussão e o homem rasgou a roupa do mesário. Ele foi contido pelos militares e por pessoas que estavam por perto. Os dois foram levados para a PF, onde foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por suposto crime de desacato. O mesário foi liberado após o caso.

Horas depois, o homem retornou ao colégio e, após apresentar a documentação correta, conseguiu votar.

G1 não conseguiu contato com o delegado da PF para comentar o caso.

G1 Tocantins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here