Adolescentes são apreendidos com 50 pílulas de ecstasy no Tocantins

Substâncias foram encontradas dentro do carro em que eles estavam, em avenida no centro da cidade. Menores foram levados para a delegacia.

Dois adolescentes foram apreendidos pela Polícia Militar (PM) na noite desta quinta-feira (13), em Palmas. Com eles os policiais encontraram 50 pílulas de ecstasy dentro do carro. A flagrante foi na avenida LO-01, no centro da capital.

Segundo a PM, os policiais receberam uma denúncia de que traficantes estariam agindo na região e começaram a fazer buscas. Os policiais reconheceram o carro que os menores utilizavam e pararam o veículo. Quando os militares começaram a conversar com os adolescentes, eles ficaram bastante nervosos. Os policiais desconfiaram e resolveram fazer uma busca no carro. Foi quando encontraram os 50 comprimidos coloridos de ecstasy.

As drogas foram apreendidas e os menores foram levados para a delegacia e depois ao conselho tutelar.

G1/To

Homem é preso suspeito de estuprar e engravidar a própria filha

Segundo a polícia, os estupros começaram no fim de 2015. Na época, a vítima tinha apenas 13 anos.

Um homem foi preso suspeito de estuprar e engravidar a própria filha, em Rosário do Sul, na região central do Rio Grande do Sul. O suspeito, de 52 anos, foi detido nessa quinta-feira (13). Segundo a polícia, os estupros começaram no fim de 2015. Na época, a vítima tinha apenas 13 anos.

“Eles foram em um baile gaúcho, ele bebeu e deu bebida para ela e os dois chegaram alterados. Ela foi dormir na cama dele, como era de costume, só que ele se aproveitou dela. A partir dali, ela era violentada quase todos os dias”, afirmou o delegado Fabio Miguez, em entrevista.

À polícia, a adolescente contou que era ameaçada pelo pai, caso ela quisesse revelar o abuso sexual. Durante a gestação, a menina foi morar com a mãe, em Santa Maria. Ela disse que o filho era de um namorado, também adolescente.

“A mãe teria desconfiado da história e pressionado para saber a verdade dos fatos, quando a filha contou que teria sido abusada pelo próprio pai. Foi solicitado exame de DNA e o resultado foi positivo de que o filho da adolescente seria o próprio pai [da menina]”, disse o delegado.

Em depoimento à polícia, o homem negou ter estuprado e engravidado a filha. “Ele negou os fatos”, observa o delegado.

Noticias ao Minuto

Quatro são mortos em troca de tiros com a polícia em fazenda no Tocantins

Ação foi na zona rural de Rio da Conceição. No local, PM disse que apreendeu armas, coletes balísticos e outros itens usados para a prática de crimes.

 Quatro suspeitos morreram após uma troca de tiros com a Polícia Militar, na zona rural de Rio da Conceição, região sul do Tocantins. Os policiais chegaram ao local após informações de que havia um grupo de homens armados escondidos em uma fazenda. Segundo a PM, no local foram encontrados armas de fogo, coletes balísticos, luvas e roupas camufladas.

Conforme a PM, quando os militares chegaram ao local os homens começaram a atirar. Houve troca de tiros e os suspeitos foram atingidos. Ainda segundo as informações, os baleados foram levados para o Hospital de Referência de Dianópolis para atendimento médico, mas morreram ao dar entrada na unidade.

Foram apreendidas três armas de fogo, sendo duas espingardas com diversas munições e um revólver calibre 32 também com munições do mesmo calibre, além de coletes balístico, gorros capazes de cobrir do rosto até os ombros, luvas e vestimentas camufladas.

A PM disse que os objetos levantam a suspeita de que os homens se preparavam para cometer crimes. Os mortos ainda não foram identificados.

G1/To

Jovem é detido com R$ 500 em notas falsas após fazer pagamentos no comércio

Apreensão foi realizada em Araguatins, no extremo norte do Tocantins. A PM foi acionada por um comerciante que percebeu a nota falsa.

A Polícia Militar deteve um jovem de 22 anos com R$ 500 em notas falsas, na madrugada desta quinta-feira (13), em Araguatins, extremo norte do Tocantins. Ele teria realizado dois pagamentos no comércio local com dinheiro falsificado.

A PM foi acionada por um comerciante que após fazer a entrega domiciliar de um lanche percebeu que a nota de R$ 100, recebida como pagamento, era falsa. No local, o suspeito confessou que já teria realizado a mesma ação em outro comércio da cidade.

Ele foi detido e levado para a Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante pelo crime de moeda falsa.

G1/To

Secretaria de Saúde confirma casos de H1N1 em presídio de Goias

Dois detentos estão com o vírus, mas já estão recebendo o tratamento dentro da unidade. Casa de Prisão Provisória tem dois casos suspeitos.

A secretaria de Saúde de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, confirmou que dois detentos que estão no presídio da cidade estão com o vírus H1N1. Os presos começaram a ter sintomas mais graves durante um surto de gripe dentro do Centro de Inserção Social (CIS) unidade.

Dos cerca de 400 presos, 180 estavam gripados, sendo que quatro estavam com suspeita de H1N1. “Enviamos quatro amostras e duas delas deram positivo para H1N1. Todos esses pacientes foram tratados e o surto de gripe foi controlado”, disse o secretário de Saúde, Watherson Roriz.

A Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) explicou que recebeu apenas dois resultados de exames, sendo que um deu positivo e outro, negativo. O órgão disse que o interno que está com o vírus está isolado e recebendo os cuidados médicos.

Os presos já receberam tratamento dentro do presídio e já apresentaram melhoras, segundo a secretaria, já apresentam melhoras. O órgão explicou que a doença já está sob controle.

Além desses dois casos confirmados, ainda existe a suspeita de outros dois casos de H1N1 na Casa de Prisão Provisória de Luziânia. “Quando fizemos uma vistoria, 43 presos estavam com sintomas de gripe e 27 deles, com suspeita de H1N1. Em dois casos foram colhidas amostras, mas o resultado ainda não chegou”, completou o secretário.

A secretaria explicou que vai imunizar todos os presos contra a gripe durante a campanha nacional de vacinação, que começa na próxima semana.

 G1/Go

Motociclista morre após bater de frente com carro no Tocantins

Testemunhas disseram á polícia que condutor da moto tentava fazer ultrapassagem quando entrou na contramão e se chocou com o carro.

Um motociclista morreu após a motocicleta que ele conduzia bater de frente com um carro, na noite desta terça-feira (12), por volta das 19h50. O acidente aconteceu avenida Tietê, no setor Vila Goiás, em Araguaína, no norte do Tocantins.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas disseram que o carro trafegava pela avenida, quando o condutor da motocicleta, que seguia na via em sentido contrário, tentou realizar uma ultrapassagem, entrou na contramão e se chocou com o automóvel.

Conforme a PM, o condutor da motocicleta, Valdemar Dias da Costa, 46 anos, morreu ainda no local. Após a perícia, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Araguaína. O motorista do carro permaneceu no local e em seguida foi levado para Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido e liberado.

 G1/To

PT avalia que ex-presidente Lula pode ser preso em breve

As delações envolvendo o nome de Lula surgem como uma ‘balde de água fria’ na imagem do petista.

As delações dos executivos da empreiteira Odebrecht trouxeram dezenas de revelações sobre como funcionava o esquema de corrupção no governo. A empresa detalhou sobre uma poupança milionária para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo a coluna Radar Online, da revista Veja, a revelação deixou o Partido dos Trabalhadores com a sensação de que, sem foro privilegiado e no alvo de Sergio Moro, a prisão de ex-presidente pode estar mais próxima do que nunca.

A divulgação dos vídeos envolvendo o nome de Lula surge como uma ‘balde de água fria’ na imagem do petista, refere a publicação.

Na terça-feira (11), o ex-presidente afirmou que não teme ser preso e que está à espera de provas que confirmem que ele cometeu algum crime. “Eu estou há três anos esperando e duvido que tenha um empresário nesse país que possa dizer em alto e bom som que algum dia o ex-presidente Lula pediu dinheiro para ele”, disse Lula.

Noticias ao Minuto

Homens encapuzados explodem caixas eletrônicos, mas não acham dinheiro

Cinco homens são suspeitos do crime. Dois equipamentos da agência do Banco do Brasil foram danificados em Brejinho de Nazaré.

Uma explosão na agência do Banco do Brasil em Brejinho de Nazaré, região central do Tocantins, deixou os moradores assustados na madrugada desta quinta-feira (13). Segundo a Polícia Militar, cinco homens encapuzados invadiram o local e provocaram três explosões. Dois equipamentos foram detonados, mas nenhum deles tinha dinheiro.

O crime aconteceu por volta das 2h30 desta madrugada. A polícia disse que não houve tiroteio e nem reféns. Após a explosão, os homens perceberam que os caixas estavam vazios e fugiram logo em seguida.

Os suspeitos do crime estão sendo procurados pela polícia. Até a publicação desta reportagem, ninguém tinha sido preso.

G1/TO

Contrato entre prefeitura e empresa de estacionamento rotativo é suspenso pelo TCE

Com a decisão, cobrança das taxas no estacionamento também ficam suspensas. Empresa diz que cumprirá a decisão do conselheiro.

O contrato entre a Prefeitura de Palmas e a empresa Blue, que administra o estacionamento rotativo, foi suspenso pelo Tribunal de Contas do Tocantins (TCE). A decisão foi tomada pelo conselheiro José Costrandade de Aguiar a pedido do Ministério Público de Contas. Com a determinação, a cobrança do estacionamento também fica suspensa, a partir da publicação da decisão no Boletim do TCE, que ocorreu nesta quarta-feira (12).

Em nota, a empresa BLUE informou que cumprirá desde já a decisão do conselheiro do TCE do Tocantins, enquanto o departamento jurídico da empresa estuda quais medidas serão adotadas para restabelecer as operações do estacionamento rotativo de Palmas.

O contrato foi firmado em agosto de 2014, com prazo estimado de 10 anos, num valor de quase R$ 95 milhões.

Conforme o TCE, a medida foi tomada depois que uma equipe do órgão verificou que os serviços prestados não estão atendendo totalmente as condições estabelecidas no edital do contrato. “O contrato não está sendo executado nos prazos, quantidades e quesitos de qualidade nele definidos. Essa violação contratual indica o descompromisso da contratada em cumprir com o contrato, a priorizar seu interesse lucrativo em detrimento do superior interesse público”, argumentou o conselheiro.

Ele explicou ainda que a continuidade da execução dos serviços expõe o erário ao risco e causa prejuízo ao direito dos licitantes.

Clínica de reabilitação é fechada pela PF por suspeita de maus-tratos

Dona do estabelecimento e funcionários foram levados para prestar depoimento na sede da Polícia Federal em Araguaína, norte do Tocantins. Internos afirmaram ter sofrido agressões dentro do local.

A Polícia Federal interditou uma clínica de reabilitação em Araguaína, norte do Tocantins, nesta segunda-feira (10). A operação aconteceu depois que a polícia recebeu uma denúncia anônima de que o local não tinha o alvará de funcionamento. Além disso, internos estariam sofrendo maus-tratos e sendo mantidos em cárcere privado.

A clínica fica no setor Nova Araguaína. A dona do estabelecimento e quatro funcionários, além dos internos, foram levados para depor na sede da Polícia Federal. Um micro-ônibus da Polícia Militar foi usado para o transporte. Os depoimentos duraram toda a tarde e início da noite.

A irmã de um dos internos disse à reportagem que não podia ficar sozinha com o parente durante as visitas. Ela contou que pagava R$ 1 mil por mês para que o irmão se recuperasse do vício das drogas, mas ao invés disso ele teria começado a sofrer maus-tratos.

“Questionei essa história de a gente não poder ficar com ele só. Ela disse [a dona] que não e eu me calei. Mas não senti segurança”, disse a dona de casa Rosa Souza.

A denúncia foi confirmada por internos que pediram para não ser identificados. “Bateram na cara, amarrava nas camas [sic]”, disse um jovem. “Já apanhei demais. Uns seguravam aqui atrás e três batiam na frente, em cima do estômago e no rosto”, contou outro interno.

A reportagem não conseguiu contato com os donos da clínica, pois eles estavam sendo ouvidos pela Polícia Federal. O G1 não conseguiu falar com o delegado, que estava ouvindo os envolvidos até a publicação desta reportagem.

G1/To