Tempestade solar pode deixar a Terra na escuridão total

Fenômeno não pode ser previsto pelos meteorologistas, que só saberiam o que está por vir cerca de 15 minutos antes.

Uma tempestade solar pode causar escuridão total em nosso planeta, ocasionando o corte do fornecimento de eletricidade em todo o mundo. O fenômeno não pode ser previsto pelos meteorologistas, que só saberiam o que está por vir cerca de 15 minutos antes.

A meteorologista britânica Catherine Burnett informou ao jornal “The Daily Mirror” que as ejeções de massa coronal (EMC) do Sol podem viajar em qualquer direção e, caso tomem o rumo da Terra, poderiam envolver o nosso planeta completamente.

“Uma ejeção de massa coronal significativa demora 19 horas para chegar à Terra“, diz a especialista, acrescentando que “assim que víssemos uma ejeção a abandonar a estrela, saberíamos dela apenas 15 minutos antes da chegada ao nosso planeta, bem como os dados restantes sobre a direção magnética ou o seu impacto”.

Como explica a publicação, as tempestades espaciais podem ser inofensivas e, muitas vezes, são vistas da Terra na forma de uma aurora boreal. Contudo, se for de grande magnitude, poderia desligar todos os sistemas de energia e navegação.

Um grupo de investigadores da Universidade de Harvard divulgou em agosto deste ano um cálculo de quanto tempo resta na Terra até que uma erupção solar acabe com a humanidade: 750 anos. Espera-se que até lá os cientistas encontrem uma forma de proteger o nosso planeta.

Noticias ao Minuto

Show de Henrique e Juliano é cancelado e termina em confusão

Henrique & Juliano cancelam show em Itaboraí, e parte do público depreda clube.

A ausência de Henrique & Juliano numa apresentação marcada para o último domingo (12) em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, causou revolta em parte do público. O clube Vera Gol Esporte e Lazer, no Outeiro das Pedras, foi depredado e saqueado por fãs revoltados com a falta da dupla. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra vidros quebrados e objetos sendo furtados:

“População depredando e causando muita confusão”, relatou um dos presentes, que filmava o local. O vídeo circula nas redes sociais.

Nas redes sociais da dupla, até a manhã desta segunda-feira, ainda havia o vídeo divulgando o evento com o link para os fãs comprarem os ingressos. A assessoria de imprensa de Henrique & Juliano se pronunciou sobre o ocorrido:

“O show de Henrique e Juliano que aconteceria ontem, 12, em Itaboraí/RJ foi cancelado. O cancelamento se deveu ao não cumprimento do contrato firmado entre as partes. O contratante deixou de cumprir a integralidade das obrigações contratuais para a realização do evento, o que impossibilitou a execução do show. A divulgação sobre problemas no voo não procede. Henrique e Juliano estavam preparados e aptos a chegarem no horário estipulado. A equipe da dupla estava no local e tentou por diversas vezes contato com os contratantes para a solução das inadimplências contratuais, sem êxito nas tentativas. Henrique e Juliano lamentam o ocorrido, principalmente, por saberem do carinho de seus fãs no Rio de Janeiro e, esperam em breve poder reencontrá-los”.

Não conseguimos contato com a dupla.

Fonte: extra.globo

Prefeito de Palmeirópolis Fabio Vaz, representou o presidente da ATM na reunião que discutiram o sistema no transporte Escolar Rural

Programa desenvolvido pela universidade permite às prefeituras determinarem rotas menos onerosas para o transporte de alunos da Zona Rural.

Nesta segunda feira (6), Prefeitos, secretários e diretores de Transporte dos Municípios tocantinenses tiveram a oportunidade de conhecerem o sistema de informação geográfica denominado Transcolar Rural, que permite às prefeituras determinarem rotas menos onerosas para o transporte de alunos da Zona Rural.

O programa foi apresentado pelos professores da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), PHD Nilson Tadeu Ramos Nunes, coordenador geral do projeto, e doutor Marcelo Franco Porto, coordenador técnico. Ambos foram convidados pela Associação Tocantinense de Municípios (ATM).

A reunião de trabalho sobre o Transcolar Rural foi aberta com a palavra do prefeito de Palmeirópolis, Fábio Vaz, que representou o presidente da ATM e prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano.

“O encontro permitiu discutirmos os principais problemas enfrentados pela gestão na execução do Transporte Escolar. Vai ser definido novas rotas, novos trajetos buscando economia de tempo e financeira, o aluno vai ficar menos tempo nas estradas e também. O novo programa vai emitir um relatório de custos, todas as rotas feitas no GPS, uma ferramenta de controle que veio para agregar. Além de buscarmos soluções para reduzirmos os custos operacionais do programa, precisamos discutir o quantitativo e os atrasos de repasses mensais, as exigências cobradas no processo de vistoria, entre outros pontos. Eu estar representando, conduzindo todo encontro, ou seja, mediando à ATM neste momento tão significativo para todos os municípios foi uma honra”, disse Fábio Vaz confiante.

Prefeito da cidade de Palmeirópolis, Fabio pereira Vaz.

O secretário de educação de Palmeirópolis professor Bartolomeu Moura Junior, que é presidente da (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), no Tocantins, representando a região norte do Brasil, juntamente com a Undime e Associação Tocantinenses de Municípios (ATM), foram até o Espirito Santo conheceram o programa e trouxeram para o Tocantins. Mais uma grande conquista.

Secretário de educação de Palmeirópolis professor Bartolomeu Moura Junior, presidente da Undime no Tocantins.

Além dos gestores, participaram membros do Ministério Público Estadual e secretarias de Estado da Educação e Fazenda.

Sistema

Em sua explicação, o professor e doutor Marcelo Franco Porto, afirmou que a ferramenta permite cruzar dados relacionados ao aluno, a unidade escolar e malha viária. “O sistema reúne mapas das estradas existentes, seja por imagens aéreas ou trabalhos de campo, e o cadastro de alunos e escolas fornecidos pelas secretarias de educação. As informações são cruzadas e o sistema gera rotas mais eficientes e baratas”, disse.

Em outro momento, o PHD Nilson Tadeu Ramos Nunes destacou a falta de parâmetros para avaliação de eficiência e custos. “Alguns estados usam como critério para definição dos valores a densidade demográfica do município. Mas numa cidade com área muito extensa e poucos habitantes, o repasse acaba sendo insuficiente para rotas longas”.

Rio Sono

Prefeito do quinto maior município em termos de extensão territorial, o chefe do executivo de Rio Sono, Joãozinei Rocha, disse que no município há 18 rotas do transporte escolar e comenta dificuldades na gestão do programa. Rocha revela que umas das rotas do seu Município, a que liga ao Povoado Novo Horizonte, possui 256 quilômetros de extensão. 

“Tivemos que terceirizar 14 rotas, pois não temos ônibus suficiente para todos os trajetos. A situação se agrava ainda diante dos atrasos e da falta de repasses cometidos pelos governos Estadual e Federal, pois prejudica a manutenção da frota e a aquisição de combustível. Contudo, o Transcolar Rural é algo positivo, pois trará economia e informações importantes a serem utilizadas em outras áreas, como agricultura familiar e infraestrutura rural”, disse.

 Transcolar Rural

O Sistema Transcolar Rural – desenvolvido sob coordenação do Departamento de Transportes e Geotecnia (ETG) da Escola de Engenharia – permite otimizar rotas e reduzir custos do transporte escolar rural. A aplicação do sistema começou pelos municípios mineiros, mas o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) interrompeu repasses, e o governo do Espírito Santo financiou a conclusão do projeto. O Transcolar Rural funciona hoje em 76 dos 78 municípios capixabas. Em Minas, as cidades de Bom Despacho, Pará de Minas e Esmeraldas garantiram adesão, e há estudos adiantados para outros 147 municípios.

Após o encontro, prefeitos, professores da UFMG e servidores municipais apresentaram a ferramenta aos dirigentes da Secretaria de Estado da Educação para que a pasta possa implantar o sistema no Tocantins e redesenhar as rotas nos Municípios.

Associação Tocantinense de Municípios – ATM/Rozineide Gonçalves

 

 

 

Alunos do CEM de Gurupi conseguem 2º colocação em Competição de Foguetes no Rio de Janeiro

Os discentes puderam apresentar o experimento deles para alunos de todo país conhecendo outros trabalhos apresentados.

O Centro de Ensino Médio de Gurupi se inscreveu na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e Mostra Brasileira de Foguetes, a primeira etapa foi realizada em Gurupi no mês de maio com a prova teórica e prova prática sendo que conseguiram 1 medalha de prata na OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia) e conseguindo a classificação para a seletiva internacional e 5 medalhas de prata na MOBFOG (Mostra Brasileira de Foguetes), sendo convidados para disputar troféu na Mostra Brasileira de Foguetes na cidade de Barra do Piraí no estado do Rio de Janeiro.

Aos alunos José Victor de Luna Silva, Max Luan Silva Sena e Vinicius Nunes dos Santos acompanhados pela professora Elyka Fernanda Pereira de Melo, tiveram a oportunidade de participar de diversas Palestras como a do Astronauta Brasileiro Marcos Pontes, onde puderam aprender mais sobre astronomia e a experiência no espaço. Segurança no Lançamento com o Ten. Bombeiro Fábio Stogmuller e sobre o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno que foi ministrada pelo Capitão Hélio.

Os discentes puderam apresentar o experimento deles para alunos de todo país conhecendo outros trabalhos apresentados.

Segundo a professora Elyka, “esse momento foi de grande aprendizagem para eles visto que, eles aproveitaram muito essa oportunidade, e puderam conhecer vários palestrantes de nível internacional”.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer alguns lugares na cidade do Rio de Janeiro como: Cristo Redentor, Museu do Forte de Copacabana, Museu Nacional, Museu do Exército e o mar entre outros pontos turísticos.

O aluno Vinicius está muito feliz em ter participado da competição, “essa jornada foi a primeira vez que participei, aproveitei cada minuto de tudo, aprendi muito nas palestras, pude trocar experiências com pessoas de outros estados”.

José Victor aproveitou cada minuto em que esteve participando das competições e ressaltou quem, “Valeu a pena ter vindo, tive novas experiências, novos aprendizados foi uma oportunidade nobre por que com as palestras consegui adquirir novos conhecimentos. Deixo um recado para meus colegas da escola, quando a professora lançar o projeto, estudem o máximo para ter a mesma oportunidade que estamos tendo”.

Max Luan explicou que sua experiência foi incrível e que tinha vontade de Conhecer o Astronauta Brasileiro, Marcos Pontes, “não foi fácil estar aqui mas todo esforço vale a pena, por que nosso aprendizado e conhecimento aumentou estamos muito felizes”.

O Presidente da OBA e MOBFOG,- Prof. Dr. João Batista Garcia Canalle  deixou um recado para a SEDUC “Estou aqui para parabenizar todos os alunos, professores e administradores do CEM de Gurupi, agradeço todo apoio e incentivo que a SEDUC tem dado para esses alunos estivesse aqui representando o Estado do Tocantins, espero que continuem incentivando seus alunos a participarem da mostra brasileira de foguetes, espero encontrar seus alunos em 2018 aqui no Rio e Janeiro”, finalizou.

Apresentação do fonguete

Leila Novais/Assessora de Comunicação da DRE – Regional Gurupi

Colégio Militar abre inscrições para 690 vagas em três cidades do Tocantins

Inscrições seguem até o dia 30 de novembro. São oferecidas vagas para alunos do 6º ano do ensino fundamental e 1ª série do ensino médio.

As inscrições para o processo seletivo do Colégio da Polícia Militar já estão abertas. São oferecidas 690 vagas para as unidades de Palmas, Araguaína e Arraias. As inscrições devem ser feitas neste site até o dia 30 de novembro.

São 120 vagas para o 6º ano do ensino fundamental na unidade em Palmas e 240 vagas para a 1ª série do ensino médio também na capital. Em Araguaína, são ofertadas 260 vagas para a 1ª série do ensino médio e em Arraias, são 70 vagas para alunos que vão fazer o 6º ano do ensino fundamental.

As provas serão aplicadas no dia 10 de dezembro, com duração de quatro horas, em dois turnos: a partir das 8h para o 6º ano do ensino fundamental e às 14h para a 1ª série do ensino médio. Os estudantes deverão fazer as provas na cidade onde escolheram estudar.

As avaliações serão compostas de 40 questões de múltipla escolha, sendo 20 questões de língua portuguesa e 20 questões de matemática. 

G1/Tocantins

O evento “Vai ter Capoeira Nagô” aconteceu neste final de semana em Palmeirópolis e foi um sucesso

A capoeira é feita ao som de música, que segue um ritmo semelhante ao do movimento corporal.

No último final de semana Palmeirópolis foi palco do I Encontro de “Vai ter Capoeira Nagô”, onde reuniu mestres capoeiristas de diversas regiões do Tocantins e de outros estados, onde reuniu mais de 50 capoeiristas de várias localidades, além de familiares de aluno.

O evento foi aberto ao público e realizado entre nos dias (27 e 28), na escola Carolina Maciel Barbosa e também no Centro de Convivência do Idoso. A prefeitura de Palmeirópolis cedeu o local para a equipe fazer o evento. 

De acordo com os organizadores, o convite foi estendido em nível nacional pelas redes sociais. Esta foi a 1ª edição do Encontro, a primeira, de maior porte, como explicou o graduado Valdeçon Nascimento (Baiano), um dos responsáveis pela organização do evento. “Este encontro, que visou, além de qualificar atletas, promover o esporte no município e região”, explicou. 

Segundo o graduado Baiano que foi o anfitrião do evento, o I Encontro de Capoeira Nagô em Palmeirópolis, teve ainda o objetivo de zelar pelo cultura de um povo.

Professor Jacarandá Nagô e graduado Baiano.

”Professor Jacarandá ressaltou que há quase dois anos é realizado o trabalho de capoeira em Palmeirópolis e precisava de um evento a altura para apresentar a comunidade, “nossa cultura é nosso maior patrimônio, o objetivo principal deste evento foi mostrar a comunidade a nossa cultura, inclusão social e incentivar a prática do esporte. Agregar os valores culturais que a capoeira traz junto à sociedade”, finalizou.

Os capoeiristas aproveitaram a ocasião para discutir novos rumos da capoeira no Tocantins e formas de aperfeiçoamento das técnicas da prática cultural.

O encerramento do encontro ficou por conta do batizado de capoeira, onde vinte (20) alunos receberam a primeira corda.

Participaram mais de quinze (15) convidados capoeiristas e aproximadamente mais de (15) convidados especiais como mestres, contramestres, professores, formados, graduados e instrutores. Com a presença de mestres pioneiros do Estado, entre eles, mestre Gamela e Contramestre Penugem (Grupo Raízes) e do Contramestre Chorão (Grupo Candeias), além da presença de grandes profissionais da capoeira de nove (9) cidades do Tocantins e do Brasil. 

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que combina artes marciais, música, acrobacias e dança na realização golpes e movimentos rápidos, complexos e únicos, que requer uma grande quantidade de força e flexibilidade corporal.

Esteve presente também no evento a professora e pesquisadora Noeci Carvalho Messias, da Universidade Federal do Tocantins que está realizando uma pesquisa do mapeamento da capoeira no Tocantins, com o objetivo de documentar, proteger e promover novas ações de incentivo a este importante patrimônio cultural brasileiro. A pesquisa está sendo realizada em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Tocantins (Iphan-TO).

A realização e organização foi do graduado Baiano que ministra aulas há mais de um ano em São Salvador e Palmeirópolis. Na coordenação professor Jacarandá de Palmas. Supervisão contramestre Assis.

Da redação

 

Campeão do UFC é acusado de estrangular funcionário de academia

O inglês Michael Bisping teria se irritado com o jovem que guardou um peso que ele estaria usando.

Segundo o site norte-americano “TMZ”, o lutador Michael Bisping, campeão dos pesos-médios do UFC, está respondendo a um processo judicial na Corte Superior da Califórnia por suposta agressão. O atleta britânico teria estrangulado o jovem Antonio Georgakopoulos, de 19 anos, que trabalha na academia “24-Hour Fitness”. O caso teria acontecido no último dia 31 de julho.

O funcionário teria guardado um peso que Bisping estava usando. O lutador não gostou e partiu para a agressão. De acordo com o processo, o campeão do Ultimate teria xingado Antonio de “idiota” e “babaquinha”, além de ter esticado o braço direito do rapaz e o esganado por cerca de três segundos. A polícia chegou a ser acionada, mas não prendeu ninguém.
Noticias ao Minuto

Comissão irá julgar expulsão de Neymar nesta quinta

Jogador recebeu vermelho no empate do PSG contra o Marselha.

Expulso no último jogo do PSG, Neymar terá seu caso avaliado pela Comissão Disciplinar da Liga Francesa nesta tarde, informa o L’Équipe. O adversário do clube de Paris na partida, o Olympique Marselha, também será julgado. A torcida do time do sul da França lançou diversos objetos em campo durante o jogo, que terminou empatado em 2 a 2.

Neymar, automaticamente, fica suspenso um jogo, se a comissão entender, pode ampliar a puinição. Ele foi expulso após ir pra cima de um adversário após uma entrada dura recebida.

“Falei com ele. Ele não deve ceder à provocação. Mas eu entendo, os jogadores são seres humanos “, disse Unai Emery, técnico do PSG.

Nessa segunda, André-Frank Zambo Anguissa, do Marselha, afirmou que seu treinador, Rudi Garcia, orientou seus jogadores a provocarem o brasileiro:

“(Nosso) treinador alertou que Neymar é ‘um talento enorme, mas que pode ficar louco”, afirmou em entrevista.

Noticias ao Minuto

Botafogo avalia permanência de Jair Ventura, cobiçado por outros times

Em situação financeira delicada, o time alvinegro terá uma espécie de “missão impossível” para segurar o comandante para próximo ano.

Jair Ventura é a “bola da vez” no mercado dos técnicos no Brasil. As duas grandes temporadas apresentadas no Botafogo o colocam como o treinador do momento e sonho de consumo de vários clubes do país que pensam em trocar o comando.

Em situação financeira delicada, o time alvinegro terá uma espécie de “missão impossível” para segurar o comandante para próximo ano. Nem o fato de ter contrato com o profissional até o fim de 2018 deve impedir a possível saída.

Hoje, Jair Ventura tem uma multa rescisória considerada baixa para o mercado. Para tirá-lo do Botafogo, um clube interessado deve convencer o treinador e pagar R$ 860 mil, valor previsto para o distrato com o time carioca.

O valor não é exatamente proibitivo para a elite financeira dos clubes brasileiros, que podem cobiçar o jovem comandante responsável por colocar o time nas quartas da Libertadores.

Vale ressaltar que recentemente, o Botafogo perdeu nomes importantes que tinham contrato, mas acabaram negociados. Willian Arão, Sassá e Emerson Santos são exemplos claros disso.

Evidentemente que a situação é específica por se tratar de um treinador, mas a premissa é a mesma. O time alvinegro tem dificuldade de segurar seus destaques.

A esperança para o Botafogo é a ligação sentimental com o profissional. Além do carinho por ter sido revelado no clube, o treinador tem total respaldo da diretoria e vem de duas grandes temporadas.

Sair do clube carioca significa deixar também a zona de conforto, embora um passo necessário para a sequência da promissora carreira.

Alguns fatores pesarão na decisão dele. O principal é que o Botafogo está em meio à luta para se classificar para a Libertadores.

Embora muito comemorada, a simples participação na competição internacional não é o suficiente para manter o treinador. Tudo dependerá do projeto que a diretoria tem para elenco e treinador em 2018.

Além disso, o Botafogo também teria de dar um aumento para o treinador ficar em General Severiano por mais uma temporada, ainda que ele tenha contrato válido. Valorizado, Jair Ventura deve ter propostas de clubes com mais dinheiro, o que fará o time alvinegro ter de se mexer.

O Botafogo, no entanto, não acredita na vontade do treinador de respirar novos ares e espera que ele cumpra o documento assinado no fim de 2016, quando firmou vínculo até dezembro do ano que vem.

Noticias ao Minuto

Del Nero tenta obter passaporte especial para ir à Copa e não ser preso

O presidente da CBF quer evitar sua ausência na Copa do Mundo de 2018, o que seria uma vergonha para o Brasil.

Para evitar a vergonha internacional que será a sua ausência na Copa do Mundo de 2018, que acontecerá na Rússia, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol busca uma alternativa para viajar para fora do Brasil e não ser preso pela Interpol. Segundo o “Blog do Juca Kfouri”, a solução do cartola está nas mãos do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS).

O parlamentar, que é um dos principais líderes do presidente Michel Temer no Congresso Nacional e integrante da bancada da bola, tenta obter junto ao Itamaraty um passaporte diplomático, que seria utilizado, segundo Kfouri, num eventual voo sem escalas para a capital Moscou, o que também já seria difícil por conta da longa distância entre Brasil e Rússia.

Del Nero é investigado internacionalmente por corrupção.

Noticias ao Minuto