Febre amarela matou 164 pessoas no Brasil em 8 meses

O ministério da Saúde confirmou 545 casos e 164 óbitos por febre amarela no período de 1 julho de 2017 a 20 de fevereiro deste ano.

O ministério da Saúde atualizou nesta quarta-feira as informações sobre a situação da febre amarela no país.

No período de monitoramento, de 1 de julho de 2017 a 20 de fevereiro de 2018, foram confirmados 545 casos de febre amarela no país, sendo que 164 vieram a óbito.

No mesmo período do ano passado, foram confirmados 557 casos e 178 óbitos.

No total, foram notificados 1773 casos suspeitos, 685 destes foram descartados e 422 permanecem em investigação. Os informes de febre amarela seguem, desde o ano passado, a sazonalidade da doença, que acontece, em sua maioria, no verão.

Dessa forma, o período para a análise considera de 1 de julho a 30 de junho de cada ano, informou o órgão.

O ministério da Saúde reforçou a importância da vacinação nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo durante a campanha contra febre amarela.

Dados preliminares desses estados apontam que, até esta segunda-feira, 5,1 milhões de pessoas foram vacinadas. O número corresponde a 25,2% do público-alvo previsto no Sudeste.

A recomendação é que os estados continuem vacinando até atingir alta cobertura. Com informações do Sputnik.

Noticias ao Minuto

Fux: TSE vai avaliar se político ficha suja pode concorrer com liminar

“Vou avaliar com os colegas de tribunal se essa praxe das liminares vai ser entendida sob esse ângulo também”, disse o ministro.

Ao tomar posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux disse que não existia possibilidade de políticos “ficha suja” (condenados em segunda instância) assumirem cargos mesmo que eleitos.

Agora, ele abrandou um pouco o discurso. Nesta quinta-feira (8), ele afirmou que a Corte pode reavaliar a possibilidade desses políticos disputarem as eleições ao estarem amparados por decisões liminares (provisórias).

De acordo com reportagem, a Lei da Ficha Limpa, ao ser condenado em segunda instância, um político se tornaria inelegível – sem poder disputar eleições – pelo período de oito anos. No entanto, ao obter um resultado favorável em uma terceira instância, no Superior Tribunal de Justiça, pode “em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal e desde que a providência tenha sido expressamente requerida”. 

Dessa forma, mesmo que sejam considerado ‘ficha suja’, um político consegue registrar a candidatura e, assim, disputar as eleições. 

“Vou avaliar com os colegas de tribunal se essa praxe das liminares vai ser entendida sob esse ângulo também. Se as liminares são de segunda instância ou são liminares que não têm mais o condão de suspender a inelegibilidade”, disse Fux, em conversa com jornalistas.  

É com base nessa regra que vários políticos fichas sujas já conseguiram registrar a candidatura e concorrer nas eleições.

O tema voltou a pauta do dia por conta da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT para a Presidência da República. Lula foi condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), no dia 24 de janeiro, por corrupção e lavagem de dinheiro. 

Noticias ao Minuto

Abrem hoje as inscrições para o Encceja, exame que substitui o Enem

As inscrições serão abertas a partir das 10h desta segunda-feira (7).

Os interessados em obter certificação dos estudos por meio do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017 podem fazer a inscrição para a prova a partir da próxima segunda-feira (7), a partir das 10h, por meio do portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (Inep). As inscrições são gratuitas e vão até o dia 18 de agosto.

O Encceja é destinado a jovens e adultos residentes no Brasil ou no exterior que não tiveram oportunidade de se formar na idade ideal. Os candidatos podem obter os diplomas do ensino fundamental ou médio por meio da prova, basta fazer a opção pelo nível de ensino que deseja obter no momento da inscrição.

Para pleitear a certificação do ensino fundamental o candidato precisa ter, no mínimo, 15 anos completos na data de aplicação do exame. No caso da certificação do ensino médio é preciso ter, no mínimo, 18 anos completos.

A prova será realizada no dia 22 de outubro, e não mais em 8 de outubro, como anunciado anteriormente.

No portal do Encceja é possível se informar sobre as competências que serão cobradas na prova e baixar materiais para estudo. Com informações da Agência Brasil.  

Noticias ao Minuto

Pai e mãe são presos suspeitos de maus-tratos e estuprar filhas

O pai das garotas teria perdido a guarda delas, segundo a Polícia Militar.

Após ameaças de um casal ao Conselho Tutelar, um homem e uma mulher foram presos, nessa terça-feira (2), em Rondonópolis, a 218 quilômetros de Cuiabá, suspeitos de maus-tratos e estuprar as duas filhas, de 2 e 3 anos. O pai das garotas teria perdido a guarda delas, segundo a Polícia Militar.

De acordo com informações do G1, depois de as crianças serem atendidas em um posto médico, profissionais afirmaram que a de 3 anos sofreu estupro. Já na outra menina, sinais de abuso sexual. As duas vão passar por exames no Instituto Médico Legal (IML).

O pai e a mãe das crianças foram levados para a 1ª Delegacia da Polícia Civil de Rondonópolis, que vai abrir uma investigação sobre o caso. Elas estão sob os cuidados de um abrigo para crianças na cidade.

Noticias ao Minuto

 

Três morrem e outros dois ficam feridos em acidente de carro

Os dois veículos, após a colisão, caíram em uma ribanceira, de acordo informações preliminares do Samu.

Um acidente envolvendo dois carros deixou três pessoas mortas e outras duas feridas, na manhã desta terça-feira (1º), na BR-251, em Salinas (MG). Os veículos, após a colisão, caíram em uma ribanceira, de acordo informações preliminares do Samu. Um corpo carbonizado foi encontrado em um dos automóveis.

No outro, relatou o G1, um homem e uma mulher ficaram presos às ferragens. No carro que não pegou fogo, uma vítima foi levada para o hospital em estado grave. Uma criança também teria sido encaminhada a uma unidade de saúde.

As idades das vítimas e as causas do acidente ainda não foram divulgadas. Também não há informações se a pista foi interditada.

Noticias ao Minuto

Caminhoneiros bloqueiam rodovias em protesto nesta terça

Ato é contra o aumento do preço do combustível, corte de verbas para a polícia rodoviária e a corrupção.

Os caminhoneiros bloqueiam rodovias em ao menos três Estados na manhã desta terça-feira (1º) em protesto contra o aumento do preço do combustível, corte de verbas para a polícia rodoviária e a corrupção.

Os manifestantes disseram que permitem a passagem de carros de passeio, cargas vivas, ambulâncias, ônibus e caminhões com oxigênio.

Segundo a categoria, a intenção é chamar a atenção dos governantes para os problemas que os caminhoneiros enfrentam como a falta de segurança nas estradas e alta do combustível.

Por volta das 7h,os motoristas bloqueavam uma pista do viaduto da Alemoa, próximo do porto de Santos, no litoral de São Paulo. Segundo a Ecovias, o protesto reflete no trânsito da rodovia Anchieta.

Em Minas Gerais, os caminhoneiros bloqueiam desde às 2h a a rodovia BR-381, no km 361, em João Monlevade (129 km). Já no Espírito Santo, o bloqueio ocorre no km 11 da rodovia BR-262, em Viana.

Com informações da Folhapress e Noticias ao Minuto.

Últimos dias para saque das contas inativas do FGTS

Prazo encerra na próxima segunda-feira, 31 de julho. Período não será prorrogado.

O prazo para todos os trabalhadores com direito ao saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pela Lei 13.446 encerra no dia 31 de julho, próxima segunda-feira. Tem direito ao saque o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. A vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da CAIXA, Deusdina dos Reis Pereira, garante que não haverá prorrogação. Após essa data, o trabalhador deverá se enquadrar na legislação que rege o FGTS (Lei 8.036/1990).

Os valores não retirados dentro deste prazo permanecerão nas contas do Fundo e só poderão ser resgatados nos casos previstos na legislação, como aquisição da casa própria, aposentadoria, permanência de pelo menos três anos fora do regime do FGTS, dentre outros. Também tem direito ao saque o trabalhador que for demitido sem justa causa ou ficar desempregado (sem carteira assinada) por três anos consecutivos.

Balanço atualizado

A CAIXA já pagou, de 10 de março a 19 de julho, R$ 42,8 bilhões, 98,33% do total inicialmente disponível para saque (R$ R$ 43,6 bilhões) para os trabalhadores beneficiados pela Lei 13.446/2017, que autorizou o saque de contas inativas do FGTS de contratos de trabalho encerrados até 31 de dezembro de 2015. 

O número de trabalhadores que sacaram os recursos chegou a 25,3 milhões, ou seja, 83,73% das 30,2 milhões de pessoas inicialmente beneficiadas pela medida. “Após pagarmos mais de 25 milhões de trabalhadores, chegamos ao final do calendário de pagamentos das contas inativas com a certeza do dever cumprido”, avalia a vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da CAIXA, Deusdina dos Reis Pereira.  

De acordo com a Lei 13.446, o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015 pode sacar o saldo da conta vinculada, estando ou não fora do regime do FGTS, respeitado o calendário publicado pela CAIXA. Antes da lei, o trabalhador somente poderia sacar caso permanecesse três anos fora do Regime do FGTS, em caso de aposentadoria, utilização para moradia, dentre outros.

Canais de pagamento

Valores até R$ 1,5 mil podem ser sacados no autoatendimento somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes CAIXA. Acima de R$ 3 mil, caso não tenham recebido em crédito automático na conta CAIXA, o trabalhador deve se dirigir a uma agência da CAIXA para realizar o saque. 

Notiicas ao Minuto

Entregador de gás é suspeito de estuprar menina de 4 anos

“A criança relatou para a avó e para a tia que o homem teria tirado a calcinha e depois se esfregado nela”, disse o delegado João Maciel Claro.

Agentes da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte) prenderam um entregador de gás acusado de estuprar uma menina de 4 anos, no Distrito Federal.

De acordo com os agentes, João José Costa, 36 anos, teria pedido para usar o banheiro da casa da família e acabou violentando a menina.

“A criança relatou para a avó e para a tia que o homem teria tirado a calcinha e depois se esfregado nela”, disse o delegado João Maciel Claro. Os exames mostraram que não houve penetração.

Em depoimento, a família da menina disse que não pediu gás ao entregador, mas que o suspeito se apresentou e pediu para usar o banheiro.

A polícia informou que João José Costa já tinha passagem por estupro de vulnerável no ano de 2006. Ele estava em liberdade provisória há cerca de um ano. À época do crime, teria abusado de outra menina também de quatro anos.

No celular do suspeito, segundo informações do Metrópoles, os agentes encontraram vídeos e fotografias com cenas de sexo explícito de crianças e adolescentes.

O homem foi autuado por estupro de vulnerável e armazenamento de vídeo ou fotografia de menores de idade. Somadas, as penas podem chegar até 20 anos de prisão em regime fechado.

Noticias ao Minuto

‘Pedi ajuda, mas só tiravam foto’, diz sobrevivente de acidente

A colisão, que matou 23 e deixou mais de 20 feridos, envolveu um ônibus, uma carreta, uma mini-van e uma ambulância, nessa quinta-feira (22),na BR-101, em Guarapari.

Uma das sobreviventes do acidente que matou 23 pessoas e deixou mais de 20 feridas no Espírito Santo desabafou sobre a falta de socorro de moradores e populares momentos depois da tragédia. “Corri pedindo ajuda, mas muitas pessoas eu via só filmando, tirando fotos e não ajudavam”, lamentou Fabiana Silva, 31 anos. A colisão envolveu um ônibus, uma carreta, uma mini-van e uma ambulância, nessa quinta-feira (22),na BR-101, em Guarapari.

O marido de Fabiana, o gesseiro Fernando de Spuza Dias, 36, estava no acidente, mas não resistiu. Ele estava encostado no ombro dela. “Foi na hora que eu ouvi o barulho do freio, a explosão e o fogo vindo. Quando eu vi o fogo, olhei para o lado e vi que ele não estava. Vi os corpos e algumas pessoas saindo queimadas. Como o fogo estava se alastrando, comecei a correr desesperada, pulei no barranco e comecei a gritar”, recordou, em entrevista.

Ela ainda comentou sobre os momentos de angústia por não ter condições de ajudar o marido. “Ele gritava por socorro, foi arremessado para perto de uma árvore, onde estava parte do ônibus pegando fogo. Não tinha como eu passar. Eu falava: ‘Fernando’, e ele respondia: ‘Me tira daqui, eu quebrei uma perna e um braço. Preciso criar meus filhos’. E eu não consegui tirá-lo de lá. Corri pedindo ajuda, mas muitas pessoas eu via só filmando, tirando fotos e não ajudavam”

O casal estava casado há três anos. O motivo da viagem para o Espírito Santo era o enterro da avó de Fernando. Ele chegou a comentar que preferia ir com outro meio de transporte, mas, por ser uma emergência, não teve escolha. “Eu não queria, senti um gelo no meu coração. Eu pressenti”, falou a mulher.

Noticias ao Minuto

Após fugir com bebê de 10 meses, adolescente devolve criança à família

A família ficou 24 horas longe do bebê.

Uma adolescente de 15 anos desapareceu com a bebê de 10 meses Beatriz Rodrigues do Nascimento na tarde de quarta-feira (21), no bairro 6 de Agosto, em Rio Branco, no Acre.

Após 24 horas, a jovem entregou a criança para a mãe, a professora Michele Rodrigues, de 25 anos.

Segundo o G1, a adolescente que fugiu com o bebê é vizinha da família e desapareceu após dizer que ia passear com a criança.

A pequena Bia, como é chamada pela família, foi encontrada em um posto de gasolina na Vila Acre, Segundo Distrito de Rio Branco. A mãe da criança contou que a adolescente deixou o bebê com uma mulher que entregou aos pais.

“A menina eu nem cheguei a ver. Ela deixou a criança com outra pessoa para me entregar e sumiu. A pessoa que ficou com a criança não soube dizer nada, ela estava em um posto de gasolina e só me entregou o bebê. Tentei segurar ela até a polícia chegar, mas não consegui”, relata a mãe.

A família agora pretende submeter a menina a corpo de delito e vai seguir com a denúncia contra a jovem.

Noticias ao Minuto