Além do menino de 8 anos, o irmão de 12 anos e uma jovem de 13 anos também ficaram feridos. De acordo com a PM, as vítimas estavam no lago quando o raio atingiu a água.

Um menino de 8 anos morreu após ter sido atingido por um raio em Filadélfia, no norte do Tocantins. O caso aconteceu na tarde deste domingo (21), por volta das 17h. Além dele, o irmão de 12 anos e uma jovem de 13 anos também foram atingidos.

De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam nadando no lago da barragem quando o raio atingiu a água. Elas foram socorridas por parentes e levadas para uma unidade de saúde da cidade.

O menino de 8 anos morreu na unidade. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os jovens deram entrada no Hospital Regional de Araguaína (HRA) e o estado de saúde deles é estável.

Outras mortes

Esse mês outras duas pessoas morreram por raios. No dia 10, a estudante Cleidiane Lima Rodrigues, de 14 anos, foi atingida enquanto estava na área de casa na zona rural de Araguatins, no norte do Tocantins.

Amigos da família disseram que o raio atingiu a fiação antes de chegar na adolescente, que morreu na hora. Outras duas pessoas ficaram feridas.

No dia 2 de janeiro a dona de casa Maria Edileusa Campos Ferreira, de 52 anos, também morreu ao ser atingida por um raio. O caso foi debaixo de uma árvore na zona rural de Pau D’arco, no norte do Tocantins.

O acidente também deixou a filha dela de 16 anos e duas sobrinhas feridas. A filha contou que eles perceberam o tempo fechando e se preparavam para deixar o local quando o raio caiu na árvore.

Recomendações

O Tocantins tem a maior incidência de raio por quilômetro quadrado. De acordo com o meteorologista José Luiz Cabral, o tipo de nuvens e a posição geográfica do estado influenciam neste resultado.

“Vários fatores contribuem para essa alta densidade sobre o estado do Tocantins. Primeiro a proximidade com a linha do Equador, onde recebemos muita energia e muito sol. Depois a dinâmica da nuvem que produz chuva no estado, com características de tempestade.”

O major Diogenes Madeira, da Defesa Civil, dá algumas orientações para quem quiser evitar acidentes. “Que as pessoas se abriguem em local seguro. Local seguro não é debaixo de árvore, não é embaixo de torres, não é recomendado. Procure um local seguro para estar se abrigando, se puder se abrigar dentro de um veículo também é recomendado”, diz ele.

G1 Tocantins

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here